domingo, 7 de dezembro de 2014

Quem falou que eu sou contra as igrejas!!

O papel das igrejas

Muitas pessoas me perguntam, e com frequência, se devem deixar de ir as igrejas. Eu sempre respondi que não. Por que? Porque independente de religião ou crença ou dogmas, as igrejas tem um papel social e espiritual importante.

Devido a muitos escândalos, em igrejas cristãs, quer os escândalos envolvendo padres pedófilos, quer os escândalos envolvendo pastores gananciosos, hoje tem explodido um movimento de cristãos sem religião. De forma generalizada, atacam todas as denominações religiosas, como se nenhuma prestasse e todo pregador cristão fosse um cão guloso, canalha e mentiroso.

Grupo de apoio e de recuperação de viciados de uma igreja católica
E devido aos meus estudos, é comum as pessoas pensarem que sou adepto dessa nova doutrina, mas na verdade não sou. Tenho amigos pastores, padres, espiritas, judeus etc.... e até pregadores que me pedem acessoria teológica ou algum tipo de ajuda com relação a interpretação de algum texto ou dogma da escritura. Na verdade, desde 2011 nunca fiz nenhum artigo incentivando ou exortando as pessoas a deixarem suas igrejas, e todo tema que eu abordo eu tento ao máximo separa-lo da religião. (só uma vez mencionei em um artigo criticando esses mega-templos que seria mais útil fazer hospitais ou escolas)

Porque teologia é o estudo critico e racional das escrituras. Um teólogo não é um pastor ou um líder espiritual, mas alguém que estuda as escrituras, exegese, hermenêutica, idiomas, originais, escatologia etc.... Quando abordo qualquer tema, como por exemplo, trindade, não estou sendo contra a igreja A ou B, mas apenas expondo o tema de maneira teológica. Agora se a igreja segue ou não o dogma ai é com ela.

E é claro que como teólogo nós temos um envolvimento maior com as religiões no geral, e eu pessoalmente toda generalização é burra! Dizer que todo padre é pedófilo, que todo pastor é ladrão, que todo católico é idolatra, e etc.... são tudo burrices e ignorância mesmo! Existem maus padres e bons padres. maus pastores e bons pastores! Generalizar tudo por causa de um Edir Macedo da vida é falta de conhecimento.
já presenciei muita coisa boa em inúmeras igrejas que estive. Já fui em inúmeras denominações evangélicas, igrejas católicas, terreiros, centros espiritas, sinagogas e até mesquita. E digo mais,

NA PRÁTICA

Jesus disse que uma árvore se conhece pelos frutos, deixando claro uma forma de discernir entre igreja e igreja, ou entre pastor e pastor. Na teoria, todos pastores são isso e aquilo, dizem. mas na prática não é bem assim que funciona! Vamos ver:

Imagine que você tem um filho ou membro de sua família viciado em drogas. Drogas mesmo, como cocaína, Lsd ou heroina, por exemplo.Ai você tenta de tudo, psicólogos, clinicas, e remédios e nada funciona. Você começa a ver aquela pessoa que você ama de todo seu coração se destruir. A pessoa não se alimenta direito, emagrece e envelhece rapidamente. Tem crises de abstinência. Começa a roubar e a mentir para manter seu vício e, em alguns casos até se prostitui para isso. Começa a dever a bandidos e traficantes e coloca não apenas a sua vida, mas a de todos da família em risco. E a pessoa não consegue se libertar sózinha.

Ai essa pessoa é levada ou decide por ela mesma procurar uma igreja como ultimo recurso. Na igreja, seja qual for, ela encontra a fé. A fé começa a dar força para essa pessoa. Ela começa a lutar mesmo. Lutar contra o vício, contra a abstinência e contra a dependência.

Segundo pesquisas realizadas, pessoas que possuem fé tem maior chance de recuperação, tanto em vícios quanto em curas, como o câncer por exemplo.

Grupo de recuperação de viciados de uma igreja evangélica
Ai eu pergunto a qualquer um que esta lendo isto, quer seja religioso ou não: Isso é ruim? Não foi de certa forma útil para a vida de alguém o papel da igreja?

O que acontece é que as pessoas generalizam demais e colocam todas as igrejas como pregadoras da teologia da prosperidade. Ai chegam ao absurdo de querer que todo mundo saia das igrejas e dane-se. Ah, cada um que se vire, que busque a Jesus no quarto, sózinho e pronto. Será que é assim o correto?


A psicologia explica que a maioria das pessoas que seguem a misantropia, tem mais dificuldades em ter forças para enfrentarem os problemas da vida. Ai então nós vemos o primeiro papel das igrejas, a comunhão.

Se você vive em uma cidade pequena, em um bairro de uma cidade grande ou mesmo na comunidade rural, não importa, você deve ter o minimo de comunhão com as pessoas. Seus vizinhos, seus amigos, seus colegas de trabalho, seus familiares  etc.... Mas nem todos tem essa comunhão ou conseguiriam ter sozinhas. tem pessoas que só se conhecem através das igrejas onde se reunem com o espirito livre e, assim comungam com os membros da mesma. A sensação de pertencer a um grupo, com o mesmo ideal é psicológicamente eficaz.

É obvio que nem todos que frequentam igrejas tem fé ou acreditam em tudo aquilo que esta sendo pregado. Mas só o fato da pessoa demonstrar tolerância e sociabilidade e sobretudo a capacidade de amar ao próximo, mesmo que não conheça, já é significante.

Nas igrejas existem grupos de jovens, de apoio a dependentes químicos e grupos de apoio e oração. E isso em muitas igrejas, quer católicas, evangélicas ou mesmo em centros espiritas.

Agora imagine uma pessoa que esta pensando em se suicidar, ela pode ter algum tipo de ajuda em algum local religioso. Aquela pessoa que ajuda,  independente de religião ou crença, mesmo sem conhecer a pessoa que esta ajudando, vai fazer de tudo para ajuda-la. Vai orar, conversar, tentar animar, telefonar etc....Vai fazer de tudo para aquela pessoa se sentir melhor e buscar razões para viver.

Novamente eu pergunto, isso é mau? 

Café e sopão que são promovidos por uma igreja evangélica
Tem igrejas, pequenas é claro, que fazem vaquinhas para comprar cestas básicas para quem esta passando por dificuldades. A igreja católica mesmo,que apesar de ser a mais criticada, é a que mais faz caridade. Eu mesmo já pedi uma vez ajuda para o padre para uma familia que estava passando fome e o padre me deu uma cesta básica. É comum até nas igrejas católicos os fieis pedirem prendas para igreja para distribuir dentre os que estão passando por dificuldades. E mesmo nas denominações evangélicas, já vi igrejas fazerem o mesmo.

Dos espiritas, não preciso nem falar, pois a maioria dos centros espiritas fazem caridade que é o lema da doutrina: "Sem caridade não há salvação". Quando eu morei em Uberaba, anos atrás, sempre via os centros espiritas distribuindo sopa para os pobres, sendo, cada dia da semana um centro diferente, pois em Uberaba tem muitos centros espiritas.



OS PREGADORES DA INTERNETE

Mas agora, com a internete, pregadores anti-igrejas tem se tornado popular. São na maioria pessoas revoltadas com as igrejas, sobretudo com a teologia da prosperidade, que acham que o melhor seria se todos saissem de suas igrejas e congregassem em casa. Ai eu pergunto, essas pessoas fazem algum tipo de caridade? vão em favelas alimentar os necessitados? Ajudam a viciados ou deprimidos? Fazem algum tipo de auxilio, quer espiritual, quer social? Não. A maioria não.

Criticar as igrejas, meter o pau em todo mundo é fácil. Ajudar os outros, na prática é bem mais difícil. - Ah, Ronaldo, mas eu ajudo as pessoas a se libertarem do sistema religioso do mal- dizem. O sistema religioso é do mal? Eu posso discordar da maioria dos dogmas que as igrejas pregam, como trindade, futurismo, dualismo etc....mas afirmar que o sistema religioso é do mal é um absurdo sem tamanho!

Primeiro, que  a maioria é cristão por que nasceu em um país cristão. Você nasce e cria já sendo instruido na tradição cristã. A maioria dos religiosos é na verdade vitma, de uma tradição que já é pregada de geração em geração. E isso não vai mudar da noite para o dia. Então, esteja o pregador certo ou errado teologicamente, ele não o faz por maldade ou com o objetivo de ludibriar ninguém, mas porque ele acredita naquilo. E a principal exortação dele é para o bem.

Você nunca, jamais vai ouvir um pregador dizer assim: "Se drogem. Se prostituam! Jesus vai te amar do mesmo jeito!" Ou coisas do tipo, roubem, mintam, façam fofocas etc.... Porque o pregador acredita no bem e vai tentar orientar os fiéis para o bem.

Campanha do agasalho promovida anualmente pela igreja
Dogmas, como trindade ou preterismo que abordo em meus estudos, não vão afetar a fé de ninguém e nem são prioridades. A prioridade para um viciado é sua cura e não em quantos deuses ele acredita.A prioridade para um suicida é sua auto-estima e não se vai ter ou não um fim do mundo. Essa é a diferença dos meus estudos para os demais. Meus estudos são para quem gosta de teologia e analisa a escritura racionalmente. Não envolve em nada o trabalho das igrejas. Aliás, acho justa essa separação, dos teólogos e dos religiosos. A função do teólogo é analisar a escritura. A função do religioso é assumir responsabilidades espirituais e sociais sobre os seus fiéis afim de auxilia-los.

Detesto sim a teologia da prosperidade e sou um grande critico dessas denominações grandiosas que só pregam dinheiro, mas justamente por isso, porque elas ganham muito, e investem pouco ou quase nada no social.

O JULGAMENTO

Um dia, todos nós, sem exeção, seremos julgados. Quer seja eu, você que esta lendo este artigo e mesmo aqueles que nem sabem que eu existo. Todos seremos julgados! Nisso eu acho que todos nós concordamos!

tanto no velho quanto no novo testamento
Um pastor será julgado por suas obras e pelo que ele fez na sua congregação. Nisso eu acho que todos concordamos também. Deus um dia vai pedir contas de tudo que ele fez. Do dinheiro que ele acumulou ou não em terra. De quantas pessoas ele ajudou, salvou e auxiliou a se tornarem pessoas melhores.

Um teólogo também vai ser julgado. Talvez mais pela sua vida pessoal, uma vez que ele não possui uma congregação. Mas também vai ser pedido contas de tudo que ele pregou e ensinou. Imagine um teólogo da internete chegar pra Jesus e dizer que pregou sua palavra, se Jesus lhe perguntar: "Como? Você sempre pregou que eu aboli a lei. Onde eu disse isso? Me mostre ai na sua bíblia!". Acho que muitos vão quebrar a kara! mas não é foco deste artigo.

E da mesma forma esses pregadores anti-igrejas também serão julgados, gostem ou não. Acreditem ou não, não importa. Até um ateu convicto vai ser julgado da mesma forma que um crente fervoroso!

Ai jesus ou deus vai perguntar: "Quantas pessoas você ajudou na terra filho? Quantos deprimidos? Quantos viciados? Quantos famintos?". E se a resposta for nenhum, Jesus vai perguntar: "E mesmo assim você ainda se opôs até mesmo aos que ajudavam? Porque?"

Eu imagino que será mais ou menos assim. Para quem duvida, vejamos as palavras de Jesus mesmo na bíblia:

Mateus 25
31  E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;
32  E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;
33  E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.
34  Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;
35  Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;
36  Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me.
37  Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?
38  E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos?
39  E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?
40  E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.
41  Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;
42  Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;
43  Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes.
44  Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?
45  Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.


Não é o que diz a escritura? Ou jesus se enganou e vai separar as pessoas de acordo com a religião?
"Olha, os da igreja X a direita, os da igreja y para esquerda". Ou vai separar as pessoas de acordo com a pregação?
"Olha, os que pregaram contra as igrejas para a direita, que já estão salvos. Os que foram pastores....xii...já estão condenados!"

No dia que passei pelo brás, fui conhecer o mega-templo
tão falado e fui bem recebido pelos irmãos evangélicos
que ali estavam, mesmo estando mal vestido. 
Notaram que jesus contradiz a doutrina Paulina de só acreditar e pronto? Porque infelizmente, nós vivemos em um planeta com mais de 7 bilhões de pessoas, com mais de 50.000 religiões diferentes. Uns nascem cristãos, outros budistas, outros judeus etc.... condicionar a salvação a uma religião ou crença, seria o mesmo que condicionar a geografia. Se você nasce no Brasil já esta salvo, se nasce no oriente já esta automaticamente condenado. Por isso o próprio jesus disse que nem todo que lhe diz Senhor entrará no reino dos céus. Porque cada um vai ser julgado por suas obras, e não por suas crenças.

Imagine então Deus condenando a um inferno um índio que foi um bom homem e nunca fez mal pra ninguém, só porque não foi cristão e salvando um psicopata assassino porque aceitou Jesus. Seria justo? Lógico? Em breve vou escrever sobre salvação.

Da mesma forma eu não critico e nem generalizo as igrejas e as religiões em geral por causa disto. Porque existem pastores, padres e sacerdotes no geral, que independente de dogmas, fazem um trabalho social útil para a sua congregação. Auxiliam pessoas, as auxiliam a se libertarem de vícios, as exortam para fazerem o bem a se amarem e congregarem em comunhão, louvando á Deus.

Sou a favor de uma reforma teológica, onde os pregadores estudem mais e preguem mais de acordo com a teologia. Sou a favor da restauração das igrejas, não do fim delas.

Lamento por essas pessoas que generalizam e ignoram tudo isso. Porque para cada pessoa que elas tiram de suas congregações e não fazem absolutamente nada por essas pessoas, elas a entregam ao próprio destino, a misantropia e a empatia, e um dia, gostem ou não, vão prestar conta por isso também. Pensem nisso!

Paz a todos! Ronaldo


4 comentários:

  1. Navegando pelos blogs encontrei o seu que me deixou maravilhado pelo que escreve,
    pois é uma bênção para mim.
    Gostei de poder encontrar pessoa que ama Jesus,e pela escrita também ama o próximo.
    Quero deixar um convite: Tenho um blog O Peregrino e Servo,
    e pessoas como você me fazem falta como amigos,
    por isso se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais eu ficaria radiante,
    de seguida irei retribuir seguindo também seu blog.
    Que as bênçãos de Deus sejam sobre si e família.
    António Batalha.

    ResponderExcluir
  2. Raciocine Protestante: "Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; e as portas do inferno não prevaleceram sobre ti" (Mateus16,18).

    Onde está essa igreja? Será que Jesus Cristo mentiu? Qual é a única igreja com 2 mil anos de existência que está ai até hoje? Uma coisa é certa, a protestante não PODE SER, pois esta foi fundada RECENTEMENTE a 300 anos atrás, por Lutero na Alemanha e João Calvino na Suiça, essa é fundada por homens, SE A IGREJA FUNDADA PELOS APÓSTOLOS SOB AUTORIDADE DE JESUS CRISTO, NÃO FOR A IGREJA CATÓLICA, ENTÃO JESUS É MENTIROSO? Pois não fundou a igreja sobre Pedro, mas espera 1700 anos para levantar um profeta chamado Lutero, para funda-la? Veja até onde vai a burrice protestante, Jesus foi claro, ele levantou a igreja sobre fundamento dos apostolos e profetas Efésios 2,20 e não sobre qualquer zé ninguém da reforma.

    OUTRAS IGREJAS NÃO TEM AUTORIZAÇÃO PARA EXISTIR.

    Antes de São Pedro morrer, deixou alguém em seu lugar, esse alguém antes de morrer deixou outro alguém séculos e séculos de sucessão apostólica, até chegar no PAPA.

    São Pedro deixou, São Lino de Efeso - 67 - c.79. São Lino deixou Santo Anacleto Antioquia; c.79 - c.92. Santo Anacleto deixou São Clemente de Roma; c.92 - c.101, séculos de sucessão, até o Papa atual.

    PEDRO DEIXOU A AUTORIDADE NA IGREJA CATÓLICA E NÃO A PROTESTANTE. O Papa é sucessor de Pedro, mas o Pastor protestante é sucessor de quem? Quem deu autoridade a ele? De onde saiu esse Pastor protestante a qual você deposita toda a sua confiança?

    USE O CÉREBRO DOUTOR PROTESTANTE, NÃO EXISTE NENHUMA OUTRA IGREJA COM 2 MIL ANOS DE IDADE, Saiba que Cristo fundou a Igreja a 2 mil anos atrás! Nós somos essa igreja, não é a sua igreja protestante que foi fundada por Lutero recentemente! Negando o presente de Cristo que é a igreja católica, você nega a Cristo também! POR ISSO FORA DA IGREJA NÃO HÁ SALVAÇÃO. Por isso protestante, pare de ser rebelde, pare de seguir igreja fundada por Homens e volte para a única igreja fundada pelos apóstolos e por Cristo, enquanto ainda é tempo, a igreja está de braços abertos para receber a todos os protestantes que se redimirem

    ResponderExcluir
  3. Texto muito bom. Só faltou você mencionar que muitos desses pregadores da Internet muitas vezes também acabam caindo no dogmatismo que tanto criticam nas igrejas, sendo muitas vezes até mais dogmáticos.

    ResponderExcluir
  4. ótima explanação

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...