sábado, 15 de julho de 2017

Judaísmo messiânico não existe!


Eu já escrevi superficialmente neste blog há alguns anos sobre o judaísmo messiânico. Mas a maioria dos leitores do meu blog não leem meu blog rs A maioria na verdade apenas assiste alguns vídeos meus no youtube. Por isso muitos não conhecem certos pontos de vista meus, como por exemplo, o fato de eu não ser contra as igrejas.

E ultimamente tem surgido muitas pessoas me fazendo milhares de perguntas, e todas quando eu respondo de acordo com meu conhecimento, as pessoas tentam me confrontar com um pseudo-judaísmo. É comum agora as pessoas dizerem: "Ah,m mas tal judeu disse isso ou aquilo" O que eu acho muito estranho, pois o judaísmo tenta manter uma unidade há milênios. Judeus podem até divergir de vários conceitos mas não sobre o judaísmo em si. Vou discorrer sobre isso no decorrer do post.

Por exemplo, um rapaz me perguntou se a descendência judia vinha apenas pela mãe ou pelo pai também. Eu respondi pela mãe. Ele me perguntou de novo já argumentando que um judeu disse que não. Eu já achei estranho, mas, disse que a halachá judaica determina há mais de 3300 anos que é judeu quem é filho de mãe judia. Depois ele refutou novamente porque um suposto judeu teria dito o oposto. Adivinhem quem é o judeu? Um judeu cristão!

Porque existe hoje no Brasil e no mundo um movimento chamado de judaísmo messiânico, que se intitulam assim se dizendo serem judeus que acreditam em Jesus. Mas o problema é que eles não são judeus. Nunca foram! São em sua maioria pastores evangélicos, a maioria ex-adventistas, que se intitulam judeus por conta própria e saem pregando por ai que são judeus que aceitaram jesus como o messias, o que é completamente antagônico.

Um judeu pode aceitar Jesus? Pode sim, inclusive na história teve muitos que aceitaram e na época da inquisição tiveram muitos que foram obrigados a aceitar. os judeus marranos de Portugal por exemplo, eram judeus que se viram forçados a se converterem ao cristianismo. E isso não é nenhum problema, o problema é que quando um judeu se converte ao cristianismo ou outra religião, ele deixa de ser judeu. Não existe judeu cristão da mesma forma que não existe cristão hindu por exemplo.

Imagine um cristão que acredita que Jesus Cristo salva e se simpatiza pelo hinduísmo e começa a dizer que segue as duas religiões, pregando que Jesus e krishna salvam. Isso seria impossível, ou um o outro porque uma religião condena as práticas da outra. Fora as diferenças dogmáticas, certas coisas que são proibidas por um credo são obrigatórias no outro.

O mesmo acontece com o judaísmo e cristianismo. Apesar do cristianismo se apoiar no velho testamento que é judeu, essas duas crenças são igualmente antagônicas. A torá dos judeus, proíbe várias coias ao judeu que são praticamente obrigatórias ao cristão.

Só deixando claro que ninguém tem nada contra a fé cristã. O País é laico e livre e cada um tem o direito de seguir o credo que quiser. Mas analisando ambas as religiões nós vemos isso. Vejamos alguns exemplos:

O povo judeu de acordo com a sua história, tem um pacto com Deus, a chamada aliança do sinai que torna o judeu um servo obediente da lei/Torá. Já falei disso em várias postagens e vídeos inclusive. Cada vez que o povo judeu se desviava da lei, indo após outros deuses e práticas consideradas pagãs para eles, Deus os castigava e os destruía. Isso aconteceu algumas vezes na escritura no velho testamento. Depois da diáspora da Babilônia, Esdras resolveu fazer uma reforma religiosa, uma releitura do livro da lei, e o povo por medo de mais castigos começou a seguir mais rigorosamente a lei. O estudo da Torá passou a ser mais frequente, assim como a sua prática.

O livro da lei que chegou a ser perdido no período do reis, passou a ser defendido com a própria vida no período Romano. O Talmud diz por exemplo, que a geração do primeiro século foi destruída porque era uma geração má. Eles zelavam tanto pela lei que se tornaram fanáticos e frios, não tolerando qualquer deslize. Os estudiosos da Torá afirmam também que aquela geração sucumbiu porque Deus disse em Isaías que castigaria Israel duas vezes por terem se afastado da aliança e da lei.

Então de geração em geração, o judeu vai seguindo a lei esperando que Deus se volte para eles novamente como nos tempos bíblicos. E é ai que entra o antagonismo ou parte dele com o novo testamento.


A lei proíbe aos judeus cultuarem outros deuses. Eles já foram castigados por isso em outras épocas. O próprio Rei Salomão foi punido por ter feito altares para os deuses de suas esposas. Esse é um dos primeiros e principais mandamentos da fé judaica, "não terás outros deuses diante de mim"

Jesus é tido como um deus para a maioria dos cristãos. O conceito de trindade foi estabelecido no concilio de nicéia, após a disputa de Ário e Atanásio, que determinou que Jesus era o verdadeiro Deus do verdadeiro Deus. E como se não bastasse dois deuses ainda colocaram mais um compondo uma trindade, ou tri-divindade.

O judeu não pode seguir outros deuses. Os cristãos podem, os hindus podem, os demais povos podem, mas o judeu não. Porque o judeu vive sob uma lei, uma aliança/pacto. Então por mais que judeus respeitem e convivam com cristãos, eles não podem seguir a mesma religião sendo que a Torá proíbe cultuar outros deuses e para a maioria dos cristãos, mesmo os que seguem o velho testamento, Jesus é deus.

Na torá Deus advertiu através de Isaías de que fora dele, DEUS, não há salvador algum.

Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há Salvador.Isaías 43:11

Para todos cristãos acredito eu, Jesus é o Salvador e a salvação. Então não teria como quem segue um livro que adverte uma coisa seguir outra. Que nem no exemplo que eu citei do cristianismo e do hinduísmo. Aliás, esse conceito de salvação espiritual condicionada a um homem nem existe no judaísmo.

Na Torá Deus adverte para não confiar no filho do homem, o mesmo título que Jesus atribui a si mesmo no novo testamento.

Não confieis em príncipes, nem em filho de homem, em quem não há salvação. Salmos 146:3

Porque o Filho do homem veio salvar o que se tinha perdido.Mateus 18:11

Na torá Deus não muda, e o sábado é um mandamento sagrado. Jesus segundo o novo testamento disse que o sábado foi feito para o homem e não ao contrário e que ele era o senhor do sábado. Em uma passagem inclusive que ele é acusado pelos judeus de estar violando a guarda do sábado.

Assim o Filho do homem até do sábado é Senhor.Marcos 2:28


E uma série de conceitos e profecias que são antagônicas entre o velho e o novo testamento. Muitas eu já mencionei em um artigo desse blog chamado "Porque os judeus não aceitam Jesus, o problema do novo testamento"

Então ambas as religiões podem e devem residir pacificamente, mas não são a mesma coisa e cada um deve ficar no seu cada um.

Aí surgem esses ex-pastores se dizendo judeus e que aceitaram Jesus, que descobriram que Jesus foi o messias prometido pelo Eterno e que os irmãos judeus estão cegos e não enxergam isso.

Primeiro que messias é um conceito judeu e não se refere apenas a um homem. Muitos personagens na escritura foram chamados de messias, desde Reis a profetas, e inclusive o rei da Pérsia, Ciro, que era pagão.

Assim diz o SENHOR ao seu ungido (MESSIAS), a Ciro, a quem tomo pela mão direita, para abater as nações diante de sua face, e descingir os lombos dos reis, para abrir diante dele as portas, e as portas não se fecharão. Isaías 45:1

Que digo de Ciro: É meu pastor, e cumprirá tudo o que me apraz, dizendo também a Jerusalém: Tu serás edificada; e ao templo: Tu serás fundado. Isaías 44:28

Ciro também foi chamado de pastor e ungido, messias. cade a igreja Ciro é o Senhor?? Nenhum deles foi cultuado ou originou uma religião em torno deles. Porque messias é literalmente ungido. Alguém que Deus ungiu para um fim, quer pregar sua palavra, proteger seu povo, destruir seu povo etc....nada mais que isso.

Ele é a torre das salvações do seu rei, e usa de benignidade com o seu ungido, com Davi, e com a sua descendência para sempre. 2 Samuel 22:51

Segundo que conforme eu já falei em outros artigos, o novo testamento isola versículos do velho testamento, retira eles do contexto e aplica a Jesus para induzir o leitor a achar que jesus esta cumprindo profecias messiânicas, quando de fato ele não cumpriu nenhuma profecia sequer. Por exemplo, Jesus foi pro Egito para cumprir o que foi dito pelo profeta Oséias. Oséias nunca predisse que messias nenhum iria pro Egito, a Torá sempre proibiu os judeus de retornarem ao Egito. Na verdade Oséias disse se referindo a Israel que quando Israel era menino Deus os tirou da terra do Egito. Só isso. Mas aí o novo testamento isola esse versículo e aplica a Jesus como se o profeta tivesse dito que um dia Deus tiraria o menino Jesus do Egito com sua família. O novo testamento todo faz isso.

Então como vemos inicialmente, os judeus messiânicos não são judeus que estudaram e entenderam que jesus foi o messias prometido. Na verdade são cristãos que fingem serem judeus e não veem que o messias teria que cumprir as profecias velho testamentárias.

Para resolver esse probleminha, os messiânicos dizem que o messias viria em duas vezes, exatamente como os cristãos fazem. De qualquer forma eles admitem que Jesus não cumpriu as profecias e por isso precisaria vir de novo. O problema é que o velho testamento não fala de um messias a prestação, em duas vezes.

Os messiânicos dizem que a Torá fala de duas vindas, uma do messias Ben Yosef e outra do messias Ben David, que em uma ele viria como José, rejeitado pelos seus irmãos e na outra ele viria como o Rei David para reinar em Israel. Só tem um problema. Esses dois messias citados pelo judaísmo não são a mesma pessoa. Conforme eu falei acima, existiram vários messias e sempre virão outros, isto é, pessoas ungidas para algum propósito.

Tanto que os dois messias que eles tanto citam não são nem da mesma casa, um é da tribo de Judá e o outro de Benjamim. Fora que eles fazem o mesmo que os cristãos e querem por jesus em tudo, o que viola o primeiro mandamento que eu citei no começo deste artigo.

Então a partir do momento que pessoas se intitulando judeus, seguem um livro que é desonesto com o velho testamento, e utilizam-se de profecias desonestamente, já da pra entender que tem algo errado ai.

Alguns desses messiânicos como o citado no começo, dizem que a descendência judia vem pelo pai porque nas genealogias é o nome dos pais que figuram. Ou seja, eles não entendem nada de judaísmo e vão contra a Halachá judaica. Os judeus determinaram que a descendência venha pela mãe desde Esdras, quando Esdras expulsou as mulheres e os filhos que judeus tiveram com mulheres estrangeiras. Isso tem um pouco a ver com aquele ditado antigo popular no Brasil: "Filhos de minha filha meus netos são, filhos de meu filho serão?"

E mesmo a descendência vindo da mãe, nas genealogias se coloca o nome do pai por causa das casa. Um exemplo disso é Abraão. Abraão apesar de ser de antes da reforma religiosa, ele teve um filho com Agar a sua serva. Ismael não é considerado hebreu mesmo sendo filho de um pai Hebreu por que? Por que sua mãe não era. E apesar de existir exceções na escritura, no geral tem sido assim, a mãe da a descendência e o pai o nome da casa.

Mas uma pessoa comum, que não entende nada de judaísmo, vê algum vídeo ou artigo de um desses judeus messiânicos, acaba acreditando e achando que todo o judaísmo esta errado no últimos 3300 anos e esse pseudo judeu esta certo. Por incrível que pareça!

Lembram do pessoal do yauhushua que não sabem nem dar um bom dia em hebraico, mas convencem milhares de pessoas que o hebraico ensinado nos últimos 5 mil anos esta errado? Corrompido? E as pessoas acreditam. Hoje na era digital, qualquer imbecil carismático consegue prosperar em um País de gente humilde e em uma grande maioria ignorante como o nosso. Convencem as pessoas até de que a terra é plana! E não importa quantas provas você mostre, eles conseguem ser hipnotizados mentalmente por qualquer videozinho do youtube a verdade é essa.

E esses pseudos judeus messiânicos além de serem desonestos, porque uma pessoa fingir ser de outro povo é desonesta sim, eles ainda atacam os judeus e suas crenças. Ou seja, seria o mesmo que eu, Ronaldo, fingir que sou japonês mesmo não sendo, e começar a atacar a cultura Japonesa! Além de eu não pertencer aquela cultura e povo, ainda o ataco.

Por exemplo, eles dizem que os judeus seguem mais tradições que a Torá e que eles sim, que fingem serem judeus, seguem o verdadeiro judaísmo bíblico. Então segundo eles os judeus devem seguir a Torá e esquecer as tradições porque não foram ordenadas por Deus. Ok

Mas eles vestem preto como os judeus. Onde diz na Torá/lei que os judeus devem vestir preto??? Sendo que na verdade a Torá manda os judeus vestirem purpura e escarlate. E ai? Alguém já viu, qualquer um que estiver lendo este artigo, já viu um judeu messiânico que se intitula rosh vestindo purpura e escarlate? Porque o preto vem da tradição dos judeus, e segundo eles as tradições não são bobagens e é o judaísmo bíblico que é o verdadeiro?

Eles acendem velas no shabat, mas, onde a Torá manda fazer isso? !!!

Não tem nenhum mandamento que mande os judeus acenderem velas no shabat, isso também vem da tradição.

Então eles atacam os judeus acusando-os de não seguirem o judaísmo bíblico mas a tradição, mas eles mesmos seguem as tradições dos judeus que não estão na Torá??!!


A prece do Shabat, onde esta na Torá? A prece que todo judeu conhece: "Baruch atá Adonay Elohim, Eloheyno, Melech haolam....." Onde esta na lei isso? Cade o capítulo e versículo que ordena isso.

Ano novo. Por que que tem judeu messiânico comemorando o Rosh Hashaná se os judeus tem dois calendários e essa festa vem da tradição também?

Vou mais além, e a festa de hanucká, que não é uma das festas ordenadas por Deus, mas vem da revolta dos Macabeus, porque tem judeu messiânico comemorando isso?

O Purim, que também vem da tradição por causa de Ester, porque tem judeu messiânico celebrando isso então?

A Quipá. Onde no judaísmo bíblico Deus mandou usar Quipá?? Onde?? Sendo que os judeus até meados da idade média usavam chapéus. A troco de que um pseudo Rabino que critica as tradições judaicas usa um Quipá na cabeça se o Quipá também vem da tradição judaica?

Eu poderia listar mil coisas nesse artigo que vem da tradição judaica que eles usam apenas para fingirem serem judeus e criticam essas mesmas tradições. Ou são muito hipócritas ou são uma piada mesmo. Seria o mesmo que eu meter o pau no cristianismo e usar uma cruz gigante no pescoço.

Mas para as pessoas que seguem eles , eles são judeus sim e estão certíssimos!

Teológicamente falando eles são desonestos também. Mentem, isolam versículos, usam o talmud que eles mesmo criticam para respaldar suas teses e por ai vai.

Jesus é a Torá do Eterno, eles dizem. Jesus arrancou espigas no sábado, tomou vinho no Pessah, chamou sua mãe de mulher, comeu sem lavar as mãos, e uma série de passagens no novo testamento que vão contra leis da Torá. Então como ele é a Torá? Fora que nenhum personagem da escritura foi chamado disso! Quando o jovem rico chamou jesus de bom, ele disse que só Deus é bom e ninguém mais! Jesus não permitiu nem ser chamado de bom, que dirá a Torá do Eterno.


Jesus disse que por sí só não podia fazer coisa algumas, que tinha coisas que ele não sabia, que quem fazia os milagres era o pai e assim por diante. Jesus mesmo se colocava na posição de um servo de Deus. Em hebreus diz que ele é menor que os anjos. E mesmo assim os messiânicos o exaltam como o cristianismo já o faz há milênios.

Para eliminar as milhares de contradições neo testamentárias, os judeus messiânicos arguementam que o novo testamento foi escrito em Aramaico e que tudo não passa de erros de tradução. Outra mentira. O novo testamento só tem registros em grego. Existe uma citação de um pai da igreja, acho que Eusébio, acerca de um evangelho de Mateus escrito em hebraico, e três manuscritos encontrados nesse idioma deste mesmo evangelho. Mas mesmo estes contém os mesmos erros dos manuscritos em grego. O resto, todo NT foi escrito em grego.

Tanto que o novo testamento cita palavras ditas pelos personagens em Aramaico e explica ao leitor o significado das mesmas em Aramaico, como por exemplo, Efratá, Eli Eli lama sabactani, Maranata etc..... Se fosse escrito em aramaico não teria porque explicar o que significa em Aramaico.

Disse-lhe Jesus: Maria! Ela, voltando-se, disse-lhe: Raboni, que quer dizer: Mestre. João 20:16

E mesmo com as traduções do Aramaico que eles fazem e correções, continuam com os mesmos erros, contradições, citações falsas do velhos testamento e doutrinas consideradas heréticas dentro do judaísmo. Ou seja, não se sustenta nem assim. Tanto que os pioneiros do judaísmo messiânico hoje abandonaram o novo testamento, Marcos Abrão, Shaul bent sion, rosh yshai dentre outros. Não teve tradução mais próxima do original Aramaico que os mantivessem.

Alguns hoje lamentam profundamente pelo que fizeram, porque foram contra duas alianças e sabem que Deus pode cobrar por isso. E porque duas alianças? Vejam alguns exemplos:


A páscoa. Na páscoa judia um gentio não pode participar da ceia porque envolve um rito religioso desde a época de Moisés, quando os hebreus passaram sangue de cordeiro nos batentes das portas para livrar a sombra da morte. Na páscoa cristã não se come cordeiro porque Cristo foi o sacrifício segundo o novo testamento, portanto comer um animal significaria ignorar o sacrifício de Jesus. Mas os messiânicos fazem um ritual de pessah com cordeiro e elementos judaicos. Ou seja, eles desrespeitam um ritual milenar judeu e conseguem ao mesmo tempo desrespeitar o ritual cristão, o sacrifício de jesus.

Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado, 1 Pedro 1:19.

A circuncisão. A circuncisão é anterior a lei de Moisés e representa o pacto de Abraão, portanto envolve um povo. Os descendentes de Abraão, os judeus. Deus mandou Abraão circuncidar todos os seus descendentes, portanto isso não é para o Egípcio, nem para o Grego e nem para o Cristão, é para os judeus apenas. "Ah, mas esta na lei de Moisés!" Para o judeu do mesmo jeito. O novo testamento, segundo Paulo, chega a dizer que todo aquele que se deixar circuncidar Cristo de nada valerá. Porque a pessoa estaria invadindo uma aliança que não é sua. E mesmo assim, algumas kehilás (igrejas) messiânicas tem feito esta prática em seus membros. Então a qual aliança eles pertencem afinal?

Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará. Gálatas 5:2

Então eles violam duas alianças de muitas maneiras e não são parte nem de uma e nem de outra, porque o judaísmo não aceita jesus e tem até motivos mais fortes pra isso, mas eu prefiro não citar neste artigo. E o cristianismo sendo uma nova aliança para os cristãos que são gentios não deve seguir as práticas da lei. Paulo disse muito isso em suas epístolas concordando com o judaísmo que diz em seus livros que o gentio não deve seguir a lei dos judeus. O que é pra judeu é para judeu e o que é pra cristão é pra cristão. Já não basta essas igrejas pentecostais que fazem uma salada mista entre lei e graça, agora os messiânicos. Ambos são mornos e tornam seus membros mornos:


Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído. Gálatas 5:4


E isso que eles fazem não diminui em nada o anti semitismo, ao contrário, aumenta. Um judeu pode falar de jesus e até ajudar os cristãos a entender certos conceitos. Muitos fazem isso, o Rabi Moré Ventura por exemplo, que tem um canal no youtube, é muito cortez e respeitoso com os cristãos, mas ele diz: Eu sou judeu ok. Agora um travestido de judeu que acusa publicamente o judaísmo de não seguir o judaísmo bíblico e de não aceitar jesus, leva as pessoas a demonizarem mais ainda os judeus de verdade: "Ta vendo só, o rabino do youtube disse que jesus foi o messias seu herege! vocês não seguem o verdadeiro judaísmo, morte aos judeus"!



E eu não sei porque que as autoridades não fazem nada. Falsidade ideológica é crime!

Mas o que me serve de consolo, é saber que a autoridade divina age quando se trata de sua aliança. Muitos messiânicos estão caindo como moscas. A maioria por terem despertado mesmo e não conseguem mais mentir. Parabéns a todos! Os que persistem em ficar em redes sociais enganando pessoas eu só lamento!



E como muitas pessoas me perguntam se eu sou judeu, se não sou, porque não sou etc.....

A minha descendência é mista como a de muitos Brasileiros inclusive. Eu tenho uma origem judaica, segundo minha mãe, de um Português marrano chamado Manoel da Nobréga, pai ou avô não tenho certeza, de minha avó materna Helena miguelina. Se eu quisesse ser judeu eu teria que fazer uma conversão de acordo com a Halaká judaica e poderia rastrear minha família até essa origem. Mas eu não quero, apesar de já ter podido ter feito isso. Eu me defino como Agnóstico porque eu não tenho crenças, só em Deus. Eu sou bem cético inclusive. Não acredito em fantasmas, duendes, espíritos, etc.... e apesar do judaísmo também ser bem cético, eu também desacredito de muita coisa do velho testamento, inclusive algumas importantes para a religião judaica.

E como eu também tenho uma origem negra, meu avô materno, pai de minha mãe era negro, da África inclusive, eu me considero misto, eu respeito muito uma ancestralidade Africana que eu tenho, então eu sou gentio por isso também. Como diziam os antigos, eu também tenho um ´pé na senzala. O Gomes do meu nome já vem da família do meu pai, que é mineira. Não sei se a origem é Portuguesa ou espanhola, porque Gomes parece nome Espanhol. Só sei que meu avô paterno chamava-se José Gomes, só isso. Mas como meus parentes de Minas tem menos conhecimento acerca dos antepassados não sei muito sobre ele.

E por fim, eu não tenho interesse algum em me converter ao judaísmo por uma questão de não brincar com coisa séria. Como eu falo sempre sobre graça e lei, um descendente, ainda que de origem remota, que queira retornar ao judaísmo, deve saber que terá que viver sob a lei. Mesmo os judeus mesmo, tem um ritual chamado Bar mitsva para os rapazes e Bat mitsva para as moças adolescentes que é um tipo de confirmação ao judaísmo. Uma confirmação de que vai seguir a lei conforme os antepassados sempre seguiram.

Eu não conseguiria viver sob a lei, apesar de eu não me considerar um pecador em si , mas minha vida e meu estilo de vida me fariam violar N mandamentos, como por exemplo, eu sempre trabalhei no comércio, portanto eu sempre trabalhei de sábado. Eu nunca tive um emprego que eu tivesse o final de semana livre, nunca. Inclusive eu já fui gerente de loja. Então eu não teria como trabalhar de segunda a sexta. Fora que no comércio eu sempre tive que seguir as exigências do estabelecimento, como andar barbeado e usar as roupas de acordo com meu cargo, o que já violaria mais dois mandamentos. Inclusive eu tinha fornecedores judeus que trabalhavam no sábado e com essas condições mesmo, seculares. Mas um judeu secular que não segue a lei é diferente de um não-judeu que opta por se converter ao judaísmo e não seguir a lei. Na verdade o convertido é o que tem que seguir mais afinco porque ele não nasceu sob a lei,mas se ele escolheu de livre espontânea vontade se converter, ele seria um tolo se converter e não seguir. Já o judeu mesmo ele não escolheu isso ele simplesmente nasceu judeu.

Resumindo, uma pessoa que opta se converter a uma religião quando o faz é para seguir os preceitos daquela religião, e isso vale para todas. Imagine um Hindu por exemplo, que se converta ao cristianismo mas não queira seguir jesus. Ele se converteu pra que então? _Ah, mas tem cristãos que nem vão em missas, igrejas nada Ronaldo_ Mas o cristão já nasceu cristão pela família ele não optou se converter para menosprezar, concordam? Isso é igual em todas religiões.

Para mim seria até mais fácil uma conversão, eu já sou circuncidado , tenho noções de hebraico, estudei muito o judaísmo, moro perto de sinagogas etc.... tanto que já me foi oferecido ajuda até para fazer minha árvore genealógica. mas como eu falei, eu acho desonesto se converter a algo que não vai conseguir seguir. A própria escritura diz que um pecador é melhor que um hipócrita. Então eu gosto da minha liberdade, e até da minha vida secular. Tomar uma cervejinha com os amigos, ir numa balada num sábado, fumar meu cigarrinho etc..... Então é muito melhor ser um Agnóstico secular, que seguir um credo falsamente. O próprio judaísmo aceita bem Agnósticos e ateus por isso.

O judaísmo tenta manter uma certa unidade para sobreviver mesmo sendo a minoria no mundo. E para isso os judeus tem que ser judeus de verdade, senão o judaísmo viraria um leque de seitas como são as igrejas evangélicas que não tem unidade alguma.

Por isso que o judaísmo não incentiva ninguém a se converter. O judaísmo não prega o judaísmo, não faz proselitismo, e não enche o saco de ninguém. Porque cada povo pode ter sua religião e o judaísmo não exige crença. Se você é cristão, amém, Jesus te abençoe! Ninguém tem nada contra e nem quer que ninguém deixe o cristianismo. Todo judeu de verdade fala isso em suas redes sociais. Ah, você é ateu? Tudo bem! faça o bem sem crenças, pronto!

Melhor que ficar convertendo pessoas a torto e a direito e depois cada um começa a colocar seus dogmas no judaísmo. "Ah, eu sou judeu mas eu acho que existe uma trindade, eu vou fundar o judaísmo trinitariano" Ai não da. Ai vira uma bavel.

O judaísmo não difere muito de crenças, apenas crenças sem importância ou que não são explicitas na Torá. Como por exemplo a vida após a morte. Tem judeu que acredita em ressurreição, tem judeu que acredita em Reencarnação, tem judeu que não acredita em nada e assim por diante. Mas isso não gera discussões ou divisões como acontece no cristianismo. Por que? Porque o foco do judeu é a vida não a morte. Ninguém pode provar o que acontece depois da morte, ninguém voltou pra contar, então é tolice brigar por isso. Quando a gente morrer a gente descobre se estávamos certos ou não, mas enquanto isso, vivamos a vida que é o foco!

Agora, se pegar alguns judeus messiânicos no youtube, até nisso eles mostram que são ex-evangélicos porque eles mesmos conseguem ter um leque de divergências.

Só desses grupos que tem no Brasil, a metade acredita que jesus é o próprio Deus encarnado e a outra metade que não é deus mas é a segunda pessoa de uma trindade. E nenhum deles coincide com o judaísmo. Se algum deles dissesse que jesus foi um profeta como diz o islã por exemplo, já seria mais próximo do judaísmo. Eles já são tão divergentes dentre si que já tem várias postagens deles mesmos se criticando, alguns alertando seus seguidores sobre o verdadeiro e o falso judaísmo messiânico. Como se existisse um judaísmo messiânico verdadeiro!

Conforme eu já falei, o judaísmo não exige crença e não condiciona a salvação em uma pessoa, mas em Deus. Tem judeus que não acreditam que Moisés existiu, David, salomão, etc..... e isso não importa porque a crença judaica, dos que tem fé, é focada em Deus apenas. Enquanto isso os messiânicos se focam totalmente em jesus como o cristianismo já o faz, então porque não ficam como cristãos mesmo? Seria mais digno.

Mas dizem que jesus é a Torá do Eterno, o Emuná, o Ruach hakadoshe etc..... Tudo atributos que eles não dão aos demais profetas. Se Jesus foi um profeta como os demais, ungido para transmitir a palavra do Eterno, porque ele tem tantos superlativos se os demais profetas não tiveram? Porque o conceito deles de messias é idêntico ao dos cristãos? Um super homem cultuado! O judaísmo diz que mesmo se vier um messias prometido, ele será apenas um homem. ele não vai ser cultuado, idolatrado, venerado e nem receber esses títulos porque homens são homens. são sujeitos a falhas e erros como todo mundo.

Os messiânicos ainda vão mais além e pregam que o messias Yeshua virá num futuro como um super herói combatendo hasatan na grande batalha final! Exatamente o mesmo que as igrejas cristãs pregam. Fora que esse dualismo não existe no judaísmo de bem e mal.

Acho que até aqui já deu pra perceber que não são judeus que acreditam em jesus, mas cristãos que adaptam as suas crenças cristãs a conceitos judaicos. Eles só mudam alguns nomes, chamam igreja de kehilá, Jesus de Yeshua, Deus de Adonay, mas os conceitos são todos cristãos.

E se um judeu estudar o novo testamento e acreditar que Jesus foi o messias? Pode acontecer , como já aconteceu na história. Mas sabe o que esse judeu vai fazer? Nada. Ele não vai colocar jesus em uma trindade, não vai prestar culto a ele, não vai idolatra-lo etc.... Porque conforme eu falei no inicio, o conceito de messias no judaísmo é de um homem ungido apenas. No máximo se alguém perguntar pra ele sobre o messias, ele vai dizer: Ah, mashia já veio, foi Jesus. Como foi David, Salomão, Ciro etc.....

Porque se um judeu seguir os conceitos cristãos ele vai violar uma série de mandamentos do judaísmo conforme eu falei no começo deste artigo. Agora pode acontecer sim de um ou outro achar que Jesus foi o messias prometido, afinal, já passaram-se dois mil anos, mas se isso acontecesse, o judeu não iria segui-lo de forma cristã, e de forma alguma aliás, pois o judeu não espera um messias para segui-lo, mas para salva-lo de seus inimigos que querem destruir Israel. Simples.

Já dentre os messiânicos tem congregação unitarista, trinitarista, Yeshua é o mashia, Adonay shamá, judaísmo da unidade etc..... todos idolatrando o messias. Agora, onde diz na Torá isso? Que o messias deveria ser adorado pelos judeus quando viesse?

Na verdade a Torá diz que o messias seria Rei em Israel, um líder politico, mas reis não eram adorados, pelo menos não pelos judeus. Alguns eram até combatidos pelo povo ou pelos profetas. Vide o Rei Saul, Ezequias, Rei Conias etc..... Existe a igreja do Rei David por exemplo? Outras profecias messiânicas também dizem inclusive que se o messias pecasse seria punido, demonstrando que na concepção velho testamentária o messias seria um homem sujeito as mesmas coisas que os demais, não um semi deus ou deus encarnado.

Observe por exemplo na profecia do filho de David que os cristãos insistem em atribuir a Jesus, mas é sobre Salomão, que Deus disse que ele lhe seria por filho, e se viesse a pecar, o açoitaria com varas de ferro. Notaram a diferença? No judaísmo o messias ou os messias, são tão humanos que Deus já adverte que eles podem vir a pecar e se o fizerem seriam castigados por Deus, mesmo Deus o tendo como um filho.

Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho; e, se vier a transgredir, castigá-lo-ei com vara de homens, e com açoites de filhos de homens. 2 Samuel 7:14

Não é um semi-deus, não é a kehilá do Eterno, não é nada disso, é um homem que Deus ungiu mas que como qualquer outro homem pode vir a pecar. Porque o conceito de messias não é de um deus ou de uma pessoa de nenhuma trindade, mas de um homem, mortal e sujeito a falhas como todos nós. Quem de nós não tem pecados?

Segundo a escritura, Moisés matou um Egípcio e pecou no deserto. Jeremias teve medo. David adulterou com Betsaba. Salomão erigiu altares a deuses pagãos. Os reis de Israel, cada um fez mais erros que o outro. Daniel foi castrado e servia na corte de Nabucodonossor e assim por diante. Todos ungidos de Deus foram falhos porque eram humanos e mesmo assim todos foram especiais para Deus de alguma forma e nenhum foi idolatrado por isso. Só no cristianismo que o messias vira um semi deus, parte e igual ao próprio deus, e agora no judaísmo messiânico.

É engraçado até que os cristãos insistem que essa profecia de 2Samuel 7:14 se refere á Jesus, mas quando alguém cita o trecho que diz: "Se ele vier a pecar" eles ignoram porque para eles Jesus é Deus!!! Então Deus profetizou que enviaria a si mesmo em outra pessoa da trindade e se ele mesmo viesse a pecar ele mesmo se auto castigaria é isso??

Outros conceitos como o pecado original não existe no judaísmo e é inclusive antagônico ao mesmo. O judaísmo não prega que todos somos pecadores porque Adão pecou. Ao contrário, diz que todos nascemos sem pecados, e que outros fatores levam o homem a pecar. Conceito como salvação pela fé, trindade, dualismo, apocalipse, etc... são todos ausentes no judaísmo, mas, presentes nas kehilas desses supostos judeus messiânicos.

Só lembrando que a maioria desses conceitos são pós Jesus, então são cristãos, e os judeus messiânicos alegam que estão fazendo uma teshuvá, um retorno para o judaísmo tradicional, bíblico, pregando uma série de conceitos que nunca existiu no judaísmo bíblico.

Um exemplo, regras alimentares. O judeu não pode comer certos alimentos porque são proibidos pela torá. Mas segundo o novo testamento, Pedro teve uma visão de um lençol dando a entender que se podia se comer de tudo. Então como fica o judaísmo messiânico diante disso? Pode-se comer de tudo ou só o que for cosher? Se pose-se comer de tudo Deus mudou então? Se não pode se comer de tudo porque o novo testamento em algumas passagens da a entender que sim?

Então existe uma série de problemas dogmáticos, teológicos envolvendo esses pastores que ficam se intitulando judeus messiânicos. Não é simplesmente na crença se Jesus foi o messias ou não, mas envolve conceitos profundos e milenares que a maioria deles, desconhece.

E é engraçado né que hoje que o mundo é mais democrático todo mundo quer ser judeu. Quando os nazistas estavam no poder ninguém queria né. Aliás, ninguém quis nos últimos dois mil anos. Eu fico imaginando se um dia o Islã tomar o Brasil num exemplo hipotético. Imagine o Brasil controlado pelo estado Islamico e a Sharia imposta a todos cidadãos. Ai eu queria ver quantos desses ainda vão se dizer judeus. Acho até que alguns vão dizer que sim, mas que são judeus que aceitam Jesus como o islã. Ai sim o que já é uma confusão iria ficar mais confuso ainda. Iriam surgir com certeza as kehilás messiânicas yeshua é o mashia e Mohamed o profeta!




Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de SatanásApocalipse 2:9
Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo.Apocalipse 3:9


Sem mais, paz á todos!

sábado, 29 de abril de 2017

TERRA PLANA E O VÍRUS DA FÉ

TERRA PLANA E O VÍRUS DA FÉ

O nosso cérebro é que nem um HD de um computador. HD significa Disco Rígido ou hard disk em Inglês. A sua função é armazenar dados para o processador utilizar. Segundo cientistas o cérebro humano é o maior HD biológico muito mais potente e com muito mais capacidade que qualquer HD tecnológico. E também tão frágil quanto.

Quando uma fábrica produz um HD ele é virgem de informações, portanto inútil. O proprietário dele é quem vai inserir as informações, no caso um sistema operacional que vai determinar as funções que esse HD deve executar. O sistema mais popular atualmente é o windons mas existem outros. Na Rússia parece que o sistema Linux é o mais popular. E esses sistema é quem vai determinar as funções, como por exemplo, transformar dados em imagens, em vídeos, em áudios ou até mesmo em texto, como este que eu estou escrevendo agora. Na verdade cada vez que eu teclo qualquer letra, eu estou apenas inserindo dados, ou, um sistema binário de zeros e uns. O processador pegas esse monte de zeros e uns armazenados no HD e o transforma em um texto que possibilita que as pessoas leiam.

O nosso cérebro é exatamente assim. A gente nasce virgem de informações. De qualquer informação que seja, desde as nossas funções mais básicas.A gente nasce sem saber nem sequer o nosso próprio idioma! Antigamente era até comum, não sei se muito hoje em dia, os casais chamarem-se de mãe e pai, para os filhos aprenderem a chama-los assim, porque já houve muitos casos de crianças que quando começaram a falar chamavam a mãe de benzinho, de amorzinho ou pelo nome próprio dela, e o pai de forma semelhante, porque ouviam o casal se chamando assim.

Quando a gente nasce a gente não sabe falar, comer, andar, nada! Nosso cérebro é um HD virgem aguardando informações para nós podemos executar as funções. No nosso caso essas informações são inseridas através dos sentidos principalmente do ouvir e ver.

Teve um caso uma vez no Brasil na década de 20 se não me engano que umas missionárias cristãs japonesas fundaram um orfanato mas elas não falavam muito o Português. Então em pouco tempo as crianças orfãs começaram a falar Japonês, mesmo sendo Brasileiras, e não conheciam o Português o que levou a mudanças drásticas no orfanato.

Da mesma forma, ninguém nasce com nenhuma religião. Ninguém nasce cristão, Hindu, judeu etc..... O nosso cérebro não sabe nem como se alimentar direito que dirá ter uma crença religiosa! As informações religiosas são inseridas pelos pais. O individuo cresce vendo e ouvindo seu Pai/mãe professando uma fé e ele vai aos poucos absorvendo aquilo. Até simples exclamações como "Ai meu Deus" são informações que são absorvidas pelo cérebro e processadas levando a crença em um Deus.

Os ateus costumam dizer que todo mundo nasce ateu, e eles tem razão nisso, porque se não fosse a religiosidade dos pais, ninguém teria nem sequer a crença religiosa. A maioria das pessoas religiosas não se converteram a sua religião em um determinado momento de sua vida, elas já nasceram sob essa influência. Os cristãos não cresceram ateus e após lerem o novo testamento se convenceram de que o cristianismo era a verdade e se converteram. Na verdade eles já absorveram a religião de seus pais e de seu meio cultural. Então seu cérebro tenta se convencer de que tudo aquilo que ele absorveu é a verdade. Na verdade existem poucas conversões nas religiões de uma para outra, a maioria apenas de segmento dentro da mesma, como um católico que se torna evangélico ou um espirita que se torna adventista, mas tudo dentro do mesmo sistema.

É comum ouvir de todos religiosos, todos, de qualquer religião que seja que sua crença é a verdade! O que torna essas pessoas extremamente sortudas de nascerem na religião certa, no meio de um planeta com milhares de religiões diferentes. E o número de fiéis dessa mesma religião faz a pessoa ser convincente de que a sua religião é a verdadeira. O judaísmo é a verdade porque a Torá, livro sagrado dos judeus diz que é. O cristianismo é a verdade porque o novo testamento, livro sagrado dos cristãos diz que é. O islamismo é a verdade porque o Alcorão, livro sagrado dos muçulmanos diz que é. E assim por diante. Meu blog por exemplo, é a verdade, porque eu, autor do mesmo, digo que é. Simples! kkkkk Afinal se Jesus se disse messias, Paulo se disse apóstolo, Maomé profeta e todo mundo aceita, então eu não posso ser questionado!

Adicionar legenda


Em um sistema operacional, o HD recebe as informações que serão utilizadas pelo processador como o cérebro humano. Mas quando esse HD recebe um vírus, isso compromete o funcionamento do sistema. Um vírus pode impedir o sistema de ler um arquivo ou de reproduzir um vídeo por exemplo, porque o vírus compromete as funções do sistema, variando das mais básicas, ou as mais complexas. E a mesma coisa é a fé.

A fé é considerada saudável por muitos por regerem as pessoas para o bem. Pessoas que tem tendências criminosas por exemplo, controlam seus instintos por serem regidas por uma determinada crença. Pessoa mudam seu comportamento, atitudes e até filosofias por crerem em algo e isso é realmente muito bom. O problema é quando a fé compromete funções básicas do sistema.

menino diabético morreu após seus pais evangélicos lhe obrigarem a fazer Jejum
Houve vários casos por exemplo no Brasil e no mundo, de pais que deixaram seus filhos morrerem por falta se socorro médico, porque o invés de levarem seus filhos a um hospital, apenas oraram por eles. Proteger a criar é um instinto primitivo e básico presente em todos os animais. Qualquer animal que seja, um urso, um cachorro ou uma ave tem por instinto natural proteger e alimentar seus filhotes. E os animais o fazem por instinto mesmo uma vez que não raciocinam. Já o homem que tem a capacidade de raciocinar deveria ser mais protetor inda, nem que seja pela lógica. Mas a partir do momento que um pai ou uma mãe que gerou um filho, se nega a leva-lo a um atendimento médico por creditar que apenas com suas orações pode cura-lo, ai a fé se torna um vírus que compromete seu sistema lógico.

Testemunhas de Jeová e racionalistas Americanos por exemplo, já impediram que seus entes queridos fizessem cirurgias porque acreditam que a bíblia proíbe transfusão de sangue, mas, não proíbe. O filho do ator Americano Jhon Travolta por exemplo, que pertence a esta seita, faleceu por ele ter impedido os médicos de lhe fazerem uma cirurgia com transfusão de sangue.

Só uma pessoa doente recorre á justiça para impedir que um médico salve seu ente querido! 


Isso vai contra os instintos básicos do ser humano e contra a própria fé inclusive, que exorta a vida. Mas a partir do momento que pessoas preferem chorar a perda de um ente querido por negligência, acreditando que estão agradando a um Deus com isso, isso é apenas o vírus da fé que infectou o HD.

Crianças Jihadistas
Na Palestina por exemplo, é comum crianças jihadistas, crianças que são treinadas a morrerem pela causa de Aláh, a jihad. Não vou conseguir colocar o vídeo aqui no blog mas tem no youtube, chama-se "Crianças jihadistas". E essas crianças não são voluntárias espontâneas, são os próprios pais que as induzem a irem. Em um ônibus elas cantam felizes: "Óh mãe não fique triste porque eu escolhi morrer pela Jihad, e matar judeus" O repórter pergunta se seus pais sabem disso e o garoto responde que foram seus pais que o obrigaram a isso!


Um mãe que gera um filho, carrega nove meses no ventre, amamenta e tal, é difícil entender como ela pode sentir prazer sabendo que seu filho querido vai morrer por uma causa, por uma crença. Aí os
Exército de crianças do Estado islamico
Palestinos atacam israel de alguma creche, hospital ou escola, aí os Israelenses avisam que vão destruir aquela célula terrorista identificada pela inteligência de Israel, e os Palestinos colocam essas crianças lá propositalmente e elas vão voluntariamente, aguardar o contra a ataque de Israel, porque sabem que isso vai comover a mídia internacional. Jornais do mundo inteiro vão noticiar que Israel matou crianças Palestinas e as páginas cristãs vão espalhar isso.
Claro que as mães muitas são vitimas, pois em Países Islâmicos as mulheres não tem voz alguma!

Golda Meir chegou a dizer uma vez: "Podemos perdoar os Palestinos por terem matado nossos filhos, mas nunca vamos perdoa-los por terem nos feito matar os filhos deles"

De fato, o alcorão parece não condenar o suicídio se for por uma causa ou por Aláh. Chega a prometer setenta virgens no Paraíso para quem cumprir certas determinações do alcorão. E os muçulmanos acreditam nisso. Não sei para que um espirito vai querer virgens no céu se espirito não faz sexo, mas eles devem creditar que sim. O próprio jesus a quem eles respeitam disse respondendo a uma pergunta sobre o mundo espiritual que as pessoas seriam como anjos, que não se casam e não se dão em casamento, ou seja, assexuadas.

Mas isso é o vírus da fé. A fé pode ser utilizada para o bem ou para o mau. Pode ser uma coisa boa ou uma perdição, depende da forma como ela rege cada pessoa. É tipo nossa Yetzer (inclinação) que eu já escrevi sobre neste blog, que pode ser yetzer hará (inclinação para o mau) ou yetzer hatov (inclinação para o bem).

Menino Hindu usa o alimento apenas para produzir
alimento, mas não como alimento
Os Hindus por exemplo, sem querer parecer preconceituoso ou xenófobo, são um povo subnutrido pelos padrões mundiais. São fracos, pequenos e com mais propensão a doenças genéticas. Por que? Porque eles não tem a proteína animal, carne. E por que? Porque segundo a crença deles comer carne é proibido, eles são vegetarianos por crença. A vaca é considerada sagrada e não pode servir de alimento ao homem. Eles ignoram a evolução quando nossos ancestrais sobreviveram a um planeta até então hostil comendo carne, sua proteína, utilizando sua gordura para se aquecer, sua pele para fazer vestes etc..... Mas segundo seus livros sagrados isso é proibido.

Já teve casos de Hindus pobres que morreram de fome em um lugar cheio de vacas. É o mesmo que alguém morrer de sede em um rio. E nesse ponto eles se assemelham aos TJs que citei acima, que priorizam códigos morais que eles consideram divinos a vida humana.

O judaísmo é a única religião que eu faço uma exceção por ser mais coerente nesses pontos. Apesar de seguir uma lei rigorosa, a Torá, o judaísmo diz que a primeira lei é a vida e que a Torá foi dada para produzir vida, portanto se um judeu tiver que violar uma lei ou todas para salvar sua vida isso não é pecado. Por exemplo, se um judeu estiver passando fome e alguém lhe oferecer alimento e esse alimento for carne de porco que é proibido de se comer pela Torá, o judeu pode comer sim, porque ele estará se aliementando para salvar sua vida. E isso vale para qualquer lei do judaísmo.


O judaísmo proíbe colocar a vida em risco, proíbe esportes que possam ser perigosos, proíbe práticas que atentem contra  saúde e a vida etc..... porque eles priorizam a vida. Um pai judeu jamais ficaria orgulhoso por exemplo, de ter um filho jihadista e jamais deixaria seu filho morrer por falta de assistência médica, ou de uma cirurgia, de uma transfusão ou qualquer coisa assim. Ainda que a crença judaíca não proíbe nada dessas coisas, mas se proibisse, o judeu violaria a lei para salvar seu ente querido. Até porque o judaísmo não é bem uma religião apesar de existir a religião judaica, mas
os judeus não se definem assim. Existem mais judeus seculares que religiosos inclusive, então o judaísmo não se contamina tanto com o vírus da fé. tem judeus fanáticos? Tem sim, sempre tem, principalmente aqueles ortodoxos que vivem arrumando confusão em Israel , agredindo até mulheres e crianças. Mas são uma minoria.

Aquela mulher esta sem véu, é uma prostituta!_ Dizem alguns ortodoxos para as mulheres soldados que estão defendendo eles mesmos! É o vírus da fé. Um judeu assim é tão imbecil quanto um cristão dos citados acima.

Na idade média, a igreja dominante era totalmente contra a ciência quando esta ia contra suas crenças. Todos conhecem casos como de Copérnico ou Galileu por exemplo, condenados pela igreja que na época acreditava que a terra era plana e o centro do universo. Não é muito diferente dos imbecis terra planistas de hoje. Segundo cientistas, a igreja católica atrasou o progresso da humanidade em mil anos por causa de sua ignorância.

Mas a igreja católica pelo menos evoluiu. A igreja superou dogmas, investiu em ciência e hoje incentiva seus padres a a estudarem inclusive, financiando até suas faculadades. O Vaticano tem até um observatório e um telescópio chamado lúcifer (portador de luz). Que mudança para quem a séculos atrás perseguia os atrônomos.

Lúcifer inclusive que é um título que Jesus utiliza para sí no apocalipse, é segundo a crença evangélica o ser do mau, o capiroto. Porque enquanto a igreja católica evoluiu e se adaptou aos novos tempos, a crença evangélica retrocede o tempo todo e faz um retorno a idade média. Em várias igrejas evangélicas, principalmente as pentecostais, pastores fazem rituais de cura, para expulsar os demônios que estejam causando enfermidades nos fiéis. Em pleno século XXI as pessoas acreditam mesmo que doenças são causadas por demônios!

Doenças são causadas por vírus e bactérias, ou outros fatores, como uma inflamação, uma má alimentação por exemplo ou qualquer outro fator externo, mas não por espíritos. De forma semelhante, os espiritas que alegam ser uma crença cientifica também acreditam que espíritos podem provocar doenças e em pleno século XXI! Por isso que vira e mexe nós vemos esses casos de Pais que não levaram seus filhos aos médicos, porque essas crenças misticas os convencem de que espíritos são os causadores de doenças então quando seus filhos adoencem, eles oram, dão um passe, acendem uma vela e pronto. Passes, orações, preces etc.... não combatem vírus, bactérias etc..... Só causa um tolo conforto em quem faz acreditando que fez tudo que pode quando na verdade não fez nem um décimo do que podia, ter levado ao médico.


Um vírus é isso, é algo que compromete um sistema, impede o processador de raciocinar!

Uma bactéria por exemplo, apesar de poder causar doenças, ela não é má. Na verdade quarenta por nosso corpo é composto de bactérias. Se não fossem as bactérias nós não faríamos nem sequer a digestão dos alimentos, porque no nosso estomago são essas boas bactérias que auxiliam na digestão.  A vida na terra evoluiu a partir de bactérias inclusive. Já uma outra bactéria por exemplo pode matar todo seu organismo. Da mesma forma são os dogmas e crenças.

Crêr que Deus te mandou amar ao próximo por exemplo, pode ser não só bom como vital. Crêr que um Deus te mandou matar ao próximo pode ser nocivo! Então vamos chamar nesse artigo análogo os dogmas de bactérias.

Todas religiões do mundo possuem pontos em comum e diferenças gritantes. Judeus e muçulmanos por exemplo, são monoteístas e não comem carne de porco. Cristãos e Hindus acreditam em homens deuses que vieram para nos salvar. Budistas e Kandomblécistas acreditam na força da natureza e na sua preservação. São pontos em comum apenas.

Então os bons pontos em comum são como bactérias. Nós não sabemos sua verdadeira origem mas são uteis de alguma forma ao homem, como por exemplo, não matar, não mentir, amar ao próximo, praticar justiça e caridade etc.... São bactérias que auxiliam no funcionamento do organismo.

Já pontos ruins ou que prejudicam, como matar os que não são da sua religião por exemplo, são más bactérias que podem levar a morte.

Então a fé pode ser uma coisa boa ou um vírus que infecta seu HD (cérebro). Deuses não mandaram matar, estuprar, roubar, mentir, tripudiar, enganar, negligenciar etc.... Qualquer um que faz isso como nos casos citados acima, são apenas infectados por vírus. Crenças que nem eles mesmo conseguem provar, nem sabem como se originaram nada, mas apenas crêem cegamente sem questionar. Como cães adestrados.

Os terra planistas por exemplo, são os mais contaminados por esse vírus, e o que é pior, é que els contraem o vírus do youtube. Assistem um cara carismatico lá qualquer falando que acha que a terra é plana, sem prova alguma, sem base cientifica alguma, com os maiores absurdos do mundo, e eles simplesmente acretidam! Ò meu Deus, a terra é plana! E esse vírus é extremamente forte, que faz com que seus infectados negem qualquer argumentação lógica, a ciência e até mesmo a própria fé.


Recentemente um terra planista Americano, morreu ao pular de um prédio para tentar provar que a gravidade não existe, que era uma farsa iluminati! PQP!

O 171 aqui do Brasil que propaga esse vírus diz que o sol e a lua possuem o mesmo tamanho, e que a bíblia diz que a terra plana. Dois erros, primeiro que segundo a bíblia que ele diz crêr afirma que Deus fez dois luminares sendo um menor para a noite e um maior para o dia, portanto nem a bíblia atesta que são dos mesmo tamanho, e olha que isso foi escrito há milênios antes de Cristo. Segundo que a bíblia também não fala que a terra é plana mas utiliza a linguagem da época se referindo a circunferência da terra que pode ser entendido como qualquer um dos lados quiser. E mesmo se dissesse isso foi escrito em uma época em que se acreditava que a terra era plana, portanto, eles escreviam de acordo com o conhecimento deles da época.

Eles ignoram a lógica e a razão e prejudicam gratuitamente pessoas inocentes contaminando-as com esse vírus imbecil. Assim como o Americano que pulou de um prédio, nada impede que um imbecil Brasileiro ou de outro lugar faça o mesmo por acreditar mesmo nesse absurdo!

Um rapaz próximo de onde eu moro por exemplo, em uma favela, trabalha até hoje em uma firma. recentemente ele me disse que não entende o porque o patrão dele ter promovido para um cargo melhor um outro funcionário que tem bem menos tempo que ele na firma. Eu respondi perguntando: "Será que é porque você acredita que a terra é plana?"

Porque nenhum patrão do mundo vai dar um cargo de mais confiança e de responsabilidades para um imbecil que em pleno século XXI acredita que a terra é plana porque viu um videozinho no youtube de um malandro! Se o cara é tão imbecil ao ponto de negar a lógica e a razão, imagina então se o mentor dele do youtube, que controla sua mente, disser que os patrões são maus e que as firmas são iluminatis e que devem ser destruídas? No outro dia a firma do cara vai ta só em cinzas!

Eu que já fui um grande gerente inclusive, eu promovia funcionários aptos, inteligentes, que faziam cursos, que aprendiam algo, que mostravam sensatez, lucidez etc.... Não malucos que negam a ciência e a utilizam todo dia. Aliás, nenhum patrão faria isso.

A gente em um país pobre, cheio de vitimização por causa da esquerda. E os jovens que moram em periferias e favelas, que já possuem bem menos oportunidades, ainda se deixam contaminar por esse vírus, não crescerão nunca! Um dos meus maiores orgulhos na minha vida é ver hoje, alguns destes jovens com bons empregos, que conseguiram mudar de vida, dar uma ajuda melhor para seus pais, e graças a terem estudado quando eu exortei a isso. Conseguiram crescer em seus empregos, impressionaram seus patrões e hoje estão em um patamar melhor. E isso eu vou levar comigo sempre!

Mas fico P da vida em ver malandros na internet, que tem preguiça de trabalhar, arrumar um emprego, que usam como meio de sustento a mentira, a enganação, e a desinformação porque sabem que isso gera views na internet e fazem isso para viverem de adsense do youtube não importa quantas vidas estejam prejudicando.

Homens barbados, com saúde pra trabalhar pregando merdas na internet!

Não tem mais nem vergonha na cara e nem senso de ridículo! O cara da terra plana é tão imbecil que no vídeo que ele foi tentar provar a terra plana no mar ele mesmo provou que não é plana.





E agora estão pedindo dinheiro para tentar provar que a terra é plana. Vocês lembrar do Rubens né que quando a coisa apertava inventava uma mentira qualquer para pedir dinheiro né? Pois é, é a mesma coisa. Esses malandros descobriram um poço. E esse poço é a cabeça oca das pessoas. Eles cavam bem fundo para quando precisarem extraírem água a vontade!







Conforme eu já disse em outros artigos, portanto não vou me estender neste, vários fenômenos do planeta só são possíveis em um globo, como as estações do ano, os eclipses, as distâncias entre cidades, os dias e noites nos demais planetas etc......

Como por exemplo, o sol sendo apenas uma bolinha como eles dizem conseguiria iluminar Júpiter e saturno, planetas gasosos 17 vezes maiores que a terra e a milhares de quilômetros?  O mesmo pequeno sol, que segundo eles, é tão pequeno que ilumina apenas a metade desse disco que eles chama terra.

Como eles explicam o fato da distância entre Quebec no Canadá e Londres serem a mesma distância entre Buenos Aires e Joanesburgo? Porque no globo essas cidades possuem a mesma distância em longiotudes o que não acontece em uma terra plana. Levaria dias para ir por exemplo de Buenos Aires a Camberra, Austrália segundo o mapa da terra plana, porque essas capitais estaria em oposição nesse disco, portanto qualquer caminha que um meio de transporte pegasse, ele teria que cruzar milhares de quilômetros. O que nós sabemos no globo que são apenas poucas horas de viagem.









Observem a distância entre Buenos aires e Joanesburgo e depois entre Quebec e Londres nos dois mapas. É o mesmo tempo de voo, nove horas! Num mapa plano seriam tempos bem diferentes.



Como eles explicam o fato de todos os planetas serem esféricos? O que sustenta a terra plana e impede ela de se esfarelar no espaço? Porque o acumulo de massas é que mantém os planetas e toda massa forma um bolo, uma esfera, nunca um plano.


Como eles explicam um eclipse lunar? Já vi a explicação imbecil deles e sinceramente é ridícula! Mas em um eclipse nós vemos a sombra da terra, nosso planeta na lua e ela é esférica. E por ai vai....

Fora que segundo eles o mundo inteiro é enganado. Um engenheiro por exemplo, que estuda por anos e projeta um avião por exemplo, segundo eles é apenas mais um enganado, o malandro do youtube é que o grande cientista! Um astrofísico que passa a vida estudando os corpos celestes não deve saber nada de física, o malandro do youtube que não sabe nem sequer equilibrar uma tesoura em uma ponta só é que deve saber, afinal, eu dou dinheiro pra ele!


Os caras são tão malandros que só não dão tapa na cara dos seguidores porque é virtual, porque se fosse pessoalmente eles dariam e diriam: "Vai vadia, me da logo dinheiro e cala a boca!Agora vai propagar minha merda por aí porque eu preciso de mais dinheiro" Seus seguidores parecem mulher de malandro literalmente.


Engraçado que quando um malandro adoece ai a ciência tem valor! O Valdemiro quando precisa corre para o hospital Albert Eistein, mesmo ele dizendo que pode curar as pessoas. O mesmo é esse malandro terra planista, quando ele precisa por exemplo de um meio de transportem, aí ele utiliza e confia na tecnologia, mesmo sabendo que aquela tecnologia foi baseada em um globo.

Como diz o ditado, só existe o malandro porque existe o Otário!

"Olha Otário, eu estou te usando, te imbecilizando e atrapalhando seu cresciemnto mental e/ou profissional. Mas eu posso provar que eu estou certo. Eu só preciso que você me de dinheiro pra isso, já que você trabalha e eu não. Mas o lado bom é você não é um alienado não, os que trabalham em bons empregos porque estudaram de verdade pra isso é que são OK"

Uma pessoa doente ou infcetada não deve ser julgada, ninguém pede pra ficar doente. Mas um doente que propositalmente quer infectar os outros, isso já é criminoso! "Ah, Ronaldo eu contrai HIV!" tudo bem, aconteceu, vamos procurar um tratamento. "Não, eu vou passar HIV pra todo mundo" Ai não da.


E o tratamento para qualquer vírus de crença é o estudo. Eu sempre dizia neste blog: "Quem estuda sabe, quem não estuda acredita" Porque o estudo é o único remédio para combater crenças, sejam quais forem. Religiosas, imbecis, malignas ou terra planistas a pior de todas.


O estudo é gratuito e hoje com a era digital as pessoas tem muito mais acesso a informação que nós em nossa época. O estudo abre portas, caminhos e a mente! Estudem! Não pesquisem em blogs de internet e nem em canais no youtube, estudem! Porque com a mesma era digital surgiu uma epidemia de imbecilidades, e se a gente não se vacinar logo, a gente pode se contaminar! Instale o anti vírus "ESTUDO" no seu HD para protege-lo!

Paz a todos!
Ronaldo




quarta-feira, 26 de abril de 2017

Porque não sou muçulmano

Um pouco sobre o Islã

Há muito tempo atrás no meu canal, um amigo meu que acompanhava meus estudo me disse que devido aos meus estudos estava pensando em se converter ao Islã. Isso porque por incrível que pareça meus estudos tem pontos semelhantes com a teologia Islamica e eu não nego isso, como por exemplo a não crença em uma trindade, no apostolado de Paulo ou em um Jesus divino. Na verdade qualquer pessoa que estudar as escrituras perceberá que jesus nunca se disse Deus ou uma segunda pessoa pessoa de uma trindade. E nisso eu concordo com os muçulmanos.

E muitas pessoas me perguntam o porque então eu não sou ou não me converto ao Islamismo, afinal, temos pontos teológicos semelhantes. Eu até admiro a profunda fé dos muçulmanos e seu monoteísmo. Aliás, para quem não sabe, um judeu pode orar em uma mesquita muçulmana já um cristão não, e isso de acordo com ambas as religiões, judaísmo e Islamismo. Porque ambos são monoteístas. Os cristãos são considerados idólatras por ambos, porque veneram um homem como se fosse Deus, Jesus.

Só que apesar de pontos em comum eu tenho bem mais diferenças ideológicas com o Islã que semelhanças. E o principal ponto de discordância com o islamismo é justamente o fato de não se poder falar do islamismo. O Islã geralmente abomina qualquer tipo de critica a sua religião e dependendo da critica e do tom pode ser perigoso inclusive. Por isso eu jamais seguiria uma religião que se considera uma revelação divina mas não consegue contra argumentar criticas e refutações sem ser com violência.

Eu não vejo lógica em um Deus que precisa de suas criaturas para se defender, ou que tenha transmitido uma palavra divina mantida pelo medo e intimidação. Milhares de pessoas no mundo criticam jesus e os profetas e essas religiões não diminuem por isso e nem precisam que seus membros cometam atos extremistas para defende-los. Então a primeira coisa que o Islã deveria re-avaliar é isso. Vide por exemplo o canal de humor porta dos fundos, que vira e mexe satiriza os personagens bíblicos e Jesus. Os cristãos xingam e xingam mas não vai além disso. Uma revelação divina pela lógica se sustentaria por sí só.

Um ateu famoso Americano, Bill Washer se não me engano, disse uma vez que o Deus dos muçulmanos torna-se fraco por precisar que suas criaturas o defendam, ou, que façam o trabalho sujo. Como exemplo ele disse que é ateu e que seu Deus é a ciência. E o seu deus ciência diz que se você pular de um prédio você vai morrer. Ninguém precisa acreditar no deus ciência e os ateus não precisam matar ninguém por isso, basta a pessoa que não acredita nesse deus o por a prova e pular de um prédio que o próprio deus ciência mostrará que existe. Simples!

Fora que os muçulmanos alegam que seguem apenas Deus, que no caso eles chamam de Alah, e que Moisés, Elias, jesus etc... foram apenas profetas, homens mortais como eu e você que apenas foram escolhidos por Deus para transmitir sua palavra, assim como Mohamed. E nisso eu concordo com eles também. Mas quando alguém fala algo do profeta Mohamed todos sabem como ele reagem!  Ué? Se Maomé como nós chamamos, foi apenas um profeta como os demais, porque eles ficam tão irados ao ponto de matar quem falar mal do profeta? Isso não seria idolatrar o profeta?

Eu nunca vi um judeu matando ninguém por falar de Moisés, e se algum dia algum judeu fizesse isso ele seria considerado idólatra pelo judaísmo, por ter tirado uma vida para defender um mero mortal, Moisés! Por mais que Moisés tenha sido um grande profeta, ele foi apenas um mensageiro de Deus, não Deus, portanto, passível de criticas como qualquer ser humano. Já Mohamed que os muçulmanos dizem também ter sido apenas um mensageiro de Deus, é tratado quase como um deus ao ponto deles matarem quem o critica. Isso não seria idolatria?

O mesmo profeta disse ou citou em suas sutras que o islã deveria ser protegido e que os infiéis que falassem contra o Islã deveriam ser mortos. Isso nós não vemos nos demais profetas, como Jesus ou Moisés por exemplo. E Eu digo citou porque segundo a tradição Maomé foi analfabeto e quem teria escrito as sutras do Alcorão foi um de seus seguidores enquanto Maomé ditava.

O alcorão diz que os muçulmanos devem seguir e respeitar os que vieram antes deles, se referindo aos profetas e Jesus. Tanto que o alcorão fala mais de Jesus que de Maomé. Mas o que os profetas ensinaram e Maomé são coisas antagônicas o que torna difícil iguala-los teologicamente. Jesus por exemplo disse para amar os inimigos e dar a outra face o que não vemos no alcorão. Tanto Jesus quanto Moisés disseram para amar ao próximo como a sí mesmo. Já o alcorão discrimina e inferioriza os infiéis chegando ao ponto de demoniza-los. cada vez por exemplo que acontece um atentado extremista em algum País Europeu, muçulmanos seculares mesmo de vários Países comemoram e celebram a morte de infiéis. Então essa mensagem é antagônica a dos profetas anteriores.

Jesus por exemplo, em sua mensagem, ainda que muitos cristãos não saibam disso, muita coisa que ele disse ele apenas extraiu do velho testamento, como amar ao próximo por exemplo que esta em levitico 19. Portanto, por mais que Jesus tenha trazido uma mensagem nova, nós encontramos muitas semelhanças entre seus ditos e dos profetas judeus anteriores. Já na mensagem de Mohamed não. O velho testamento por exemplo, manda os judeus tratar bem os estrangeiros que peregrinarem em sua terra, pois eles foram escravos no Egito, e isso é uma das leis da Torá. Já o Alcorão exige que os muçulmanos cobrem um imposto obrigatório dos não-muçulmanos que não se convertem ao islã. Em praticamente todos Países muçulmanos existem conflitos e perseguições a minorias que não são muçulmanas.

Os profetas anteriores também disseram que o período dos profetas teria um fim. O próprio Jesus disse isso algumas vezes quando disse por exemplo: "A lei e os profetas até João" ou "Se alguém vier em meu nome dizendo Cristo me  enviou, não creiais" sinalizando o fim do período profético. Então como eles explicam o fato do profeta Mohamed ter surgido no século VI bem depois do período dos profetas?

Fora as contradições escriturísticas como o fato do alcorão dizer que Maria a mãe de Jesus se chamava Mirian e era irmã de Arão. A Miriam irmã de Arão era na verdade a irmã de Moisés. Então de alguma forma eles confundiram os personagens. Fora que os muçulmanos adoram citar os mitos do cristianismo mas no alcorão é dito que Mirian engravidou virgem, o que nós sabemos que também é um mito romano.

O Islã se gaba atualmente de ser a religião que mais cresce no mundo, estando a superar inclusive os cristãos. Mas também, uma religião que não permite sob hipótese nenhuma apostasia punindo com a morte, é até natural que ela cresça. O alcorão condena a morte quem deixa o islã. Um muçulmano não pode se tornar ateu por exemplo, ou se converter a outra crença a não ser que fuja para um outro país, porque senão é expulso da família, perseguido e em muitos casos morto. Isso faz do islã não apenas uma religião mas uma organização extremamente perigosa.

Jesus disse no novo testamento a chamada regra de ouro que é um preceito antigo tanto do judaísmo quanto de outros povos que diz : "Não faça aos outros o que não gostaria que fizesse a vós" condenou também o "dois pesos e duas medidas", portanto jesus e os profetas exigiam justiça. De fato o Islã também fala de justiça e exige que sejam feitos tribunais para pratica-las, as Sharias. Mas na prática esse conceito é apenas parcial no islã. Por exemplo: Muçulmanos exigem o direito de terem suas mesquitas em Países não-Islamicos e geralmente são atendidos por isso. Mas não permitem igrejas em seus Países e os poucos que permitem como o Egito por exemplo, que é um País mais ocidentalizado, essas igrejas constantemente sofrem ataques.

Como vemos o senso de justiça não é imparcial. Muçulmanos permitem que homens se casem com mulheres não-muçulmanas porque podem converte-las e aos filhos, mas não permitem que uma mulher muçulmana se case com um não muçulmano porque temem que ela se desconverta. Em suas preces públicas como na Árabia eles clamam a morte dos infiéis, mas vivem brigando contra o que eles chamam atualmente de Islamofobia em Países não muçulmanos, sendo que em nenhum País não-muçulmanos as pessoas pedem a morte de muçulmanos.

Então o Islã segue dois pesos e duas medidas. A justiça para eles só é justiça se beneficia eles mesmos. Por exemplo, uma mulher muçulmana que visita qualquer País tem que usar um véu porque é parte de cultura deles, ok. Mas uma mulher não muçulmana que visita seus Países não pode deixar de usar o véu e dane-se a cultura do povo dessa mulher.

O islã alega ser uma religião de paz e que existe apenas uma minoria extremista que envergonha o nome da religião. Mas na verdade é estranho uma religião de paz ter um livro sagrado que pede a morte de infiéis em várias sutras, prometendo inclusive virgens nos céus para quem matar os infiéis. O Islã historicamente nunca conviveu em paz com nenhuma religião vizinha e não estou falando apenas dos cristãos. Judeus, Hindus e Budistas até hoje se defendem e muito nas fronteiras com muçulmanos porque já foram historicamente atacados por estes. Até os monges budistas no Tibet, que são referência mundial de paciência e auto-controle atualmente exortam seus seguidores a praticarem defesa pessoal para se protegerem dos muçulmanos que sempre os atacam. A Índia é um dos países do mundo que mais investe em armamentos bélicos devido aos ataques dos vizinhos Paquistaneses que já ocasionaram várias guerras inclusive.

O Islã mais que uma religião, tem por objetivo a dominação global. O alcorão mesmo promete que um dia todo o planeta vai ser islamizado e todo muçulmano luta por isso. O sonho do islã é ver implementada a Sharia no mundo todo.

Na Indonésia por exemplo, era um País simples e de religião tribal até que o rei permitiu que um pequeno grupo de muçulmanos fizesse sua primeira mesquita. Em poucos anos eles foram convertendo todo mundo e forçando outros a conversão gerando ondas violentas de conflitos até que essa ilha se tornou o País com o maior número de muçulmanos do mundo. Só uma pequena parte vive isolada e mesmo assim protegida por militares, inclusive do Brasil, que sempre mantém tropas no timor leste, para proteger os não-muçulmanos dos muçulmanos a pedido da ONU.

Na Europa atualmente, onde eles já são um grande número em algumas cidades, eles instalaram vários tribunais da Sharia. Em Londres mesmo por exemplo, onde eles conseguiram inclusive eleger um prefeito muçulmanos Sadik Kadin, além dos 37 tribunais da Sharia reconhecidos pelo governo, eles possuem a patrulha da Sharia , uma ronda que vaga pela cidade reprimindo qualquer comportamento não-Islamico como tomar uma cervejinha com algum amigo, ou uma moça voltando do trabalho pra casa sem usar véu e assim por diante. E um detalhe, é que essas pessoas reprimidas pela patrulha são Ingleses e não muçulmanos.



Bairros muçulmanos na Europa, nem a polícia ou serviços de emergência como os bombeiros podem entrar. Seus líderes afirmam com todas as letras que estão trabalhando para impôr a Sharia em toda a Europa e que a Europa toda vai se tornar Islamica. Basta ver no youtube eles mesmo falando isso. O que mostra que o Islã não é apenas uma religião.



Na Europa inclusive, devido essa expansão Islamica, judeus de todos países estão fazendo Aliá, retornando para Israel, pois tem aumentado os ataques, o anti-semitismo, e durante os protestos Islamicos eles gritam publicamente "morte aos judeus".



Jesus disse certa vez que uma árvore se conhece pelos frutos. Então por todo esse contexto nós conhecemos bem o islã. Uma religião que doutrina suas crianças a odiarem judeus e não muçulmanos para perpetuar para as gerações seguintes o fundamentalismo Islamico:



Os muçulmanos acreditam que a Sharia é um meio para tornar a humanidade melhor, mais correta e mais decente, através de leis rigorosas e punições severas. Mas o ser humano é falho e sempre erra. Errou com a lei de Moisés que mandava apedrejar, errou com a advertência de um inferno de Jesus e erra mesmo sabendo das punições da Sharia, porque são humanos.

Reformadores muçulmanos tem surgido nos últimos anos e percebido isso, e arriscando suas vidas para tentar reformar o Islã.





Por fim, o Islã é anti-cientifico. Toda religião em excesso inclusive atrapalha o avanço cientifico, vide a idade média quando a igreja proibia estudos de heliocentrismo, ou recentemente que a mesma é contra pesquisas de células tronco por exemplo. Ciência e religião infelizmente dificilmente andam juntas. Um religioso crê tanto em seus livros sagrados que acaba atacando a ciência quando esta refuta seu livro sagrado. Um exemplo claro são os imbecis terra planistas que acreditam mesmo em pleno século XXI que a terra é plana porque a bíblia diz que é. E por falar nisso vários Imãs muçulmanos dizem o mesmo sobre a terra e que o heliocentrismo é uma farsa porque o Alcorão diz assim.



Na verdade o Islã contribuiu muito pouco em termos científicos para a humanidade, e justamente por isso. Por ser uma religião extremamente fundamentalista, rejeita e combate qualquer argumento que não esteja de acordo com o Alcorão, o que dificulta seu progresso cientifico. Nem mesmo as bombas que os terroristas explodem são criações deles, quem inventou a pólvora foram os Chineses e quem deu uso bélico para ela foram os Europeus. Se os muçulmanos tivessem conquistado todo o mundo conhecido na época das cruzadas como eles queriam, provavelmente hoje não teríamos aviões, automóveis, internet, nada. Estaríamos todos presos em uma eterna idade média.

Os judeus apesar de serem minoria no mundo foram os que mais contribuíram cientificamente para a humanidade em todos os campos da ciência, sendo inclusive um quarto dos ganhadores de prêmios nobel, porque o judaísmo exige estudo e não crença. Mesmo na idade média os judeus iam contra a igreja e criavam coisas cientificas. A maioria dos judeus são inclusive seculares, porque ser judeu não é bem ser da religião judaica, mas pertencer a um povo. Freud era ateu por exemplo. Einstein agnóstico e assim por diante....

Agora imagine um Einstein muçulmano tentando criar uma teoria da relatividade por exemplo ou tentando provar que a terra não é o centro do universo sem ir contra o alcorão! Seria improvável!



O Islã exige orações cinco vezes ao dia. Isso é uma maneira de psicológicamente enraizar o máximo que puder a pessoa na crença. A repetição prende o fiel. O induz a acreditar cegamente sem questionar. Somando a isso o medo e a intimidação eles conseguem ser uma religião forte expansiva e indissolúvel. Que não contribui em nada para a humanidade, mas mesmo assim forte.


Os cristãos, no Brasil e no mundo perdem muito tempo brigando entre si, sobretudo os evangélicos. Os evangélicos no Brasil inclusive, alguns gostariam de fazer aqui uma Jihad gospel, foram os que já fazem por conta própria. E enquanto eles perdem tempo com isso, com ódios e picuinhas infantis, eles vão perdendo espaço para essa religião forte que esta abraçando o mundo. Alguns evangélicos até admiram o Islã porque eles não tem imagens como os católicos. Mas se eles soubesse o real significado da palavra idolatria não pensariam assim.

Na verdade eles mesmos não durariam em um mundo Islamico!

Essa bobagem gospel que esses "pastores" incurtem na cabeça das pessoas de que imagens é idolatria e que os fiéis gentios devem seguir obrigatoriamente a lei dos judeus nesse ponto só gera ódio. Note que a raiva gospel é bem semelhante a raiva Islamica. Qualquer pessoa que tenta forçar entrada em uma aliança que não é sua fica assim atormentada e irada. "Deus proibiu de fazer imagens seus idólatras malditos!" Qualquer dia vou escrever sobre isso.

Se o Brasil fosse gospel ou muçulmano não teríamos nem o Cristo redentor no Rio de Janeiro porque para eles seria idolatria. O estado Islamico chegou ao absurdo de destruir relíquias arqueológicas da humanidade por terem sido feitas por povos pagãos, ignorando todo o estudo arqueológico e histórico feito. Imagine uma dessas duas crenças dominando o Brasil então.

Jesus disse que aquela geração de judeus do primeiro século seria destruída por ser má e incrédula. ! Nós não vemos em nenhum momento do novo testamento Jesus acusando os judeus de não cumprirem a lei, mas de serem MAUS naquela época! O Talmud diz o mesmo, diz que aquela geração do primeiro século era uma exímia cumpridora da lei, mas era má e perversa, Má. Eles tripudiavam uns dos outros e riam-se das desgraças alheias e não se amavam. O Talmud chega a dizer que o pai Abraão apareceu antes de sua queda intercedendo pelo povo e Deus lhe disse: Abraão, eu não vou puni-los por violarem a lei dessa vez, mas por serem MAUS, odiosos e raivosos! MAUS.

E é isso que o evangélico e o muçulmano não entendem nem a pau, nem desenhando e nem se o próprio Deus vier explicar-lhes: Não adianta seguir algumas leis dos judeus, não ter imagens de escultura mas serem MAUS. Não adianta ter templos sem imagens como as igrejas evangélicas ou as mesquitas, mas explodir milhares de fiéis gritando Alah é grande ou sair agredindo adeptos de outras religiões. Não adianta achar que esta uma lei que nem pra você era e sair invadindo terreiro e agredindo e até matando pais- de santo. Isso é ser MAU! Por isso tanto o velho quanto o novo testamento dizem: "MISERICÓRDIA QUERO E NÃO SACRIFÍCIOS" MISERICÓRDIA OK

Vejam a parábola de Jesus do publicano e do pecador, ou do evangélco/islamico e do secular. O religioso dizia: "Eu sou um cumpridor da lei, dou meu dizimo, e não sou um pecador idolatra como este católico aqui" Mas quem agradava mais a Deus segundo a parábola?

Ou no julgamento final que jesus disse que separaria os bodes e as ovelhas. Ele separaria por crença? Por pertencerem a uma determinada religião? Ou , pelo tive fome e me deste o que comer?

Por isso eu não sou Islamico. Eu como agnóstico, prefiro mil vezes mais um mundo católico onde as pessoas tenham milhares de imagens mas se amem, do que um mundo vazio cheio de regras e de pessoas vigiando pessoas 24 horas por dia esperando o próximo pecar para lhe atirar pedras! Gerações inteiras já foram destruídas por isso, e se nós aprendemos algo com o passado, eu tiro isso como lição. Melhor uma geração cheia de erros e pecados humanos mas que se ajuda, se ama e se apóia, do que uma geração hipócrita que se odeia e que odeia a tudo e a todos que não segue os mesmos preceitos que você.


Paz a todos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...