sábado, 14 de maio de 2011

O capitulo 29 de Atos

O livro de Atos, tendo 28 capitulos, termina abruptamente, deixando o leitor em suspense:

"31 pregando o reino de Deus e ensinando as coisas concernentes ao Senhor Jesus com toda a intrepidez, sem impedimento"

É o único livro que não tem uma finalização formal. Dos 27 livros do novo testamento, apenas dois não trazem um final explicito: Atos e a carta de Tiago. A carta de Tiago, contudo, possui recomendações finais aos leitores, demonstrando o seu final. Atos, porém, parece não ter fim. No codex sinaiticus, no entanto, o livro tem um ultimo capitulo.

Alguns estudiososn creem que o final de Atos teria se perdido. Outros, que teria sido terminado por Lucas após o martirio de Paulo. Outros acreditam que não tem final porque os crentes atuais estariam vivendo seu final, a igreja moderna. Dentre outras teorias....

Durante o reinado de Luis XVI (1774 a 1793), um cientista francês C.S.Sonnini viajou por ordem do rei ao oriente médio. Durante sua passagem pelo império Otomano, Sonini recebeu um presente do sultão Abdoul Achmet.

O presente recebido por Sonini era uma verdadeira reliquia: uma cópia de um manuscrito em grego do livro de Atos contendo o seu encerramento: o capitulo 29! O manuscrito fora descoberto nos idos de 1780, nos arquivos de Constantinopla, no mesmo local onde o didaquê havia sido encontrado.

Sonini traduziu a parte final de Atos do manuscrito grego para o francês e para o inglês. A tradução para o inglês foi encontrada em uma cópia do livro de Sonini "Viagens na Turquia e na Grécia", pertence à familia de Sir.John Newport, da Irlanda. O livro continha o brasão da familia de Sr.Newport, e uma cópia da permissão do sultão da Turquia para que viajasse em partes do dominio Otomano. O capitulo final de atos foi publicado no inglês em 1799.

Um dado importante que temos para legitimar o manuscrito de Sonini é que de fato, sabemos que a viagem de Paulo à Espanha e possivelmente a outras regiões da Europa atual de fato ocorreram. A narrativa acerca da viagem de Paulo, passando também pela Espanha, é coerente com o que é relatado em Romanos 15, 23-29:

... Assim que, concluído isto, e havendo-lhes consignado este fruto, de lá, passando por vós, irei à Espanha"

Vemos aqui que de fato Paulo tinha a intenção de ir á Espanha.
A geografia de Atos 29, além de perfeita é totalmente condizente com o mundo romano do primeiro século.
Um bom exemplo disso é o porto romano de Rafinus, conhecido na Inglaterra dos dias atuais com "Sandwich" (em Kent). O mais impressionante é que há uma história corrente naquela região de que Paulo teria de fato a visitado. Na época dos Saxões havia uma casa naquele exato local que havia sido chamada de "Casa dos apostolos". Tais evidências tornam muito improvavel a não-autenticidade do manuscrito Sonini.

Vejamos o final deste capitulo, baseado na tradução de Sonini e na versão em inglês do codex:

1 E Paulo, cheio das bênçãos de Cristo, e cheio de espírito, partiu de Roma, determinado a ir para a Espanha, pois tinha há muito tempo proposto fazer uma viagem para lá, e estava disposto a andar dali para a Bretanha.
2 Porque ele tinha ouvido na Fenícia que alguns dos filhos de Israel, no tempo do cativeiro assírio, escaparam pelo mar para "ilhas de mais longe"[1], como dito pelo profeta, e chamadas pelos romanos de Bretanha.
3 E o Senhor ordenou que o evangelho fosse pregado longe daqui para todas as nações distantes daqui e às ovehas perdidas[2] da casa de Israel.
4 E ninguém impediu Paulo: pois ele testificou corajosamente de Jesus perante os tribunais e entre as pessoas, e levou consigo alguns dos irmãos que moravam com ele em Roma, e tomaram uma embarcação em Ostrium e com os ventos favoraveis, foram trazidos em segurança em um paraíso da Espanha.
5 E muitas pessoas estavam reunidas de cidades e aldeias, e do interior montanhoso, porque tinham ouvido falar da conversão do Apóstolo, e dos muitos milagres que ele fizera.
6 E Paulo pregou poderosamente na Espanha, e muitas multidões creram e foram convertidas, porque perceberam que ele era um apóstolo enviado por Deus.
7 E eles partiram da Espanha, e Paulo e seus companheiros encontrando um navio em Armórica que viajava até a Bretanha, eles entraram nele, e passando ao longo da Costa Sul, eles chegaram a um porto chamado Rafinus.
8 Ora, quando foi dito no estrangeiro que o Apóstolo havia pousado em sua costa, uma grande multidão dos habitantes o conheceau.E trataram com cortesia a Paulo e ele entrou pela porta oriental da cidade, e se alojou na casa de um hebreu e um de sua própria nação.
9 E no dia seguinte ele veio e ficou sobre o Monte Lud e as pessoas se aglomeravam no portão, e se reuniam no caminho largo, e ele pregou o Messias, e eles acreditaram na palavra e testemunho de Jesus.
10 E á noite o Espírito Santo desceu sobre Paulo, e ele profetizou, dizendo: "Eis que nos últimos dias, o Deus da Paz viverá nas cidades, e seus habitantes serão numerosos. E no sétimo censo do povo, os seus olhos se abrirão, e a glória da sua herança brilhará diante deles. As nações virão adorar no monte que dá testemunho a paciência e a longanimidade de um servo do Senhor.[3]
11 E nos últimos dias notícias novas do evangelho devem sair de Jerusalém, e o coração do povo se alegrará, e eis que, as fontes serão abertas, e não haverá mais praga.
12 Naqueles dias haverá guerras e rumores de guerra, e um rei se levantará, e a sua espada, será para a cura das nações, e Sua paz devem respeitar, e a glória do seu reino será uma maravilha entre os príncipes.
13 E aconteceu que alguns dos Druidas chegaram até Paulo em particular, e mostraram por seus ritos e cerimônias que eles eram descendentes dos judeus que escaparam do cativeiro na terra do Egito, e o apóstolo acreditou nessas coisas, e ele deu a eles o beijo da paz.
14 E habitou Paulo em seus aposentos por três meses, confirmando continuamente e pregando o Messias continuamente.
15 E depois destas coisas, Paulo e seus irmãos partiram de Raphinius e navegaram até Atio na Gália.
16 E Paulo pregou na guarnição romana e entre o povo, exortando todos os homens a se arrependem e confessarem seus pecados.
17 E veio a ele alguns dos belgas para inquiri-lo sobre a nova doutrina, e do homem Jesus, e Paulo abriu seu coração a eles e disse-lhes tudo o que lhe tinha acontecido com ele e com o Messias.Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, e eles partiram ponderando entre si as coisas que tinham ouvido.
18 E depois de muita pregação e trabalho, Paulo e seus companheiros passaram em Helvetia, e chegaram ao monte Pôncio Pilatos, onde aquele que condenou o Senhor Jesus caira,e, precipitando-se,[4] morrera tão miseravelmente.
19 E imediatamente jorrou uma torrente da montanha e levou seu corpo, em pedaços, em um lago.
20 E Paulo estendeu as mãos sobre a água, e orou ao Senhor, dizendo: Ó Senhor Deus, dá um sinal, para todas as nações que aqui Pôncio Pilatos, que condenou o teu Filho unigênito, caiu precipitado no fosso.[5]
21 E, enquanto Paulo estava ainda falando, eis que veio um grande terremoto, e a face das águas foi alterada, e a forma do lago tornou-se semelhante ao Filho do homem pendurado em agonia sobre o madeiro[6].
22 E uma voz veio do céu, dizendo: "Até Pilatos escapou da ira vindoura pois ele lavou as mãos diante da multidão no derramamento de sangue do Senhor Jesus".
23 Quando, pois, Paulo e os que estavam com ele viram o terremoto, e ouviram a voz do anjo, eles glorificaram a Deus, e foram poderosamente fortalecidos pelo espírito.
24 E eles viajaram e chegaram ao monte Júlio onde haviam dois pilares, um à direita e outro à esquerda, erguidos por César Augusto.
25 E Paulo, cheio do Espírito Santo, levantou-se entre os dois pilares, dizendo: "Homens e irmãos, estas pedras que vós vedes hoje testemunharão de minha jornada para cá. E em verdade vos digo, elas devem permanecer até que a efusão do Espírito sobre todas as nações, nem será o caminho obstruido por todas as gerações".
26 E eles saíram e vieram até IItricum, pretendendo ir pela Macedônia para a Ásia. E graça e foi encontrada em todas as igrejas, e eles prosperaram e tiveram paz. Amém
Lake Lucene

[1] 29:2 Isaias 66,19
[2] 29:3 Algumas versões simplificam "Gentios"
[3] 29:10 Ezequiel 20,24
[4] 29:18 Outra versão diz: "Caindo de cabeça para baixo"
[5] 29:20 var. mergulhado no buraco
[6] 29:21 O "Lake Lucene" geralmente atribuido a este mencionado no livro, realmente tem o formato similar a uma cruz, mas é improvavel que seja o mesmo lago. A palavra geralmente designada referindo-se a crucificação de Jesus em grego é "Stauros" que significa madeiro e não cruz. O lake Lucene fica atualmente na Suiça e não na penisula ibérica, portanto, apesar de terem atribuido este lago, provavelmente o lago que o apostolo se refere pode ser outro. Também não podemos ignorar que apesar de a palavra ser madeiro, históriadores acreditam sim que Jesus tenha sido crucificado em uma cruz, pois este tipo de madeiro (cruz) ja era utilizado por Roma em alguns casos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...