sexta-feira, 13 de maio de 2011

Por que Deus não destruiu satanás?

A tentação de Jesus
Por que Deus não destruiu Satanás? Essa é uma das perguntas mais dificeis para qualquer pastor ou pregador. Existem diversas teorias e explicações para isto. Desde as mais simples até as mais complexas. A maioria se baseia principalmente na parabola de Yeshua sobre o Joio e o trigo (Mt 13,24-30) de modo analogo, comparando o joio com o diabo.
Ateus e céticos são grandes criticos desta teologia e desta exegese, porque causa um certa impressão de impotência da parte de Deus, ou até mesmo, masoquismo, segundo ateus. Em partes, tais criticas possuem um certo grau de fundamento, pois se cremos que Deus é onipotente, onisciente e onipresente, é no minimo contraditório supôr que ele não possa ou não queira destruir seu inimigo, permitindo que ele corrompa os homens e os leve a pecar.

Certas religiões, como o judaismo ortodoxo, por exemplo, não crêem na existência de satanás como um ser, antropormófico, mas como uma inclinação para o mal de cada ser humano. Outras crenças, como a doutrina espirita, por exemplo, também seguem uma linha de raciocinio semelhante. Ja a grande maioria de religiões cristãs, crêem na existência fisica de satanás, como um ser, inimigo de Deus e da humanidade e que será derrotado na segunda vinda do messias. Algumas religiões possuem isto como dogma fundamental e pilar de fé. Para alguns fundamentalistas a crença na existência do diabo tornou-se tão fundamental quanto a crença no messias. Ja para teologos universitarios, a exegese judaica é mais coerente e menos blasfêmica, pois não torna o criador maligno, nem incapaz, mas tolerante e bom para com o homem.

A primeira coisa que observamos, se seguirmos uma linha do tempo biblica, é a diferença do monoteismo judeu para o cristianismo atual, que segundo alguns teologos, esta mais parecido com a cultura grega que a judaica. Antes de Abraão, os povos do mundo antigo eram politeistas e tinham um deus para tudo. Um deus da agricultura, um dos rios, um das chuvas, em do amor etc...Abraão foi o primeiro homem a reconhecer a existência de um único Deus. A partir dai, surgiu o monoteismo, a crença em um Deus invisivel, poderoso, que era tudo e responsavel por tudo. A partir de Abraão Deus formou seu povo, que se destacava dos demais por ser um povo monoteista e que tinha sempre a presença desse único Deus consigo, abençôando e até ajudando em combates e castigando quando seu povo desobedecia seus mandamentos. Essa caracteristica monoteista, vemos presente também em suas escrituras sagradas. Tudo era atribuido á Deus, até mesmo fatos que são de dificil compreesão para nós humanos, mas que tinham um propósito maior.

Era o próprio Deus que endurecia o coração do faraó do egito,para não libertar seu povo (Ex 9,12); foi o próprio Deus que enviou um espirito mau, o que nós chamamos de demônio, para atormentar o Rei Saul (1Sm 18,10); foi o próprio Deus que levantou Nabucodonossor, rei da Babilônia, contra seu povo como castigo por sua idolatria (Jr21,7) e tudo era atribuido a um único Deus. Quando então satanás entrou nas escrituras? Segundo alguns teologos, ele surge logo no livro de gênesis, como a serpente do Edén que tentou o homem e leovou a sua queda. Isto baseado no que diz o livro das revelações, apocalipse:

"E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele" ap12,9

Mas segundo alguns teologos a narrativa do gênesis não é literal, é simbólica. O judaismo mesmo não interpreta gênesis, Bereshith, literalmente. Alguns teologos ainda atribuem a serpente de forma simbolica, aos anjos que pecaram narrado no livro apócrifo de Enoque. E estes supostos anjos não teriam relação alguma com satanás, sendo que segundo as próprias escrituras eles estariam presos até o dia do juizo:

"Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;"  2Pe2,4 

A palavra "Satã" significa em hebraico "acusador", "opositor" e "Inibidor". Aparece, pela primeira vez no livro de Ióv (Jó), sendo como um promotor celestial. A sua intimidade com Deus e o direito de entrar no "Céu", de ir e vir livremente e dialogar com Ele, torna-o uma figura de muito destaque. Veja o livro de Jó 1:6  "Um dia em que os filhos de Deus se apresentaram diante do Senhor, veio também Satanás entre eles".
O livro de Jó foi escrito depois do Exílio Babilônico. Sabemos que o povo judeu, tendo retornado a Israel com a permissão de Ciro, rei persa, no ano 538 a.C, assimilou muitos costumes dos persas. Isto ocorreu devido à simpatia e apoio que receberam do rei, que inclusive permitiu a construção do Segundo Templo judaico e ainda devolveu muitos de seus tesouros, que haviam sido roubados. A religião dos persas, o Zoroastrismo, influenciou sobremaneira o judaísmo. No Zoroastrismo, existe o Deus supremo Ahura-Mazda, que sofre a oposição de uma outra força poderosa, conhecida como Angra Mainyu, ou Ahriman, "o espírito mau". Desde o começo da existência, esses dois espíritos antagônicos têm-se combatido mutuamente.

O Zoroastrismo foi uma das mais antigas religiões a ensinar o triunfo final do bem sobre o mal. No fim, haverá punição para os maus, e recompensa para os bons. E foi do Zoroastrismo que os judeus aprenderam a crença em um Ahriman, um diabo pessoal, que, em hebraico, eles chamaram de SATAN - Por isso, o seu aparecimento na Bíblia só ocorre no livro de Jó e nos outros livros escritos após o exílio Babilônico, do ano 538 a.C. para cá. Irônicamente no mesmo livro, todo o mal que Jó passara também é atribuido somente á deus:...e o consolaram acerca de todo o mal que YHWH lhe havia enviado....Jó42,11
Nestes livros já aparece a influência do Zoroastrismo persa. Observe ainda que a tentação de Adão e Eva é feita pela serpente e não por Satanás, demonstrando assim que o escritor do Gênesis não conhecia Satanás. Os sábios judaicos, interpretando o Eclesisastes 10:11, afirmam (Pirkei de Rabi Eliezer 13) que, na verdade, a cobra que seduziu Adão e Eva era o Anjo Samael, que apareceu na terra sob a forma de serpente. Ele, que é conhecido como o "dono da língua", usou sua língua para seduzir Adão e Eva ao pecado. O poder do mal está em sua língua, e este poder pode ser usado somente para dominar o sábio. Ele não pode prevalecer sobre um ignorante. "Naquele tempo falou Jesus, dizendo: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos" Mt11,25

Uma outra observação interessante é que o livro de Samuel foi escrito antes da influência persa no ano de 622 a.C. e, no II livro de Samuel em seu capítulo 24:1, você lê com relação ao recenseamento de Israel o seguinte:

"A cólera de YHWH se inflamou novamente contra Israel e excitou David contra eles, dizendo-lhe: Vai recensear Israel e Judá".

Agora veja esta mesma passagem no I livro das Crônicas, que foi escrito no começo do ano 300 a.C, portanto, já sob a influência do Zoroastrismo persa, com o já conhecimento de Ahriman/Satanás. No capítulo 21:1 desse livro está escrito:

"E levantou-se Satã contra Israel, e excitou David a fazer o recenseamento de Israel".

Portanto, o que era YHWH no livro de Samuel aparece agora no livro das Crônicas como SATANÁS (Confira em sua Bíblia). Assim, está evidenciado que Satanás não é um conceito original da Bíblia, e sim, introduzido nela, a partir do Zoroastrismo Persa.
O livro de Jó também não possui uma interpretação literal. Na biblia hebraica ele figura dentre os livros sábios. Não situa uma época, um rei ou mesmo outro livro da biblia. Ele retrata a história de um homem justo e fiel, mesmo que sem nada e a relação de d'us com o sofrimento humano. Interpreta-lo literalmente também implica em contradições com outros livros da biblia. "Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta" Tg1,13

Outra passagem interessante que observamos é em Mateus 16 a partir do versiculo 16, onde Kefa (Pedro) reconhece Yeshua como o Messias: "E Shimon Kefá, respondendo, disse: Tu és o Mashiach, o Filho do Elohim vivo..." E logo em seguida Yeshua mesmo lhe diz que quem lhe revelara isto não foram os homens, mas o próprio Eterno o revelara:...E Yeshua, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Shimon Bar Yona, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus...E logo depois Yeshua lhes diz que terá que sofrer e padecer nas mãos dos homens (vs21) pedro o repreende pois não queria ver seu mestre sofrer e Yeshua então lhe diz:..."Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas só as que são dos homens" Muito exegetas interpretam esta passagem como se o diabo estivesse usando o apostolo Kefá. Mas esta interpretação gera dois problemas. Primeiro que é estranho imaginar uma manifestação demôniaca, bem na presença de Yeshua HaMashiach, ou mesmo o diabo estar usando o apostolo Kefá no mesmo instante que a Ruach do Eterno estava com ele e acabara de reconhecer Yeshua como messias. Segundo que é também estranho o diabo usar o apostolo Kefá para num ato de compaixão querer impedir que Yeshua sofresse e fosse preso. É no minimo contraditório. Se formos analisar sob a ótica teologica mais profunda, de que satã é só uma palavra que significa opositor, então podemos entender que Yeshua chamou Kefá de Satanás porque ele estava se opondo ao sacrificio que Yeshua teria de passar, portanto, por isso Yeshua o chama de satanás, não por uma possessão.

O mesmo ocorre no exemplo acima, do senso de Israel. Não foi um ser, satã que se levantou em Israel ou utilizou o rei David, mas uma idéia opositora, e o levou a pecar, indo contra a vontade do Eterno. Vemos nos versiculos seguintes do capitulo vinte e quatro de Samuel, que o Eterno Elohim oferece a Davi a opção de escolha de como deveria ser castigado e o próprio rei Davi diz: ...Eis que eu sou o que pequei...(vs17) Observe também que das três opções de castigo que o Eterno lhe oferece, nenhuma é para o diabo, mas todas para os homens: ...Queres que sete anos de fome te venham à tua terra; ou que por três meses fujas de teus inimigos, e eles te persigam; ou que por três dias haja peste na tua terra?(vs13)...Então onde fica a justiça divina neste exemplo? Satã se levanta em Israel, leva o rei David a pecar e quem é castigado é o povo? É claro que isto é incoerente com a própria natureza justa do criador. A explicação teologica e a judaica parecem mais coerente neste caso, que uma idéia opositora tomou conta do Rei David, não um ser.

Para analisarmos bem este tema, primeiro temos que entender que o cristianismo era originalmente uma crença judaica e que depois passou por uma transformação de Roma. Vejamos então a visão judaica sobre este tema. A seguir um texto do Rabi Tovia Singer :

Anjo
A Idéia Original acerca do Satán.

Pra começar, Satán é um conceito judaico, que os cristãos usurparam, deturparam, modificaram, corromperam e antropoformizaram. Como dissemos, a palavra hebraica remete-nos a um inibidor, opositor, adversário [humano; jamais de D-us!] Segundo o Judaísmo, ele é um Maláh (Um ser espiritual autômato enviado por D-us para específicas missões, cuja indicação missionária está no título {nome} que é dado ao ser. Podemos no momento entender este ser simplesmente como “anjo”.) Um anjo, neste contexto é um princípio de força guiada pela Inteligência Suprema, D-us. A função ou missão do Satan é explicada no Talmud da seguinte forma: Esta entidade é o Ietzer Hará.


Mais sobe isto: tecle aqui

Esta entidade é o Satan. Esta entidade é o Maláh HaMávet (Anjo da Morte). Começando pela primeira explicação, quando falamos de Ietzer Hará, estamos nos referindo à má inclinação; às NOSSAS idéias estranhas ao nosso próprio objetivo ético e moral; ao desejo que cometer ações contrárias à Lei divina, e às justificativas mentais que são geradas POR NÓS enquanto decidimos sobre fazer ou não fazer aquilo que ferirá os princípios da Lei de D-us que decidimos observar. Do mesmo modo que temos dentro de nós o Ietzer Hará o Instinto ao Mal, temos na mesmíssima medida o Ietzer HaTov o Instinto ao Bem. Do mesmo modo, este nosso lado se mostra presente quando manifestamos pensamentos e conceitos que nos levam a agir à favor do bem e da justiça. Ambos estão dentro de nós na mesma medida.

Assim, por exemplo; se uma pessoa se levanta contra você para te matar, e você subitamente se vê motivado a se defender e proteger sua vida, mesmo que custe a vida daquele que primeiro se levantou contra você, esta é a motivação do Ietzer A essência do Ietzer Hará é o “fervor do sangue”. E a arma do Ietzer Hará é a imaginação, o devaneio. Mas o Ietzer Hará por si mesmo, não é mau, assim como a Imaginação ou o devaneio não são maus por si mesmos. O que ocorre é que a pessoa é aquela que caracteriza as forças dentro de si, tornando-as boas ou más. Outro conceito importante é que somente o ser humano pode ser mau. Portanto, o Ietzer Hará é a natureza humana voltada - pela própria pessoa - para o mal. Em si mesmo, não é mais que uma força neutra que podemos utilizar para o que desejarmos, inclusive para temas espirituais bons e de caráter justo. Já a natureza animal/ emotiva precisa ser controlada pelo intelecto. Após estar convencido de fazer o mal, a decisão da pessoa é levada pelo Satan diante da Corte Celestial para o veredicto. Então ele pode voltar com a missão de punir a pessoa, ou mesmo como a missão de ser o Maláh HaMávet (“anjo” da morte) e por um fim na vida de crimes vivida pela pessoa. Tudo isso são temas de caráter espirituais e portanto, NÃO PODEM SER COMPREENDIDOS LITERALMENTE.

Todas estas colocações são meros exemplos de conceitos puramente espirituais! Uma outra alegoria que explica o que dizemos, é o que é dito em Kabalá: O ar dos céus e o ar do inferno estão sempre nos rodeando. Quando uma pessoa faz uma boa ação esta é escrita no ar dos céus. Quando faz uma má ação é escrita no ar do inferno.
A completa explicação destas alegorias é maior do que o que posso oferecer por agora, mas o ponto principal disso tudo, é que Satán não é mesmo o cara com chifres.
As Escrituras Hebraicas deixam bem claro, que o Altíssimo colocou no mundo, tanto o bem como o mal como está Escrito: Devarim {Deuteronômio} 30:15, "Vê que pus diante de ti hoje a vida e o bem, a morte; e o mal". Em Ieshaiáhu {Isaías} 45:7, o profeta descreve o plano da criação de D-us expressando que, "Eu formo a luz e crio a escuridão; Eu faço a paz e Sou Eu quem cria o mal; EU SOU o ETERNO que tudo faz"

Estes versos declaram abertamente que o único responsável pelo que chamamos de mal é D-us. Estes versos apóiam e comprovam a idéia judaica sobre o balanço espiritual perfeito entre o que denominamos “bem e o mal”, que toda alma confronta. Este é o plano de criação de seres conscientes, realizado pelo D-us o Altíssimo. Ieshaiáhu 45:7 e Devarim 30:15 (ver tbm Is8,,13) apresentam problemas teológicos ao Cristianismo, que mantém que D-us haveria criado o Satan, o anjo que ficou mal. De acordo com a doutrina cristã, o Satán teria sido um anjo elevado, o qual; por um ato de corrupção espiritual e rebelde desobediência, tornou-se o chefe adversário e caluniador de D-us, e teria sido ele quem introduzira o mal no mundo. Na teologia cristã D-us não criou aquilo que chamamos mal, ELE somente seria o autor do que chamamos bem. Portanto - dizem os cristãos - D-us jamais criaria algo tão sinistro como o diabo. Ao invés disso, foi o diabo mesmo que teria se tornado perverso e se transformado no diabo que é hoje. Esta concepção é completamente estranha ao pensamento hebreu (de onde a idéia de Satán se origina), e obviamente não tem suporte nos textos originais hebraicos; nem no sistema legal judaico. Afinal, sugerir que D-us teria criado o Satán perfeito, mas mesmo sendo “perfeito” o Satán ainda pudesse se rebelar contra D-us, mostra que D-us fez algo “perfeito” de forma “imperfeita”. Afinal, se D-us cria somente o bem, o mal é algo fora do seu plano, ou seja; uma conseqüência inesperada, que O levou para um “plano B”...E se o Satan tirou de dentro de si mesmo, sua própria rebelião, então não era de fato perfeito. Satan teria então, um “defeito de fábrica” que transferiria a responsabilidade para D-us, em última análise!

Ignorando esta contradição por enquanto, o Judaísmo ensina que o propósito da criação do Satán é justamente o sugerido por seu nome “ser um inibidor do homem”. Como servo de D-us, o Satan leva adiante os propósitos divinos em todos os seus detalhes. Satan é um dos “anjos” mencionados nas Escrituras Hebraicas. Em momento algum ele é chamado de diabo ou demônio. Em momento algum a palavra hebraica Maláh que significa mensageiro é usada nas Escrituras Hebraicas para referir-se a seres diabólicos!
Não existe um único exemplo nas Escrituras Hebraicas, sobre o Satan ser inimigo de D-us ou ter um reino paralelo ao de D-us.
O Satán jamais se opõe a vontade de D-us! Em parte alguma da Bíblia Hebraica isso é mais evidente do que o livro de Ióv (Jó). No primeiro capítulo, Satan aparece juntamente com outros anjos diante de D-us, e sugere que a fé a fidelidade de Ióv poderia ser simples resultado da sua falta de dificuldades. Então propõe que Ióv fosse testado em suas convicções. D-us concorda com a elaboração de Satan, e não somente permite que ele realize o que sugeriu, mas ainda lhe concede instruções específicas, que ele por sua vez observa religiosamente. Ou seja, não estamos diante do relacionamento de dois inimigos! Estamos diante de D-us e uma de suas criaturas! Numa alegoria que procura nos revelar um pouco mais do caráter espiritual do mundo. Em última análise, todo o sofrimento de Ióv foi a vontade de D-us para ele para testá-lo e elevá-lo.

Enquanto em termos de interpretação cristã, o triunfo pessoal de Ióv é algo teologicamente impossível, enquanto que, em termos autenticamente judaicos sua história (a de Ióv) é apenas o reflexo da própria missão humana, e o modelo do projeto de D-us para a humanidade. Em Devarim {Deuteronômio} 30:15 a Torá declara abertamente sobre D-us colocar o que chamamos “mal” diante de nós, enquanto que em Ieshaiáhu {Isaías} 45:7 este mesmo conceito está vivo no Judaísmo ecoando a mensagem da Torá de que D-us mesmo é o criador do bem e do mal. E como tais conceitos obviamente foram problemáticos para os “tradutores”
Como podem os cristãos manter a opinião de que D-us não criou o mal, se as Escrituras Hebraicas declaram que sim, ELE criou o mal? É até compreensível que os “tradutores” - por exemplo – os da Bíblia Católica Ave Maria, ao invés de traduzir corretamente a palavra Hebraica “ráh” (mal) registrada em Ieshaiáhu {Isaías} 45:7 escrevam ao invés disso: 7. formei a luz e criei as trevas, busco a felicidade e suscito a infelicidade. Sou eu o Senhor, que faço todas essas coisas.
As palavras “felicidade” e “infelicidade” foram eleitas para deturpar o conceito original do termo que nada mais é que o reflexo do próprio pensamento hebreu no uso da palavra “ráh” que significa literalmente Mal. Isso não incomoda nem mesmo os protestantes, e apenas demonstra o mau uso e desonestidade dos cristãos em geral no uso das Escrituras Hebraicas. Se existem Bíblias que procuraram traduzir corretamente este trecho em particular, não deixam de usar outros para continuar impondo seu sistema particular de pensamento em frente ao texto original hebraico. Agora, vale a pena mencionar que o Cristianismo apresenta Ieshaiáhu {Isaías} 14:12 como se fosse uma referência sobre a mitologia de um demônio rebelde que teria caído do céu, um anjo caído. Eles argumentam dizendo que Ieshaiáhu {Isaías} teria usado o termo “estrela da manhã”

Temos aí sérios problemas com tais alegações.

Primeiro, caso cristãos mantenham que a expressão “estrela da manhã” seja uma referência ao Satan exclusivamente; como é que irão explicar que no seu próprio livro religioso, em Apocalipse 22:16  Jesus é chamado “estrela da manhã” também?
Em segundo lugar, uma leitura atenta de Ieshaiáhu {Isaías} 14 revela que ele está se referindo a Nevuhadnetzar (Nabucodonosor), o perverso rei da Babilônia e não ao Satán.
Em 14:4 o profeta explicitamente menciona diretamente do rei da Babilônia como o tema da sua profecia: Que pronunciarão esta parábola sobre o rei da Babilônia: Como o opressor cessou de oprimir e como se esgotou sua arrogância? Por intermédio de todo este capítulo e do capítulo anterior, o profeta prediz o levante e a queda deste arrogante rei, que usou seu poder para atacar Jerusalém e destruir o Templo; mas que no fim; sofreria também uma queda cataclísmica. Em 14:12 Nevuhadnetzar é comparado ao planeta Vênus, cuja luz ainda pode ser vista no começo da manhã, mas que finalmente se esvai quando surge o sol. Assim como a luz de Vênus, Nevuhadnetzar reinaria e brilharia com um curto período de tempo, mas como o profeta disse, ele seria ofuscado pela luz de Israel que perduraria para além de seu tempo, e ofuscaria toda sua glória arrogante.

Rabi Tovia Singer
Fonte: B´ney Noah do Brasil http://yeshivahnoahide.blogspot.com/2009/02/ideia-original-acerca-do-satan.html


Então como vemos, segundo o conceito judaico, satãn nada mais é que um mensageiro a serviço do Eterno, ou nossa própria inclinação para o mal, nosso Ietzer Hará. Até os primeiros séculos da igreja, era assim que os primeiros seguidores do messias enchergavam satã, como um mensageiro ou uma palavra que indica oposição, não como um ser. Em sua segunda epistola aos corintios o apostolo Shaul (Paulo) parece exemplificar bem este conceito judaico:

"E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar."  2Cor 12,7   

Esta explicação parece ser mais coerente, e de acordo com o pensamento judaico. Senão teremos que imaginar explicações estranhas para algumas passagens controversas, como quando Paulo manda que se entregue pessoas a Satanás para se salvarem (1Cor5,55) e o mesmo admite que entregou dois homens, Himineu e Alexandre para satanás (1Ti1,20). Qual a lógica do apostolo Paulo, entregar dois homens á satanás e ainda recomendar que se entregue um para que seu espirito se salve no dia do juizo? Se tormarmos o significado da palavra como opositor, então o texto passa a ter mais lógica nos dois casos. Um exemplo muito citado por religiosos e ja praticamente um chavão é o de 2 corintios 11,14:

"E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz."

Mas se vemos o versiculo anterior, vemos que Shaul não esta falando de um ser espiritual mas de homens:

"Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo"

Ou seja, homens falso, que fingiam-se apostolos, mas opunham-se ao evangelho de Cristo. Estranhamente quase ninguém ve este versiculo anterior ou o contexto deste. Será que é porque Shaul esta criticando justamente os falsos apostolos e obreiros? O mesmo ocorre com João 10,10, onde ao contar uma parabola, sobre o bom  e o mau pastor, Yeshua diz que o Ladrão (o mau pastor) vem somente para roubar, matar e destruir. Religiosos ignoram este contexto e atribuem ao diabo esta passagem, mudando não só o contexto original como ignorando o que o próprio Yeshua disse neste mesmo contexto: "Eu sou o bom pastor". Atribuindo esta passagem ao diabo, eles além de blasfemarem contra o único Deus negando-lhe atributos e transferindo-os ao seu suposto inimigo, como contradizem as próprias escrituas como o livro do profeta Jeremias, onde o Eterno disse: "Olha, ponho-te neste dia sobre as nações, e sobre os reinos, para arrancares, e para derrubares, e para destruíres, e para arruinares; e também para edificares e para plantares" Jeremias 1,10

satanás
Interpretar satanás literalmente gera estes tipos de contradições dentro da própria escritura. Principalmente sobre a suposta queda de satanás que a teologia tradicional diz que se refere ao oraculo de Isaias 14,12 e ezequiel 28. (vide estudo sobre: lucifer e a estrela da manhã) Então segundo esta teologia ele caiu do céu no Edén, mas também caiu quando Yeshua enviou seus setenta discipulos a pregarem(Lc10,18), mas ainda cairá no final dos tempos(Ap12,9) Ou seja, não tem como respaldar esta teologia sem entrar em inumeras contradições. Todas essas passagens e todas que aparecem esta palavra, podem ser analisadas de uma forma mais coerente segundo uma ótica judaica que havia nos primeiros séculos. Após a formação da igreja romana, isto virou uma grande Bavel, dividiram a glória de Elohim atribuindo-lhe um suposto inimigo, e ainda tranformaram isto em um dogma fundamental, sendo acusado de heresia, qualquer um que não interprete Hasatã como um ser, antropormófico. Mas nenhum consegue responder de maneira lógica e livre de contradições o porque Deus não destruiu o diabo e permite que ele continue corrompendo os homens. Respeito a visão teologica da maioria dos segmentos cristãos, mas acho produtivo e edificante analisar sob uma ótica judaica, afim de se evitar certas contradições e ter uma interpretação mais coerente e racional.

Por que Deus não destruiu satanás? Porque ele não é um ser. È só uma palavra que simboliza o que nos inibe, nos impede de crescer, e nossas idéias opositoras, um anjo á serviço do próprio Eterno como diz em Colossensses 2,10.E mesmo se ele existe como um ser, é sujeito á vontade de D'us!

Links relacionados:

Yetzer Hará, nossa inclinação para o mal e

Lúcifer e a estrela da manhã
 
Videos bons sobre o tema: 

                                         

                                         Analisando as traduções biblicas dr. Severino Celestino
Padre Quevedo no Just Tv
A história de Satanás (veja as outras partes no youtube)





Ratinho: Kapeta só da em pobre? Dinheiro afasta o kapeta?
a

Gostou desse blog? Inscreva-se, divulge ou contribua 
 Shalom!

57 comentários:

  1. a muinto tempo o demonio me mexeu lá no meu quarto .de noite chorava e corria pro quarto dos meus pais.nao sei o que era isso uma coisa que só Deus sabe explica ,eu e ele.mais pra me essa tal de derrotado nunca teria existido.mais Deus sabe o uq faz.....

    ResponderExcluir
  2. vc devia falar mas alto nos seus video......so uma sugestão, tente.

    ResponderExcluir
  3. olha se o diabo não existe quem e que fala na boca do demoniado gadareno falando que ainda não era a hora deles quem era que estava usado a vidente que paulo libertou em efeso quem tentou jesus no deserto quem quem foi espulso do céu pelo gabriel no livro de apocalipse.
    que o homem te maldade no coração isso e certo mais que existe um ser que quer nosso mal isso existe e ele eo nosso oposito, diabo

    ResponderExcluir
  4. Anônimo os gadarenos eram demônios não o diabo senão porque eles pediriam para Yeshua não manda-los aquele lugar horrivel e no deserto ele não disse isso? A serpente expulsa do céu ja expliquei em uma postagem sobre o apocalipse (http://exegeseoriginal.blogspot.com/2011/07/apocalipse-i-mulher-besta-e-o-dragao.html) que é o cumprimento de Daniel 8,10 onde ele se refere a um rei que subiria ao céu e derrubaria um terço das estrelas. Da uma lida. Abraços!

    ResponderExcluir
  5. andre luiz demônios são espiritos impuros que vagam. Segundo Enoque, os néfilins foram amaldiçoados por Deus e condenados a vagarem pela terra até o dia do juizo e seriam chamados de espiritos maus.

    Não são anjos de nenhum ser das trevas, pois vemos que algumas pessoas que foram atormentadas por demônios foram enviados por Deus mesmo, como Saul e Abmeleque por exemplo.

    E Paulo diz em colossensses que Jesus é o cabeça de todo principado e potestade e que tudo foi criado por ele e para ele. (cl1,16)

    Não sei se o relato de Enoque é suficiente para explicar a origem dos demônios. Paulo compara os ídolos com demônios, por exmplo. Mas seja como for, eu creio que eles só agem em quem comete pecados ou não permanece firme na palavra do senhor.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. meu irmão se der um estudo acerca do nome de yeshua e de satanas muitos não ficarão bravos e confusos e se o irmao tiver algo acerca das manifestações de dons espirituais envie pra mim

    ResponderExcluir
  7. andre luiz Irmão, me desculpe mas eu não entendi sua postagem. Pode refazer por favor? Ficou meio confuso rss

    ResponderExcluir
  8. irmão eu perguntei se der um estudo na igreja a cerca do messias o nome yeshua e sobre a questão de satanas conforme a explicação teologica pode não haver uma boa aceitação por parte dos irmaos que nao tem o conhecimento e a outra pergunta e se o irmao tem algum material que fala acerca das manifestações dos dons espirituais a qual o apostolo shaul ensina e a questão das igrejas pentecostais que irmãos pulam ,rodam, sapateiam e profetizam que o Eterno te abençoe

    ResponderExcluir
  9. André Luiz, de fato, um estudo em uma igreja sobre esses temas não seria bem aceito. O cristianismo é mais baseado em tradições que hermeneutica, infelizmente.

    Sobre os dons espirituais eu não tenho nenhum estudo referente ao assunto, mas acredito que existam muitas manifestações espirituais. Uma hora vou abordar este tema.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. realmante quem não faz reuiniões da igreja em seus lares como era na igreja primitiva ou em grupos interdenominacionais, vai ficar muuuuito dificíl as pessoas largarem um costume enrraizado em suas mentes pelo sistema evangelico hoje em dia. infelizmente os cristão não são livres, e se depender dos pseudos patores nem vão ser pois o DEVORADOR que eles criaram e a fonte de renda deles, na verdade sem "SATANAS" não são ninguem. Deus tenha compaixão de tds nós. abraço Ronaldo.

    ResponderExcluir
  11. João 8:44

    Vós tendes por pai o inimigo(Satanas/Diabo/Acusador), e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.

    Mateus 25:41

    Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o inimigo(Satanas/Diabo/Acusador) e seus anjos;

    Apocalipse 20:10

    E o inimigo(Satanas/Diabo/Acusador), que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.



    Essas passagens mostram que o inimigo não faz a vontade do pai, mas é contrario a vontade do pai, e um dia sera punido, e destruido pelas suas desobediencias aos mandamentos do pai. Ele o inimigo(Satanas/Diabo/Acusador), tem um reino que opera a desobediencia:

    Mateus 12:25-26

    Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá.
    E, se o inimigo(Satanas/Diabo/Acusador)expulsa ao inimigo(Satanas/Diabo/Acusador), está dividido contra si mesmo; como subsistirá, pois, o seu reino?

    João 12:31

    Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo.


    João 14:30

    Já não falarei muito convosco, porque se aproxima o príncipe deste mundo, e nada tem em mim;

    João 16:11

    E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado.

    Efésios 2:2

    Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual a resposta do Ronaldo sobre essas passagens como relacao ou estudo feito?

      Excluir
    2. A resposta esta na postagem abaixo!
      Abraços

      Excluir
    3. É simples.. o Acusador, nada mais é que o próprio Yahweh! Ele acusa os judeus o tempo todo no Velho Testamento e se vangloria por ter tirado eles do Egito! É claro na escritura, Em João 8:36-46, fica claro que Jesus alerta em um diálogo aos judeus que eles adoram a um falso Deus e este é o Senhor dos Exércitos/O Senhor dos Espíritos YAHWEH.

      Excluir
  12. Excêlente pesquiza! Só ficou faltando o video 2/6, visto que o video 3/6 esta duplicado! Grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato irmão, a parte dois estava errada mesmo. Coloquei o link para acessar. Obrigado pelo toque, pois eu não havia percebido.

      Fique com Deus! Abraços!

      Excluir
  13. Gosto muito dos teus estudos!!! Pq o penúltimo video vc removel?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá irmão! Eu não removi nenhum vídeo, o que acontece é que o youtube tem bloqueado alguns vídeos meus que tem material licenciado, como do natgeo, discovery ou history chanell, ou alguma musica. Lamento por isso, mas não tem muito o que eu possa fazer. Quando eu puder eu reedito.

      Abraços!

      Excluir
  14. Por favor responda o anonimo que usou vários textos acima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João 8:44

      Vós tendes por pai o inimigo(Satanas/Diabo/Acusador), e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.

      Se fomos interpretar isso literalmente, então Jesus também seria filho do diabo porque também era judeu. O que Jesus esta exclamando era uma expressão, usada também por João em sua segunda epistola capitulo dois onde ele mostra quem são os filhos de Deus e do diabo e ainda cita Caim, que foi homicida no principio (bereshit) e não se firmou na verdade e de quem os judeus também decendiam. Note que no contexto os judeus estavam se gabando por serem filhos de Abraão.
      ___________________________

      Mateus 25:41

      Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o inimigo(Satanas/Diabo/Acusador) e seus anjos;

      O diabo ou inimigo neste texto é todo aquele que não aceitava Jesus. Anjo em hebraico é mensageiro. Os mensageiros são os que seguiam os que negavam a verdade

      _______________________

      Apocalipse 20:10

      E o inimigo(Satanas/Diabo/Acusador), que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.

      Essas passagens mostram que o inimigo não faz a vontade do pai, mas é contrario a vontade do pai, e um dia sera punido, e destruido pelas suas desobediencias aos mandamentos do pai. Ele o inimigo(Satanas/Diabo/Acusador), tem um reino que opera a desobediencia:

      Isso já aconteceu. O inimigo do apocalipse foi Roma. O apocalipse nunca pode ser interpretado literalmente senão significa que o diabo irá no céu pessoalmente confrontar Deus.

      ________________________________

      Mateus 12:25-26

      Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá.
      E, se o inimigo(Satanas/Diabo/Acusador)expulsa ao inimigo(Satanas/Diabo/Acusador), está dividido contra si mesmo; como subsistirá, pois, o seu reino?

      Nesta passagem que citou satanás foram os fariseus. Jesus apenas usa o argumento deles mesmos contra eles.

      _______________________________________________


      João 12:31

      Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo.


      João 14:30

      Já não falarei muito convosco, porque se aproxima o príncipe deste mundo, e nada tem em mim;

      João 16:11

      E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado.

      O principe deste mundo era o imperador romano que viria contra os Cristãos. Jesus esta apenas dizendo algo que já havia sido profetizado por daniel, que um principe se levantaria contra Israel e os destruiria, ver Daniel 10.

      __________________________________________________

      Efésios 2:2

      Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência.

      Paulo sempre associava idolos a demônios. Paulo esta se referindo a quando os judeus eram idolatras e cultuaram baal, moloque e outros deuses.

      _________________________

      Já respondi estas questões em inumeros outros posts.

      Excluir
    2. não sabi que tinha respondido pois conheço seu blog a pouco tempo mas obrigado

      Excluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Querido Amigo. Muito tenho admirado os teus vídeos.
    E tendo em vista que os reencarnacionistas constituem um outro setor religioso que disputa a legitmidade de seus dogmas nas Escrituras, seria possível publicares um estudo sobre o tema, com todo o teu entedimento (qualquer que seja) sobre o assunto? Um abraço!

    ResponderExcluir
  17. Quando possível posso fazer uma análise sobre o espiritismo utilizar as escrituras para respaldar seus dogmas. Quando eu tiver disponibilidade irei abordar este tema.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  18. Obrigado, estarei no aguardo e farei postagens neste sentido no post "dúvidas". Abração!

    ResponderExcluir
  19. Várias explicações , várias coisas ...
    È complicado tudo isso , más não podemos esquecer que existe fatos , de posseções demoniacas que respeitão ao nome de Jesus , entre dêmonios que se derão o nome de Lùcifer ( Satanás ).
    Temos várias explicações , mas ao mesmo tempo vemos fatos de que esse nome Jesus é Respeitado .
    Que rituais a nome de Lucifer (Samael/Satã) tem um alto embaque , e que apenas esse nome Jesus é capaz de quebrar .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você a alguém aqui no Brasil se já viu algum dragão ou gnomo certamente ouvirá Não. Sabe por que? Poque isto não faz parte da nossa cultra, portanto é improvavel vermos isso. Da mesma maneira, se você perguntar a um chinês ou a um skimó se ele já viu o diabo ele dirá Não. Por que só os cristãos veem essas coisas e praticam exorcismos? Porque nós já nascemos acreditamos nisso. Por que não existem possessões em mulçumanos, judeus, indigenas etc....? Porque o diabo em ves de possuir um grande lider mundial só possui pobres coitados? Os ricos são imunes de possesões? Porque o diabo não possui um ateu? Pense nisso!

      Excluir
    2. Um conselho

      Não tente dar respostas a todas as perguntas, pois até Jesus (Yeshua) não se preocupou em dar todas as respostas. Quem quer dar respostas a tudo acaba se enrolando.rsrsr
      Acredito de a Igreja atual está passando por maus momentos devido a falta de amor. Devemos lutar para que o verdadeiro amor reine.
      Quanto a conversa sobre satanás, de fato significa opositor, mas dizer que ele não é uma pessoa e contrariar as escrituras, por exemplo: Na noite em que Jesus seria traído, julgado e no dia seguinte crucificado, ele avisou a Pedro: "Simão, Simão, Satanás pediu vocês para peneirá-los como trigo. Mas eu orei por você, para que a sua fé não desfaleça. E quando você se converter, fortaleça os seus irmãos." (Lucas 22:31-32). Satanás pediu!? Se ele pediu então ele existe não?

      Excluir
  20. Sejam judeus conforme a fé judaica messianica e não segundo teoremas do judaismo ortodoxo.

    Pessoas ignorantes que sairam de um extremo e foram para outro e acabam negando os proprios ensinos de Yeshua, o messias de Israel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente contigo!Trocar cristianismo por judaísmo é trocar seis por meia dúzia!

      Excluir
  21. Ronaldo confesso que eu levei uma pancada na cabeça quando vi o seu primeiro vídeo
    sobre o Apocalipse já ter acontecido, eu gostaria de saber se existe algum livro ou alguma bíblia mais voltada para a tradução certa.

    Abraços, fica com deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola irmão. Na verdade não existe uma tradução exata da bíblia, devido as diferenças idiomaticas. Mas eu recomendo sempre a bíblia de jerusalém, que segundo os teólogos foi a melhor edição já lançada até hoje. Tenho uma postagem sobre ela neste blog.

      Abraços, fique com Deus!

      Excluir
  22. Deus é o criador de todas as coisas,mas ele não cria tudo pronto, existe um processo evolutivo e isso podemos observar na estória do mundo e também no nosso dia-a-dia.Deus criou todos os espíritos partindo de um ponto comum,e ele quis que todos atingissem a felicidade e a sabedoria por seus próprios méritos,portanto aqueles que se esforçaram no caminho do bem e do amor e chegaram ao máximo grau são chamados de "ANJOS",mas aqueles que persistem no caminho da ignorância e do mau,são chamados de "DEMÔNIOS".Deus quer que todos sejam salvos,e em algum ponto da eternidade,estas ovelhas desgarradas também voltaram ao rebanho divino.Abraços!!

    ResponderExcluir
  23. ha!! me poupe!! ñ existe Satan, diabolos, demonios, anjos, caídos!!... E pra quem o SENHOR, todo poderoso criou o inferno e o lago de fogo e enxofre??

    ResponderExcluir
  24. Tenho visto pessoas tendo o judaísmo ortodoxo como referencial da verdade, afastando-se totalmente daquilo que o próprio Messias ensinou, esquecendo-se que muitas coisas espirituais nos foram reveladas SOMENTE na nova aliança (Brit Hadasha) que nos falam com toda a clareza da existência de Satã (Samael) e seus anjos. Ronaldo, os próprios cabalistas acreditam em Satã, o anjo Samael que se rebelou contra o Criador, não é porque os judeus ortodoxos não acreditam que isso deixou de ser uma verdade, acaso vc já leu o livro de Melquisedeque???

    ResponderExcluir
  25. Zekaryâhu (vulgo “Zacarias”) 3:1-2
    1 E me mostrou o sumo sacerdote Yâhushua (vulgo "Josué"), o qual estava diante do anjo de יהוה, e o Adversário estava à sua mão direita, para se lhe OPOR.
    2 E disse יהוה ao Adversário: יהוה te REPREENDE, ó Adversário, sim, יהוה, que escolheu "Jerusalém", te REPREENDE: não é este um tição tirado do fogo?

    Ou seja, vemos claramente que há de fato um ser ESPIRITUAL que se OPÕEM aos homens, e que foi realmente REPREENDIDO nos versos de Zekaryâhu 3:1-2.

    Isso corrobora com o que o que está escrito no livro de Revelação, vejam:

    "E ouvi uma grande voz nos céus, que dizia: Agora é chegada a salvação, e a força, e o reino do nosso Soberano, e o poder do Seu Ungido; porque já ▬►O ACUSADOR de nossos irmãos É DERRUBADO, o qual diante do nosso Soberano OS ACUSAVA DE DIA E DE NOITE◄▬." Revelação ("Apocalipse") 12:10

    ResponderExcluir
  26. Quem foi até o Trono de Deus pedir para provar Jó? Quem falou com Jesus na tentação no deserto? Quem será amarrado (preso) por mil anos? Quem será lançado, por fim, no lugar de tormento eterno?
    Quem for capaz, que explique isso de forma coerente, objetiva e com respaldo bíblico?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro de Jó também não possui uma interpretação literal. Na biblia hebraica ele figura dentre os livros sábios. Não situa uma época, um rei ou mesmo outro livro da biblia. Ele retrata a história de um homem justo e fiel, mesmo que sem nada e a relação de d'us com o sofrimento humano. Interpreta-lo literalmente também implica em contradições com outros livros da biblia. "Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta" Tg1,13

      Isso eu extrai da própria postagem irmão. O livro de Jó não é histórico é uma fábula judaica! Deus não castigaria um justo por uma aposta com satã. A biblia mesmo diz que nunca viu um justo mendigar o pão.

      Excluir
  27. Jó é um livro ilustrativo! Para aqueles que realmente creem que só existe um Deus, sendo Ele um ser soberano e bom (perfeito), torna-se inadmissível em qualquer hipótese a existência de outro ser que possa hostiliza-lo, opor-se ao seu comando, e, ainda, fazer inoperante a sua vontade.
    No episódio da tentação no deserto temos uma ideia clara do assunto em foco. Jesus está faminto num deserto muito distante de Jerusalém, todavia é dito que o diabo o conduziu à cidade de Jerusalém e colocou-o sobre a parte mais alta do templo judaico e lançou-lhe o desafio de pular do pináculo, e, cita partes do salmo de nº91, sequencialmente levou-o ao deserto novamente, onde logicamente poderia se localizar um monte muito alto. No local em tela mostrou-lhe todos os reinos do mundo e o esplendor de todos eles, e, fez a última proposta etc.
    Qual é o monte mais alto da terra? Onde se localiza?
    Oras! O monte Everest e se localiza nas cordilheiras do Himalaia na fronteira da Republica popular da China e o Nepal bem distante do local da tentação em foco, todavia, ainda que lá fosse ela realizada haveria alguma maneira de águem mesmo dessa maior montanha terrestre visualizar todos os reinos do mundo e o seu esplendor? Claro que não... Lógico!
    Como Jesus foi tentado então? As Escrituras respondem, contudo os crentes não creem nelas. Na carta denominada “HEBREUS” no quarto capitulo o escritor inspirado fala sobre a supremacia do homem Jesus como o grande e eterno sumo sacerdote e afirma categoricamente no verso de número quinze “Pois não temos um sumo sacerdote que não seja capaz de compadecer-se das nossas fraquezas, mas o Sacerdote Supremo que, à nossa semelhança, foi tentado de todas as formas, porém sem pecado algum”. Agora resta-nos a seguinte pergunta: Como nós somos tentados? A resposta vem de Tiago, provavelmente o irmão de Jesus. “Entretanto, ninguém ao ser tentado deverá dizer: Estou sendo tentado por Deus”. Ora, Deus não pode ser tentado pelo mal, e nenhuma pessoa tenta. Cada um é tentado pelo seu próprio mau desejo, sendo por esse iludido e arrastado. (Tiago 1:13, 14) – Não é por outro motivo que o próprio Tiago escreveu que: Bem Aventurado o varão que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam.
    Infelizmente a grande maioria dos cristãos crê no diabo do dogma religioso que contraria as Escrituras.

    ResponderExcluir
  28. Senhores quanto blá-blá-blá ......O conhecimento de Deus e intimidade com ele para entender seus mistérios os quais estão revelados nas escrituras jamais,serão alcanssados por pessoas que busca o conhecimento de Deus para se promover e não, por deseja-lo intensamente;Pois só em uma busca intenssa à Deus com um espírito contrito possibilitará um verdadeiro encontro com ele e ai sim, muitas e grandes perguntas serão respondidas a cada um proporcinalmente à intensidade com que realmente estiver disposto a se humihar ante sua infinita majestade.Pois está escrito ( ninguém conhesse o Pai senão o filho e aquele a quem o Filho o quizer revelar e mais,vós me buscareis e me achareis quando me buscares de todo vosso coração,pois minhas mãos fez todas as coisas mas para quem atentarei? para o pobre de espírito e que treme diante da minha palavra. Que Deus por sua infinita graça nos dê humildade suficiente paraque possamos nos consciêntizarmos,entender e vivermos o maior de todos seus encinamentos que é o amor ao próximo sem o qual ninguém provara que o ama. Mizael

    ResponderExcluir
  29. sata foi necessario .... visto que naqueles tempos os homens praticavam maldades entre si
    que deus teve que equilibrar tais maldades em moldes espirituais .
    ...e nao se esquecam que deus escreve reto em linhas tortas! Jesus veio fazer a vontade do Pai ,
    Deus planejou aquele tragico final para o seu filho... tragedia esta que o mais incredulo tem que adimitir deu inicio ao cristianismo que apesar da pessima administracao do homen, tem transformado o coracao de milhoes ao longo da historia. Homens de pouca fe!

    ResponderExcluir
  30. Por este e outros motivos, não sabemos quando iremos chegar a um denominador comum, as coisas sempre foram assim desde quando aprendemos ainda no primeiro amor ao passar do tempo natural que descobrimos, verdades dentro da suposta verdade que conhecemos, o estudo apresentado é convincente, pois sempre eu ficava a.me perguntar, se Deus é oniciente então porque ele criou alguém que iria se rebelar contra ele? Isso não faz sentido eu me perguntava, aí descubro que samaelser da voz que usou a serpente que enganou adão e eva, Depois Deus faz uma promessa a abraão que o daria a terra de canaã, e os cristãos dizem que é uma outra terra,que vamos morar novo céu, bla bla bla, sei que está tudo errado só terá conserto quando o Mashich Yeshua Yehoshua Yaohoshua jesus voltar, e e restaurar todas as coisas.

    ResponderExcluir
  31. gostei, é a resposta que a bíblia cristã não responde, gostaria de aprender mais, vc tem um e-mail para contato?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é vlogdo46@gmail.com tem uma página acima escrita contato. Abraços!

      Excluir
  32. Parabéns! Ronaldo Gostei muito do seu blog

    ResponderExcluir
  33. http://www.recantodasletras.com.br/artigos/4211040

    ResponderExcluir
  34. diabo, demônios não Existe ? so se for na sua Biblia d HERESIAS ! O Próprio CRISTO foi tentado pelo diabo no DESERTO em mateus 4 !!, isso sem contar q ele EXPULSOU Demônios em sua jornada terrena LUCAS 4: 31 ao 41, Diabo significa OPOSITOR sim, mas isentar sua EXISTENCIA é B U R R O L I C E !!!

    ResponderExcluir
  35. Algumas pessoas questionam, porque Deus não destruiu o diabo? segundo as escrituras, se não houver erro de tradução ou alguma adulteração intencional, na carta aos Hebreus 2:14 as escrituras revela que o diabo foi destruído, não foi no princípio assim que eles tentaram Adão e Eva mas quando Jesus o destruiu na cruz do calvário.
    OLHA O QUE DIZ EM HEBREUS 2:14: E VISTO COMO OS FILHOS PARTICIPAM DE CARNE E SANGUE, TAMBÉM ELE PARCICIPOU DAS MESMAS COISAS, PARA QUE PELA MORTE DESTRUISSE AQUELE QUE TINHA O IMPÉRIO DA MORTE, ISTO É , O DIABO; E LIVRASSE TODOS OS QUE, COM MEDO DA MORTE, ESTAVAM POR TODA A VIDA SUJEITO A ESCRAVIDÃO.
    Em algumas bíblias a tradução se difere, tem bíblia que afirma que Jesus destruiu, tem outras que diz que aniquilou e nós sabemos que existe diferença entre aniquilar e destruir. Aniquilar é limitar o poder e destruir é tirar todo o poder.

    ResponderExcluir
  36. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  37. Na carta aos Hebreus, a bíblia afirma que Jesus participou de carne e sangue para destruir aquele que tinha o império da morte, a saber, o diabo. As escrituras afirma de Jesus destruiu, é bem verdade que a bíblia não informa que o diabo é uma pessoa física, mas nota-se que ele é uma força que age na mente humana, quando o homem permite, todo o ser humano tem a capacidade natural de impedir a força maligna de atuar em sua mente, mas algumas pessoas não se esforçam para repreender esta força, Jesus nos orientou através das escrituras a nos proteger.
    Eu entendo que Jesus destruiu o diabo, ele foi derrotado, o que o ser humano pratica são as obras da carne, em que o apóstolo Paulo afirma em uma de suas epístolas, que a carne milita contra o nosso espírito para não praticarmos o bem. Então está no pensamento do homem a prática do bem ou do mau, quando Jesus foi tentado, antes de ir a cruz, foi em sua mente que veio as palavras para que ele transformasse pedra em pão, e também se jogasse de um precipício, eu entendo dessa forma, e não como o sistema religioso ensina as pessoas, que o diabo apareceu em pessoa para tentar Jesus.

    ResponderExcluir
  38. Todo este extenso artigo e me vem a mente a tentação de Jesus: 'Tudo isso te darei se prostrado me adorares' (Mt 4:9 e Lc 4:6) Tudo ilusão pela carência de alimento? Transtorno mental? Nem existiu o tal 'Diabo' e nem os anjos que o vieram servir posteriormente? E os demônios que Jesus expulsava? Não expulsava... fazia só teatro? Quem repreendeu os 7 filhos de Ceva? (Atos 19:15- "Respondendo, , porém, O ESPÍRITO MALIGNO, disse: Conheço a Jesus, e bem sei quem é Paulo; mas vós quem sois?") Quem vai ser amarrado por 1.000 anos? (Ap 20:2) Quem será lançado no lago de fogo? (Ap 20:10)

    ResponderExcluir
  39. bom vamos lá 1 analise sobre ser ele um ser .diz as escrituras .não deis lugar ao diabo .tem mais .ele é o grande .sedutor ,.e o enganador ..3 tentação .fez ele a cristo .lembra .?

    ResponderExcluir
  40. O MESSIAS tdo consumou, aniquilou o diabo venceu a morte! ele afirmou: tdo esta consumado... por isto é vivemos num novo tempo(tempo da graça) só precisamos combater o bom combate, e guardar a fé, como nos disse PAULO. de resto, diabo da dinheiro e mantém o povo na escravidão( aprisco) abçs a todos irmãos

    ResponderExcluir
  41. O MESSIAS tdo consumou, aniquilou o diabo venceu a morte! ele afirmou: tdo esta consumado... por isto é vivemos num novo tempo(tempo da graça) só precisamos combater o bom combate, e guardar a fé, como nos disse PAULO. de resto, diabo da dinheiro e mantém o povo na escravidão( aprisco) abçs a todos irmãos

    ResponderExcluir
  42. Meu querido irmão, mostra muita sabedoria. Mas a sua teses e muita fraca e deixa brechas"Se o eterno e contra ele mesmo qual é o sentido de Cristo morrer por nós? Outra coisa no livro de Daniel, pra que o eterno colocaria um Príncipe da trevas pra impedir Gabriel durante os 21 dias e manda Miguel pra ajudar. O qual é o sentido do Eterno cria seres caivel? Me dar a entender que sutilmente nós somos um deletei ao Bel pra ser do Eterno. O irmão intepleta tudo literal.O irmão parece, ser um saduceu,pois o senhor jesus mostrou os dois lados material e espiritual. Um abraços e fica na paz

    ResponderExcluir
  43. nao sou estudante de teologia ,conheco basicamente a palavra o suficiente para saber q eu preciso de andar de acordo com os ensinamentos de Deus e do nosso senhor jesus cristo.se desviando do mal e do pecado ,das cuncupciencias da carne e dos olhos;e de tudo q desagrada o nosso Deus todo poderoso.todas essas perguntas e respostas nao vai levar a lugar.Pois enquanto vivermos nessa terra nao vao faltar perguntas para se fazer. e perca de tempo ficar nesse questionario sobre as escrituras;pois esta ecrito q ai daquele q tirar ou acrescentar um til.Bem ate salomao q a palavra relata q nunca houve nem havera homem sabio como ele,se corompeu imagina esses sabios de hj.ficar questionando o q e e q nao e pode nos levar a desrespeitar a Deus .pois a sabedoria consiste e temer a Deus e a inteligengia em se desviar do mal.Entao eu convido a tds vcs parar de estar gerando duvidas nas pessoas;e se verdadeiramente temen a Deus se consagrar e buscar fazer o ide do senhor,pois so Deus sabe de todas a coisas. pr.r souza fortaleza ce.q.DEUS TENHA MAIS MISERICORDIA DE TODOS NOS.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...