domingo, 20 de fevereiro de 2011

Lucifer e a estrela da manhã

Baseado em estudos próprios e alguns estudos de Bruno Silva
Muitos religiosos, dizem que Lucifer é um anjo caído que se rebelou contra Deus e que levou consigo um terço dos anjos. Esta istória é retirada de um relato apócrifo de origem desconhecida, chamado a queda de Lucifer. Na verdade, a palavra lucifer, não aparece na biblia. Lucifer significa o portador de luz, é na verdade um deus mitológico da mitologia grego-romana. Mas como ele foi na parar na biblia no antigo testamento, milênios antes? vamos ver.
O antigo testamento foi escrito em hebraico, lingua original do povo judeu. O novo testamento, ainda que alguns desconheçam, também foi escrito em hebraico originalmente e também em aramaico, dialeto usado na época de Jesus Cristo. Como na época de Jesus, o grego era a lingua predominante na época, como o inglês hoje em dia, as cópias dos evangelhos eram feitas em grego, afim de levar o evangelho ao maior numero de pessoas possivel. Até hoje existem códices originais dos evangelhos, como o códex vaticanus, todos em grego.

Entre o primeiro e o segundo século do cristianismo, Irineu, vendo muitos cristãos morrendo e sendo
persseguido pela sua fé, achou importante os cristãos terem um livro sagrado, que contasse a istória de por quem eles estavam sendo martirizados. Irineu escolheu alguns evangelhos, ou conês, como eram na época, que achou aprorpiado para os cristãos. Mas os cristãos aumentavam surpreendentemente naquela época,
e começaram a surgir grupos cristãos com suas próprias doutrinas e seus próprios evangelhos, alguns misturando a verdade com gnosticismo e misticismo.

No século IV aproximadamente, com a expansão e rebelião do cristianismo, O imperador pagão constantino, realizou um concilio, onde oficializou o cristianismo como religião oficial do imperio romano. Neste conciio, reuniu representantes de varias religiões da época, sobretudo cristãos, e decidiram quais livros e quais evangelhos deveriam entrar ou não na biblia sagrada. O conciio manteve o antigo testamento como os Judeus o tinham.E o novo testamento foi analisado livro por livro para entrar na bibia.

A pedido do papa, São Jerônimo traduziu toda a biblia então formada, para o latim, é o que nós conhecemos como a biblia vulgata. Umas das primeiras traduções da biblia e base para outras traduções.

São Jerônimo, não era perito em grego, e como ocorre em muitos idiomas, algumas palavras tem diversos significados. Em Isaias 14, vemos uma profecia contra o Rei da babilônia, e por não ser perito em hebraico também, São Jerônimo traduziu esta passagem em particular como se o Rei da Babiônia fosse lucifer. No versiculo 12, vemos uma profecia contra um rei orgulhoso que diz

"Como caíste do céu, ó estrela d´alva, filho da aurora! Como foste atirado a terra,
vencedor das nações"

São Jerônimo traduziu na vulgata, esta passagem assim:

"Como caíste do céu, ó Lucifer, filho da perdição! Como foste atirado a terra,
vencedor das nações"

A estrela d´alva, também conhecida como estrela da manhã, ou seja, o planeta vênus, era conhecido por seu brilho e luminosidade, por isso era chamado estrela d´alva. Quando São Jerônimo fez a tradução, ele entedeu que se referia a algo cheio de luz, então utilizou a palavra grega lucifer. Mas se lemos todo o capitulo, vemos que a profecia de Isaias 14 se refere a um rei tirano e orgulhoso, não a um ser caido do céu. Nos versiculos anteriores, vemos que ele diz que o xeol se agita por causa dele. Xeol é onde iam os mortos segundo a biblia, que algumas traduzem como inferno,mas significa literalmente sepultura. Esse erro de São Jerônimo, na
tradução, criou toda uma mitologia em torno de si, e até nos dias de hoje é dificil explicar a verdade. Há estudos inteiros de religiosos na internet provando por A mais B que essa passagem se refere a Lucifer sim e quem fala o contrario é chamado de herege e Satanista.

Mas se a estrela d´alva é Lucifer, como insistem alguns, vamos comparar com as
outras passagens biblicas que esta palavra aparece. na segunda epistola de Pedro
cap 1, versiculo 19 diz:

"Temos, também, por mais firme a palavra dos profetas, a qual fazeis bem em recorrer como a uma luz que brilha em lugar escuro, até que raie o dia e surga a estrela d´alva em nossos corações."

Se a estrela d´alva é Lucifer, estaria o apostolo Pedro nos desejando termos lucifer em nossos corações?
Claro que não. pedro se referia a Jesus quando disse isso. Podemos notar isso em
apocalipse 22,16

"Eu, Jesus, enviei meu anjo para vos atestar estas coisas a respeito das igrejas.Eu sou o rebento da estirpe de Davi, a brilhante estrela da manhã."

Alguns dizem, que esta estrela da manhã não é a mesma da estrela d´alva. Outros, separam a frase e dizem que a estrela da manhã é o anjo que Jesus enviou para testificar as igrejas. Mesmo se fosse assim, então significa que lucifer é um anjo de Jesus. Mas se lermos bem, vemos que jesus diz claramente que ele é a estrela da manhã, o que, arrogântemente o rei da babilõnia pretendia ser em Isaias 14.
E por fim, também temos a menção da estrela da manhã em apocalipse 2, 26-28

"E ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações, E com vara de ferro as regerá; e serão quebradas como vasos de oleiro; como também recebi de meu Pai. E dar-lhe-ei a estrela da manhã"
Jesus diz a igreja de tiatira, que ao que vencer dará a estrela da manhã, que ele recebeu do Pai. Ou seja, a estrela da manhã é uma dadiva, e não se refere a lucifer nesta passagem.
Alguns também citam jó 38,7

 "Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam?"


Nesta passagem, Deus diz que as estrelas d´alvas cantavam juntas no céu, mas a passagem não se refere a queda. Na verdade, a queda de Satanás é mencionada em apocalipse 12, 7-10
O objetivo é esclarecer alguns erros de interpretação, onde em algumas passagens que realmente não se referem a Lucifer, religiosos insistem em dizer que se trata dele, cometendo assim heresia.


A única menção em todo o Antigo Testamento à personagem que mais tarde os cristãos interpretarão como Lucifer surge no "Livro de Isaías", quando o profeta descreve a queda do rei da Babilónia: "Então proferirás este canto contra o rei da Babilónia, e dirás: Como cessou o opressor! A opressão acabou (…) Eis-te caído do céu, Astro brilhante, filho da aurora! Foste lançado por terra, tu , o que derrubou das nações!" (14: 4,12).
Na versão hebraica, a expressão utilizada para se referir ao rei como " brilhante, filho da aurora" é: רחש־ןב לליה ou: “Hellel ben Shahar" (helel = estrela, ou aquele que brilha + ben = filho(ou nascido de) + shahar = aurora).

PARA COMPARAR
Alguns oráculos utilizam uma linguagem metafórica parecida e vemos que não se referem a seres, mas a homens. Dois exemplos:

"Filho do homem, dize a Faraó, rei do Egito, e à sua multidão: A quem és semelhante na tua grandeza?...Por isso se elevou a sua estatura sobre todas as árvores do campo, e se multiplicaram os seus ramos, e se alongaram as suas varas, por causa das muitas águas quando brotava. Todas as aves do céu se aninhavam nos seus ramos, e todos os animais do campo geravam debaixo dos seus ramos, e todas as grandes nações habitavam à sua sombra...Os cedros, no jardim de Deus, não o podiam obscurecer; as faias não igualavam os seus ramos, e os castanheiros não eram como os seus renovos; nenhuma árvore no jardim de Deus se assemelhou a ele na sua formosura. Formoso o fiz com a multidão dos seus ramos; e todas as árvores do Éden, que estavam no jardim de Deus, tiveram inveja dele" Ez 31, 2-9


Esse oraculo de ezequiel é contra o faraó do egito e ele nunca esteve no Éden mas a linguagem é a mesma.

"E de um deles saiu um chifre muito pequeno, o qual cresceu muito para o sul, e para o oriente, e para a terra formosa. E se engrandeceu até contra o exército do céu; e a alguns do exército, e das estrelas, lançou por terra, e os pisou" Dn 8,9-10

Esse oraculo de daniel também é contra um homem, um rei, e diz que ele se engrandeceria até mesmo contra o exército dos céus e derrubaria as estrelas, mas é apenas simbolico.

Edén mencionado em Ezequiel 28 era uma cidade:


 "Harã, e Cane e Éden, os mercadores de Sabá, Assur e Quilmade negociavam contigo" Ez27,23

A palavra querubim em hebraico significa parcerias. As pedras mencionadas em Ezequiel 28 são as pedras que o principe de Tiro costumava se vestir. E o jardim de Deus é um erro de tradução, no original em hebraico diz "jardim dos deuses". E o contexto é claro ao mostrar que era um homem:

"Filho do homem, dize ao príncipe de Tiro: Assim diz o Senhor DEUS: Porquanto o teu coração se elevou e disseste: Eu sou Deus, sobre a cadeira de Deus me assento no meio dos mares; e não passas de homem, e não és Deus, ainda que estimas o teu coração como se fora o coração de Deus" Ez28,2


O ponto de vista histórico
Quando no séc. III a.C. se realiza a versão grega da Torah encomendada por Ptolomeu Philadelphus, conhecida como Septuaginta, a expressão hebraica é traduzida como "heosphoros" (heos = da manhã + phoros = o que transporta ou o que é transportado). Apesar de não ser uma tradução exata, manteve o significado de “portador da aurora”, equivalente a "aquele que brilha", ou seja, foi uma tradução baseada em uma interpretação, e não uma tradução exata da palavra.
No séc. IV, Dâmaso I - aliás, nascido na antiga Lusitânia - ordena ao seu secretário S. Jerónimo que traduza a Bíblia para latim. Nessa versão da Vulgata a expressão de Isaías é traduzida como "lucifer" (lux, lucis = luz + ferre = transportar, trazer), isto é, "o portador da luz", cuja correspondente em grego é "phosphoros", significa "o portador do archote" ou "o portador da luz", fazendo dele mesmo, como indica o seu nome, aquele que traz a luz onde ela se faz necessária. Na Nova Vulgata, realizada por determinação do Papa Paulo VI e aprovada por João Paulo II, alterou-se para "lucifer, fili aurorae". Em qualquer dos casos manteve-se o sentido do texto hebraico “filho da aurora” e aumentou o sentido: “de luz” para “portador da luz” , como na Septuaginta.
Procurando em todas as passagens do Novo Testamento onde se refere à queda de satanás, não vamos encontrar uma só referência a satanás como “Lúcifer ” ou “de Luz” ou “brilhante” (palavras ditas em Isaías 14:12), existe um registro em 2Co.11:14 que diz: - "E não é de admirar, porquanto o próprio Satanás se(TRANSFIGURA, TRANSFORMA, DISFARSA) em anjo de luz... mas está claro que o texto NÃO afirma que satanás É Anjo de luz.
Então como nenhum dos Apóstolos deixou registrado que Isaías 14 está falando(veladamente) da queda de satanás chamando-o de “estrela” ou “lucifer”, quem foi o primeiro a ter este entendimento, deixando escrito, registrado?
Helena Blavatsk, escreveu uma crítica na introdução da revista "Lúcifer" [Vol. I, No 1, Setembro, 1887] informando que "foi Gregório Magno(540-603) quem aplicou pela primeira vez a seguinte passagem de Isaías, 'Como caíste do céu, ó Lúcifer, filho da manhã'... à Satã e que, desde então, a ousada metáfora do profeta, que se referia, afinal, a um rei assírio inimigo dos israelitas, tem sido aplicada ao Diabo"...
Porém, se você for procurar em todos os “comentários Bíblicos” que falam a respeito de “Anjos” caídos ou não, dos cristãos (que dirigiram as igrejas após a morte dos Apóstolos), ou mesmo dos próprios Judeus, o mais antigo registro encontrado, que se fala a referencia de Ezequiel 28 foi escrito logo em finais do séc. I d. C. / inícios séc. II d.C. no texto "Vita Adae et Evae", um dos Pseudepigrapha de tradição judaica, que narra o exílio do Paraíso e faz intervir Satan como seu interlocutor (http://www.sacred-texts.com/chr/apo/adamnev.htm ), Baseando-se nomeadamente em:
- Ezequiel 28:14, 16, que é uma lamantação ao rei de Tiro ("Estavas no Éden, no jardim de Deus (…) Eras um querubim protector, de asas abertas (…) Precipitei-te da montanha de Deus e fiz-te desaparecer, querubim protector, do meio das pedras de fogo"),
- E no texto do Apocalipe 12:9 ("E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo...

Anos depois, comentaristas cristãos como Tertuliano e Orígenes também vieram (no séc. II/III) a interpretar Isaías 14:12 como o anjo caído que se revoltara contra Deus e fora expulso pelo arcanjo Miguel, identificando-o com a expressão hebraica "ha-satan", o acusador. Tertuliano, por exemplo, nomeia claramente o querubim de Ezequiel como Satan ("Adversus Marcionem", Livro II, cap. 10) e Orígenes(que viveu em 183-254) nomeia-o como “a estrela da manha” de Isaías 14:12 ("Ezekiel Opera", iii, 356), no qual escreveu: "Satanás, príncipe dos demônios, e que era a coroa da beleza do Paraíso, a estrela da manhã, é agora o príncipe deste mundo, cuja liberdade Deus respeita. Não pode exercer nenhum poder sobre aqueles que o rechassam."

Orígenes (183-254), apresentou inúmeras contribuições para a devoção aos anjos, embora sua doutrina em outros pontos tenha merecido reparos e até condenações por parte da Igreja. Veja outras passagens escritas por ele:
"Os demônios são Anjos que pecaram por orgulho. Pecaram voluntariamente e agora são habitantes do inferno."
"Satanás, príncipe dos demônios, e que era a coroa da beleza do Paraíso, a estrela da manhã, é agora o príncipe deste mundo, cuja liberdade Deus respeita. Não pode exercer nenhum poder sobre aqueles que o rechassam."
"Conforme o grau de iluminação que receberam, os Anjos possuem funções diversas na administração do Universo. As Dominações, Virtudes e Potestades são destinadas a dirigir os outros Anjos. Os Anjos têm portanto uma certa subordinação entre si".
"Onde quer que exista uma Igreja dos homens, ali haverá também uma Igreja de Anjos".
"O culto que se deve aos Anjos é de veneração e não de adoração".
"Cada diocese é dirigida por dois bispos, um secular e um Anjo".
"Cada assembléia eclesiástica compreende também uma parte celestial formada por Anjos, os mensageiros de Deus, que habitam entre nós, que rezam com os homens(?)

Como já disse, Fato é que em nenhum registro do Novo Testamento (que fala da queda de Satan) são usadas as palavras ditas em Isaías 14:12 “de luz”, mas somente no século II foi Orígenes quem trouxe esta “interpretação” baseado no texto "Vita Adae et Evae", com o texto de Lucas 10:18 “vi satanás cair do céu COMO uma bola de fogo” ou “COMO um raio” e mais uma vez o texto NÃO está dizendo que satã É uma bola de fogo, nem raio, mas que ele caiu como tal. E de lá para cá muitos homens tem reforçado a teoria de Origenes, fazendo assim “uma bola de neve” com tantas interpretações, vejamos:
- Depois da tradução do Latin reforçaram a teoria dizendo que “ Já que Isaías 14:12 está falando de Satanás, então Lucifer(do Latin) é o nome dele antes da queda”...
Quando descobriram a técnica de verificar o contexto, inventaram que satanás estava na terra antes da queda, por causa do contexto de isaías 14:12 que diz: "E, no entanto, dizias no teu coração: Hei de subir até o céu, acima das estrelas de Deus colocarei o meu trono...
E muitas outras teorias surgiram baseadas (crendo como verdadeira) na teoria de Origenes.
Mas uma coisa temos que levar a sério nesta teoria de Origenes:
- Uma teoria que teve como resultado, chamar Satanás de “Lucifer” que quer dizer “portador de Luz”? não foi um resultado bom.
Quando descobriram a técnica de verificar o contexto, inventaram que satanás estava na terra antes da queda, por causa do contexto de isaías 14:12 que diz: E, no entanto, dizias no teu coração:
'Hei de subir até o céu, acima das estrelas de Deus colocarei o meu trono...
E muitas outras teorias surgiram baseadas (crendo como verdadeira) na teoria de Origenes.
Mas uma coisa temos que levar a sério nesta teoria de Origenes:

1.Contexto imediato: verificar todas as palavras descritas na mesma frase.
2.Uso natural das palavras: Os autores da Escritura dizem aquilo que pensam(pelo Espírito Santo) e escrevem aquilo que dizem. Não há significado oculto em uma frase de ensino. Pois o próprio nome diz “Ensino”.
3.Da Bíblia como um todo:
4.Das verdades fundamentais de uma doutrina sã:
Já na primeira verificação podemos concluir que o texto de Isaías 14 não pode ser um relado da queda de satanás descrita em Lucas 10:18. Pois no mesmo versículo temos o contexto imediato, dizendo que caiu do céu quem “derrubava as nações”, e não foi por isto que satanás caíu do céu pois ainda não existiam nações, e nem pode se aplicar nações aos anjos que Satanás levou consigo, pois os anjos pecaram deliberadamente, e não foi esta a causa da queda de Satanás, veja: Judas 1:6 -aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, ele os tem reservado em prisões eternas na escuridão para o juízo do grande dia...
Mas vamos ao texto de Isaías 14:12
"Como caíste do céu, ó estrela, filho da aurora!
Como foste atirado por terra, VOCÊ QUE DERRUBOU AS NAÇÕES!
SE porventura satanás caiu NÃO FOI POR ISSO!!!

Vamos ao dicionário Hebraico Antigo:
שלוח Strong’s: uma raiz primitiva; de prostrar; por implicação, para derrubar, decay: - desconcertar, resíduos de fora, enfraquecem.
על־גוים Strong’s: On – Goim rarely (reduzido) Goy (go'-ee); aparentemente, a partir da mesma raiz como "gevah '(1465) (no sentido de massa); uma nação estrangeira, daí, uma Gentile; também (figurativamente) uma tropa de animais, ou um vôo de gafanhotos: - Gentile, pagão, nação, povo.
Está claro que o texto está falando de nação, povo.
Outrosim fala que foi atirado na terra “você que derribava as nações”, como poderia estar falando da queda de satanás se isto foi antes das nações existirem?, pois lá no édem satanás já era mal, em sua forma caída. Em Lucas 10:18 fala que satanás caiu do céu, isto pode se dizer que foi relato literal, mas não podemos fazer a junção dos textos somente por causa das palavras iguais:”caiu do céu”, pois um é fato literal e outro não. Senão teremos que reportar a Satanás o fato de quando o terceiro anjo tocou a trombeta em Apocalipce 8: 10 E o terceiro anjo tocou a sua trombeta, e CAIU DO CÉU uma grande ESTRELA ardendo como uma tocha, e caiu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas..., e também Apocalipse9:1 E o quinto anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que CAIU DO CÉU na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo..., pois são também as mesmas palavras!!

OUTRA INTERPRETAÇÃO ERRADA:
Alguns historiadores dizem que originalmente o texto de Isaías fora um designativo do planeta Vénus/estrela da manhã. Segundo diversos autrores, na mitologia babilónia-cananita Helel(palavra usada em Is.14:12 para ”estrela”), era um deus associado à estrela da manhã, filho de outra divindade, Shahar, ou Shachar, deus da aurora, e que Lúcifer foi um nome dado pelos latinos ao planeta Vênus. (Nesta acepção leva inicial maiúscula.) a explicação deles é de que todos sabem que Vênus, por sua proximidade ao sol, "aparece" quando este se encontra ao horizonte, durante os crepúsculos, seja esse matutino ou vespertino e dai ele ser conhecido como a estrela da manhã, e também a estrela vespertina, e que durante o amanhecer, a "estrela" Vênus aparece ao horizonte antes do "nascimento" do sol, e que Na observação dos antigos, é como se fizesse o papel de arauto do sol, puxando o astro rei de seu sono nas regiões abissais, e Ele, nas manhãs, anunciava a chegada do sol, como se o carregasse. No entardecer, Vênus "empurrava" o Sol de volta para as regiões obscuras, Dai surgiu a idéia de que Vênus ou Lúcifer, estrela da manhã "porta" o archote, ou, o sol... Veja o que diz em http://pt.wikipedia.org/wiki/V%C3%A9nus_(planeta) 
Da Terra pode ser visto somente algumas horas antes da alvorada (o que vem antes não é filho de)ou depois do ocaso. Apesar disso, quando Vénus está mais brilhante pode ser visto durante o dia, sendo um dos dois únicos corpos celestes que podem ser vistos tanto de dia como de noite (sendo o outro a Lua). Vénus é normalmente conhecido como a estrela da manhã, Estrela d'Alva(conhecido por quem?uma interpretação não é conhecimento) ou estrela da tarde “vésper” ou ainda Estrela do Pastor. Quando visível no céu noturno, é o objeto mais brilhante do firmamento, além da Lua, devido ao seu grande brilho, cuja magnitude pode chegar a -4,4 (costuma-se ser da magnitude de -3,8). Por este motivo, Vénus era conhecido como o planeta desde os tempos pré-históricos.
Mas dizer que foi isto que o texto de Isaías 14:12 se referia é mera especulação, uma história convinscente, serve de argumento para qualquer interpretação do texto, de que era isto que Isaías tinha em mente quando profetizou, mas sabemos que uma palavra fora de seu contexto leva o homem a imaginar muuuuitos sentidos baseado em histórias... Pois se por causa das palavras “brilhante filho da aurora” e o fato de Venus aparecer antes da aurora, dissermos que um quer dizer o outro, então todas as vezes que fizer referência a estas palavras “brilhante filho da aurora” ou “estrela da manha” ou “estrela da alva” quer dizer que estará se referindo ao planeta Venus? Pois em 2ª Espístola de Pedro, 1:19 na mesma tradução onde se trouxe a palavra “Lucifer” para a Bíblia, temos:
"E temos por muito firme a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em atentar, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça e lucifer se erga nos vossos corações" ("et lucifer oriatur in cordibus vestris") (2Pe 1:19).
Mas sabemos que o contexto diz claramente sobre a atenciosidade às parlavras dos profetas COMO a luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça e a luz da aurora (lucifer) se erga nos vossos corações. Ou seja, até que sejam “esclarecidas” em vossos coreções as palavras dos profetas que vocês atentam. Veja: "19 E temos por muito firme a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em atentar, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça e a estrela da manhã (ou estrela da aurora ou lucifer na Latin) erga nos vossos corações. 20 Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.
21 Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo." (2Pe 1:19-21).

5 razões para que Isaías14:12 não esteja falando da queda de satanás:
1ª. O contexto imediato diz que caiu do céu você que “derrubava as nações” על־גוים שלוח , e não foi por isso que satanás caiu, pois ainda não existiam as nações quando ele caiu, quando ele tentou Eva ele já estava caído.
2ª. Caiu do céu, estrela da manhã, filho da aurora... no original é: רחש־ןב לליה : estrela filho ou nascido da aurora, por isso, antes da tradução Latin era entendido como “estrela da manhã” pois estrela nascida na aurora é estrela da manhã, foi esta palavra que foi traduzido para o latim “Lucifer”. Sabendo disso o texto não pode estar se referindo a satanás em sua forma antes de cair, pois o termo “estrela da manhã”, só é aplicado DEPOIS que foi criado o nosso sistema solar e só se aplica a Cristo simbolizando que em nosso estado de trevas(noite) Jesus nos transportou para a Luz(amanhecer)quando amanhece as trevas desaparecem "Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo." (II Coríntios 4 : 6) e (Colossences1:13)
Satanás (em seu estado antes da queda) de maneira alguma teria sido “estrela da manhã” nem “estrela nascido na aurora”, lá no céu NÃO TEM AURORA, nem tão pouco AMANHECER, pois Deus é a luz, veja: E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus que ilumina(Apocalipse22:5)

3 ª. Somente depois de 400 anos dc(séculoIV) que traduziram Isaías14:12 incluindo a palavra “Lucifer” no texto. Então este NÃO foi nem é o “nome” de Satanás.
4ª. A palavra “Lucifer” é uma palavra Latim que quer dizer: lux, lucis = luz + ferre = transportar, trazer. Ou seja, aquele que transporta luz para onde se faz necescário. Chamar Satanás de “portador de Luz” é muito grave, pois o sentido e significado da palavra Lucifer NÃO É: “desfarsador de luz” ou “falsa luz” mas sim “Portador de Luz”! e Satanás não é isto! Se fosse a palavra(também do latin) “Fictioluci” que é “Luz fictícia ou falsa”, tudo bem ser aplicado a satanás, mas não a palabra “Lucifer”, pois é o equivalente a chamá-lo de “oh iluminador!”. Que tal?
5ª. O problema todo se originou da palavra “caiu do céu”, esta é a unica palavra (em Isaías 14) que já tinha nos escritos sagrados referindo à queda de satanás(Lucas 10:18), pois o restante: “estrela da manhã”, “subirei aos céus”, etc, só virou referência a satã após a junção dos textos de Is.14:12 com Lc.10:18 , Origenes teve a interpretação de que era um texto falando figuradamente da queda de satanás (Há quem argumenta: ––Quem caiu do céu senão satanás como diz em Lucas10:18 “vi satanás cair do céu como uma bola de fogo ”?).

Como depois da frase “caiu do céu” ainda tem a colocação “estrela” e ainda “que nasce na aurora”, logo ele subentendeu que o termo “estrela” se referia também a satanás, e daquela época em diante muitos acreditaram em sua teoria. Mas curiosamente, em Apocalipse 8:10 e Ap. 9:1 também trazem as MESMAS palavras “caiu do céu, uma estrela” se fosse assim, então estes textos também estariam falando da queda de satanás(mas sabemos que não).

Refutando dentro do contexto:
1. A profecia foi encaminhada para o Rei da Babilônia. vs.4
2. O rei era alguém que feria e perseguia os povos. VS.5
3. O juízo dele está chegando. VS.6
4. Ate as árvores são gratas pela queda do rei. VS.8
5. O inferno (sheol) já existia. VS.9
6. Haviam reis sobre a terra. VS.9
7. Os reis haviam adoecido antes dele. VS.10
8. Ele foi derrubado depois. VS.12
9. Ele reinava sobre as nações e depois foi derrubado. VS.12
Obs: Quando o diabo reinou sobre as nações e depois foi derrubado antes de Adão, ou entre Adão e Cristo?
10. Ele disse que subiria. VS. 13-14. Ué, se subiria, isto significa que o diabo estava aqui na terra reinando sobre as nações?
11. O inferno já existia. vs.15.
12. O texto diz homem e não anjo. VS. 16
13. Tinha cativos. VS.17. Onde o diabo tinha escravos antes da queda?
14. O diabo tinha um povo? VS.20
15. Tinha filhos? VS.21
Portanto, o texto não dá apoio nenhum a uma interpretação de que se trata da queda do diabo
mais sobre o tema :  Por que Deus não destruiu satanás?
Yetser hará, a nossa inclinação para o mau




Professor Fábio sábino da USP,formado e graduado em teologia perito em grego e hebraico!




gostou deste blog? Se inscreva, divulgue ou contribua !
Shalom!

35 comentários:

  1. Por mais que tente não confundirá ninguem, com seu espirito de enganação e seus deuzes...

    ResponderExcluir
  2. Explicação perfeita ...estou aprendendo muito tem ate 5 amigos meus que estudamos por seu site abração não olhe as citicas da oposição

    ResponderExcluir
  3. Ao primeiro irmão, não entendi seu comentario, mas não sigo deuses, sou monoteista e creio em um único Deus!

    Ao segundo irmão, obrigado! Espero poder postar mais estudos e mais coisas esclarecedoras que sejam edificantes.

    Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  4. irmão fiz uma pergunta a um pastor do ministerio porque yeshua não repreendeu satanas ele não tinha resposta e se Elias foi para o céu ele ficou na duvida ele me disse talvez;me explique como e interpretar o monte da transfiguração e sobre demonios na sua opiniao eles são seres inteligentes capazes de enganar o homem que serve ao Eterno?

    ResponderExcluir
  5. André Luiz, a visão de Moisés e Elias no monte representa o reino futuro do messias, sendo Moisés e Elias representantes da lei e dos profetas. No versiculo anterior o próprio messias diz acerca disso:

    "Em verdade vos digo que alguns há, dos que aqui estão, que não provarão a morte até que vejam vir o Filho do homem no seu reino" Mt 16,28

    A visão que eles tiveram foi do filho do homem em seu reino.

    Sobre demônios, como eu ja falei em outras postagens, nós não sabemos a sua origem, mas o livro de Enoque os descreve como seres condenados a vagarem pela terra, sendo os espiritos dos nefilins.

    Eu creio que eles possam enganar as pessoas sim e possuem uma certa inteligência. Mas na biblia nós só vemos demônios agindo na vida de pessoas que cometeram pecados ou que o próprio D'us enviou esses demônios para atormentarem essas pessoas. E Yeshua nos deu poder de em seu nome expulsa-los. Portanto, creio que não devem ser temidos por quem segue á Deus e tem seu espirito. Luz e trevas não habitam o mesmo lugar. Se seu templo (CORPO) tem luz, as trevas se afastarão.

    Shalom!

    ResponderExcluir
  6. ...ou que o próprio D'us enviou esses demônios para atormentarem essas pessoas... No seu comentário você usou este termo, quem são estas pessoas e porque Deus faria isto -
    Obs:Coloquei como anônimo, porque e um saco ficar digitando o mail para que a postagem apareça, os desenvolvedores deveriam melhorar isto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão, estou esses dias sem internet, assim que eu resolver isso, tentarei analisar melhor seu coemntario. Fique com deus! Abraços!

      Excluir
    2. Excelente texto!!! O melhor que li até então em coerência e objetividade!!! Obrigado!!! Aprendi enormemente e vou reler esse post repetidas vezes!!!! Forte abraço.

      Excluir
  7. bom dia ronaldo!!!
    olha nao saindo fora da conversa?
    me diz ai eo, sacerdocio levitico?
    como fica hebreus 7?
    queria saber sobre isso!!
    poderia me ajudar bem!!

    ResponderExcluir
  8. O que o autor de Hebreus esta dizendo, é que houve uma mudança no sacerdócio. O sacerdócio era dos levitas, mas Cristo não era desta tribo, e o autor o análoga a ordem de Melquisedeque:


    "Visto ser manifesto que nosso Senhor procedeu de Judá, e concernente a essa tribo nunca Moisés falou de sacerdócio" Hb 7,14

    E o autor diz que mudando o sacerdote fez se mudança na lei, pois os levitas cuidavam principalmente dos serviços ligado ao templo. Como no sacerdócio de Cristo já não existe mais o templo fisico, consequentemente anula-se os serviços ligados ao templo. Nós somos o templo, o espirito santo habita em nós. Jesus é nosso pastor, e portanto, nosso sacerdote, não da casa de Levi, mas de Judá.

    É mais ou menos assim que eu entendo hebreus 7. Se o irmão tiver alguma pergunta mais especifica, poste e vamos analisar.

    Abraços, fique com Deus!

    ResponderExcluir
  9. Em 09 de Setembro de 2012

    Olá analisando as escrituras,
    Estou pásmo de verificar a capacidade degenerativa da mente humana.
    Seu estudo é um blefe suas afirmações engôdos sua pesquisa desprezível.
    Primeiro Lúcifer nunca fez parte da mitologia Grega no total de doze (12) mitos e tão pouco do processo de colonização romana também doze (12) mitos.
    Não há referência de oráculo na Bíblia em Hebraíco ou Haramaíco o VT tão pouco o NT escrito em Grego e não em Hebraíco como afirmado em sua vã pesquisa.
    Segundo para a compreesão de Lúcifer descrito em (Ezequiel 28) é necessário recorrer a Hermeneútica e ter mais conhecimento profundo de simbologia, linguagem figurada, adereços, parábolas e metáforas etc.
    Suas pesquisas são levianas pura Blasfêmias e Heresias contra o Deus de Israel.
    Seu caráter é duvidoso e confuso e espalha a discórdia e a confusão metas de Satanás.
    Onde estão sua qualificação e instrução?
    Sua bibliografia é desconsiderável e praticamente inexistente não dá para confiar pois são 99% erras as referências aqui por você apresentadas.
    A quem tú pesas querer enganar com isso? A Deus que tudo ve e tudo sabe.
    Sabe por que ele preparou os Presbíteros? Mestre, Profetas, e Doutores por causa de seres humanos egoístas e confusos como você?
    Vou fazer uma campanha para seu conteúdo cair em total descrédito pois 99% esta tudo errado?
    Aprenda...a ser mais humilde. Deus abate todo soberbo e exalta o simples e humilde esquerceu que vaidade pertence a Satanás?
    Não sou religioso... já já saberá quem aqui Deus enviou para vasculhar o seu LIXO aqui postado.

    Professor, Gildevan Soares Correia.
    Bacharel em Teologia.
    Graduado em Ciências da criatividade humana.
    Historiador Grego: Especialista da Arte,Filosofia, Estética, Cultura, Religião e Mitologia Grega.
    Obs. Delete toda essa baboseira sem coerência, coesão, texto, contexto. O que vemos apenas pobre pretextos fradulentos que a história real não aprova.
    Vou usar um adágio popular para lhe descrever. Em terra de cego quem tem um olho só é rei. Volte para a sala de aula urgente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais informação para os tolos daqui...enganadores de si mesmos.
      Lúcifer: Palavra que aparece na VULGATA em IS 14.12. Quer dizer ¨Fonte de Luz¨ e, segundo alguns BIBLISTAS, refere-se ao rei da Babilônia.
      Trata-se do planeta Vênus, a estrela da manhã, cujo brilho desaparece com o nascer do sol.
      Outros entendem que a referência é a Satanás, e é nesse sentido que se usa ¨Lúcifer¨ hoje.

      Referência 1: Dicionário da Bíblia de Almeida.
      Autores: Werner Kaschel e Rudi Zimmer.
      Edição: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.
      Referência 2: Bíblia de Referência THOMPSON com Suplemento Arqueológico.
      Tradução: João Ferreira de Almeida.
      Sistema de estudo bíblico original e exaustivo de Thompson
      Sistema numérico de referências em cadeia, análises de livros, estudos esboçados e ilustrados, harmonias, mapas, descobertas arqueológicas e concordãncias.
      COMPILADO E REDIGIDO POR
      Frank Charles Thompson, D.D., Ph.D.
      Editora: Vida Décima segunda edição, 2000.

      Gildevan Soares Correia.
      Bacharel em Teologia, Ministro do Evangelho Presbítero da Igreja Assembléida de Deus brasileira.
      Graduado em Ciências da Criatividade.
      Historiador Grego: Especialista em Arte, Filosofia da arte, estética, Cultura, Mitologia e Religião Grega.

      Excluir
    2. Estou pásmo de verificar a capacidade degenerativa da mente humana.
      Seu estudo é um blefe suas afirmações engôdos sua pesquisa desprezível.
      Primeiro Lúcifer nunca fez parte da mitologia Grega no total de doze (12) mitos e tão pouco do processo de colonização romana também doze (12) mitos.
      ______________________________

      Estou pasmo com seu desconhecimento histórico! Qualquer historiador ou teologo sério sabe que lucifer era um deus romano. Pode chingar a vontade pastor, mas isso não vai mudar o fato!

      _________________________________

      Não há referência de oráculo na Bíblia em Hebraíco ou Haramaíco o VT tão pouco o NT escrito em Grego e não em Hebraíco como afirmado em sua vã pesquisa.

      ________________________________

      Não sei de onde o professor tirou isso, mas em nenhum momento eu afirmo que o VT foi escrito em grego. Ao contrario,a bíblia hebraica existe até hoje, é usada pelos judeus e é impossível ter lucifer na bíblia hebraica, pois essa palavra não é hebraica, é grega!!

      Excluir
    3. Suas pesquisas são levianas pura Blasfêmias e Heresias contra o Deus de Israel.
      _______________________________________

      Desculpe, eu não sabia que dizer que Deus não tem nenhum inimigo, e que não criou nenhum ser do mal era uma blasfêmia. Então judeus, espiritas, e teólogos sérios, não presbiterianos, blasfemam também!!!
      __________________________________________

      Onde estão sua qualificação e instrução?

      _________________________________________

      Talvez a minha instrução não seja aprovada para o professor bacharel em teologia, defensor da existência de um deus grego-romano, criador do mal, inimigo de Deus e da humanidade. Talvez a intrução de um professor de teologia da USP sirva para você. Vou postar então um vídeo de um, da USP, não de faculdades tendenciosas e parciais,mas de um professor de Teologia, grego e hebraico.


      http://www.youtube.com/watch?v=h5lThFDRCmc

      Sei que mesmo assim vai refutar, pois é dualista! Mas esta ai!

      ___________________________________________

      Vou fazer uma campanha para seu conteúdo cair em total descrédito pois 99% esta tudo errado?

      ________________________

      Nossa, que exemplo de cristão! Estou emocionado! Devia aprender mais com você, vou até printar isto!

      Excluir
    4. Aprenda...a ser mais humilde. Deus abate todo soberbo e exalta o simples e humilde esquerceu que vaidade pertence a Satanás?
      Não sou religioso... já já saberá quem aqui Deus enviou para vasculhar o seu LIXO aqui postado.

      _______________________________________

      Você vem em meu canal, defende essa mitologia, me ofende, chama meu material de lixo mesmo e eu tenho que ser mais humilde !!! HUM ! Nossa, vou aprender humildade com você, vejo que tem de sobra!

      Excluir
    5. Professor Gildevan, adicionei ainda mais dois vídeos do professor Fábio Sabino pós graduado da USP! Já que vc me acusa de não ter humildade, tenha ao menos a humildade de assisti-los, já que você alega ser bacharelado....

      Excluir
    6. O problema é que existem muitos "Gildovans" por aí...
      Fanáticos.

      Excluir
  10. O cara formou na faculdade da igreja...
    E veio falar mal da qualificação de um professor da USP. kkkkkkkkk

    Acredite, eu sei o que é isto. Sou formando em Direito, e (depois de muita pesquisa) publiquei um artigo na Internet, em que defendi um tema complicado...
    Alguns Gildovans da vida apareceram me desqualificando e mostrando seus diplomas, e ainda uma série de ofensas por e-mail.
    Essas coisas me lembram daquela velha máxima: "É fácil apontar doutrinas e soluções, quando você ainda não sabe nada a respeito do problema."

    ResponderExcluir
  11. anonimo 10 de abril de 2013 esseGildovans é um idiota

    ResponderExcluir
  12. vai ver ele é o antcristo

    ResponderExcluir
  13. es um "brincante" senhor gildevan zero meia...

    ResponderExcluir
  14. Ótimo texto, uma pena q todos os religiosos que conheco são fanáticos e acharia isso tentativa de manipulação mesmo sem tentar explicar e tentariam fazer isso com insultos como o colega ai

    Parabéns

    ResponderExcluir
  15. Muito, bom trabalho!..e pra quem não sabe..disse ai,que..lucifer,N tem,nada a ver com mitologia..e engrassado..que diz , sore deuses!são mitológicos!..são estas as imagens,que confundem até hoje com as dos santos!...

    ResponderExcluir
  16. Olá, eu tenho uma duvida, porque eu passei um bom tempo pesquisando sobre Lúcifer e em alguns lugares dizia que ele era chamado de Deus cornífero, eu ainda não entendi, eles podem ser associados como a mesma pessoa? Ou com um significado semelhante? Sou católica, mas tenho muita curiosidade de conhecer outras religiões antes de confirma minha crisma em Deus...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria! Tudo bem! Lúcifer vem do panteão grego-romano, tanto que até hoje existe sua estátua em Roma (uma das imagens acima na postagem) do período em que ainda era apenas mais um deus romano e não o capiroto rs. desconheço essa afirmação de deus cornífero, mas deve ser mais algum mito em torno do mito. Abraços!

      Excluir
    2. Aah, agora ta tudo explicado haha, obrigada!

      Excluir
  17. Paz irmão, ótimo estudo, gostaria de saber sobre Lucas 10:18 e também pq falam que Satanás era responsável pelo louvor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No caso de Lucas 10:18 tem que ver o contexto que no caso não tem nada a ver com satanás. Tenho um artigo aqui chamado "Porque Deus não destruiu satanás" que explica a terminologia da palavra satanás que ajuda a entender todas essas passagens melhor. Abçs!

      Excluir
    2. Que historia mais mentirosa e diabólica essa,vai te converter o mentiroso.

      Excluir
  18. acredito eu que tantas coisas se confundem em várias sentidos, seu texto muito bom porém expressa interpretação particular.e a bíblia tem que ser interpretada pelo espírito santo. se nao for assim se.faz engano.

    ResponderExcluir
  19. Muito esclarecedor seu post. Quanto aos críticos, não os vejo como cristãos e sim seguidores do subjetivismo humano. Já contestei muito e hoje prefiro somente crer e não mais contestar. Procuro me informar e obter conhecimento sobre aquilo que resolvi acreditar e respeito todas as opiniões, somente fico triste quando aparece pessoas que se julgam donas da verdade e esquecem umas das máximas de qualquer religião: a humildade. Se não somos capazes de ser humildes com o próximo como poderemos querer estar diante do Senhor que humildemente se imolou por nós. Parabéns.

    ResponderExcluir
  20. parabéns pelo post ronaldo, e para os babacas aqui comentando, esse é um post para as pessoas que estudam sobre a biblia,não como voces é claro,se não acredita não fica xingando, vá ver um site que tem a mesma opinião que voces,

    ResponderExcluir
  21. a serpente do éden era satã!

    resposta;era enki,ou seria uma ideia opositora

    ResponderExcluir
  22. Maravilho esse estudo,aprendi mais com essas explicações.

    ResponderExcluir
  23. Conheci o seu blog há poucas semanas e já faço dele fonte diária de leitura. Parabéns pelo excelente trabalho.

    Contudo, identifico, tanto no texto acima como em diversos outros, erros de grafia que comprometem a credibilidade do seu trabalho. O conteúdo é ótimo, mas uma revisão ortográfica seria bem-vinda. Se tiver interesse, eu me disponibilizo a revisar seus textos apenas pelo prazer e apego que tenho pelo idioma, assim como pelo engrandecimento espiritual que suas mensagens me trazem.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...