quinta-feira, 26 de maio de 2011

Dizimo de verdade é para os pobres

Dizimo
Judeus de Verdade, Dão Dizimo Aos Pobres!!!
Masser [ Dizimo do Judeu] Diferente dos Cristãos
Muitas pessoas escrevem para nós perguntando sobre o "dízimo" ou o "maasser" e como nos comportamos em relação a nos tornarmos "sócios" de D’us durante o maior empreendimento econômico de nossa vida e na aplicação de nossas ações futuras como judeus neste mundo.
Só que antes de mais nada é preciso explicar um conceito judaico básico que faz parte da Torá, um dos preceitos primordiais de nosso dia-a-dia, o qual jamais perdemos de vista e o qual inspira outras pessoas a seguir nosso exemplo: a tsedacá, ou ato de justiça.

Tsedacá [ Justiça Social]
A tsedacá é um dos 613 preceitos dados por D’us no Monte Sinai ao povo judeu."Tsedacá" não é caridade, mas como já citamos acima, justiça. D’us permitiu que existissem pobres e ricos para que os seres humanos exercecem bondade e justiça uns com os outros transformando seu livre arbítrio em ações positivas.

Qual a origem da mitsvá de Tsedacá?

A Torá declara: "Se houver um carente entre seus irmãos, numa de suas cidades, na terra que D'us deu a vocês, não endureçam seus corações nem fechem a mão a seu irmão carente. Vocês definitivamente devem abrir suas mãos e lhe emprestar o suficiente para o que lhe faltar" (Devarim 15:7,8)"

Dízimo
Imposto de origem antiga, normalmente pago à igreja, e que corresponde à décima parte dos rendimentos do fiel. Uma vez que não há mais pessoas da tribo de Levi trabalhando no Templo Sagrado, todo judeu tem a obrigação de dar um décimo de seu lucro para caridade e ajuda aos necessitados. Isto inclui desde comida para pobres, até bolsas de estudos e projetos e a qualquer indivíduo ou instituição beneficente de nossa escolha.E ainda, depois da destruição do 2 Templo apos o Ano 70 d,C Nao se cobram Dizimos, pois nao existe o Templo, nem Levitas.

O dízimo surgiu entre os cristãos no século VI, fundamentado na interpretação de textos bíblicos. No Ocidente, a partir da Idade Média, o direito eclesiástico ocupou-se fartamente dos dízimos, tema de vários concílios regionais ou ecumênicos. Entre os cristãos ortodoxos, no entanto, a prática não prosperou.

Citado em textos do Antigo e do Novo Testamento, dízimo é um imposto de origem remota, normalmente pago à igreja, que correspondia à décima parte dos frutos da terra - os dízimos reais - aos quais geralmente se acresciam os dízimos pessoais, cobrados dos proventos dos fiéis, inclusive de seus salários.Entre os judeus, o costume de pagar dízimos se manteve, apesar das invasões estrangeiras. Depois de esmagada a última revolta contra o domínio romano, a Palestina foi esvaziada de sua população e o judaísmo se espalhou pelo mundo.

Posteriormente, o dízimo passou a ser cobrado em dinheiro e perdeu o caráter de contribuição decimal. Foi substituído por um conjunto de doações, em princípio voluntárias, com fins de culto, previdência social e beneficência.

Na época do Templo Sagrado
Na época do Templo Sagrado, os Cohanim e Leviim eram os representantes do povo de Israel, dedicando seu tempo para o serviço Divino.Estes não receberam uma porção de terra para o cultivo, como as outras tribos, pois moravam na região do Templo em Jerusalém ou em cidades designadas para eles.Estas tribos, que tanto dedicavam-se em prol de Israel, eram sustentadas pelo povo. Os dízimos mencionados acima eram consumidos pelos Cohanim e Leviim e suas famílias. As oferendas eram retiradas da seguinte maneira:

1. Bikurim- as primeiras frutas da safra eram trazidas ao Cohen

2. Terumá Guedolá- aproximadamente dois por cento da colheita era dada ao cohen

3. Masser Rishon- o 'primeiro dízimo'- dez por cento do restante da colheita era dado ao Levi, que por sua vez retirava dez por cento e dava ao cohen

4. Maasser Sheni- segundo dízimo- no primeiro, segundo, quarto, quinto e sétimo ano do ciclo sabático, o agricultor retirava dez por cento do restante da colheita e levava a Jerusalém, onde era comido ou redimido.

5. Maasser Ani- Dízimo do pobre- no terceiro e sexto ano no ciclo sabático, ao invés de levar-se o maasser sheni ao Templo Sagrado, este era dado aos pobres.

Uma vez que não há mais pessoas da tribo de Levi trabalhando no Templo Sagrado, todo judeu tem a obrigação de dar um décimo de seu lucro para caridade e ajuda aos necessitados.Há muitas leis relativas ao maasser (dízimo) inclusive relativas ao plantio e colheita da terra em Israel que vigoram até hoje, beneficiando viúvas, órfãos e necessitados.Isto inclui desde comida para pobres, até bolsas de estudos e projetos e a qualquer indivíduo ou instituição beneficente de nossa escolha.

Desmascarando os Apóstatas
O Rav, David Tabaknich [ Diretor Instituto Ariel Jerusalém] Ensina que nesta Parasha o Dizimo de Israel onde foi instruido, aos Judeus entregar o Masser e Tsedaká aos Pobres e nao Pastor ou Igreja, e Assim é em todo Israel e todo Judeu de verdade

Assistam no Final, o Rav fala a Parasha do MAsser [ Dizimo]

O Talmud diz que a fome aparece por que Dizimos nao foram dados, a persistencia provem do desempenho de pecados mortais, a guerra vem da deturpação de julgamento, males provocados por animais selvagens provém da blasfemias, o exilio tem sua origem na idolatria ou no incesto e o derramamento de sangue vem do fato de que a terra descansou no setimo ano.

Vemos por todo Talmud descriçoes de castigos infligidos neste mundo, em retribuição a delitos cometidos. Mas essas explicações ainda nao sao satisfatorias.Basta olhar em volta para ver o sofrimento e a angustia de pessoas maravilhosas, ou a vida boa dos tiranos e ladroes.

Sobre o Video do Rabino de Israel
O Talmud, no tratado Mishná Piket Avot [ etica dos pais]

Rabban Gamliel costumava dizer: Estabeleça para ti um mestre e abstenha-se da dúvida; e não dê o dízimo por valor adivinhado [cálculo aproximado], mesmo excedendo a quantidade estipulada. Shimon, seu filho, disse: Todos os dias de minha vida fui criado entre os Sábios e não encontrei nada que fosse melhor para a pessoa que o silêncio; não é o estudo que é o principal, e sim a pratica; e todo aquele que fala demais traz [favorece] o pecado.

Yossi ben Yoézer de Tseredá e Yossi ben Yochanan de Jerusalém, receberam [a tradição oral] deles [dos precedentes]. Yossi ben Yoézer de Tseredá, disse: Que a tua casa seja um local de reunião para os Sábios; sente-se no pó aos pés deles; e beba sedento as suas palavras.
Yossi ben Yochanan de Jerusalém, disse: Seja a tua casa espaçosamente aberta [para os hóspedes]; trate os pobres como membros de sua família; e não prolongue em conversar com uma mulher.

Eles o dizem a respeito da própria esposa, quanto mais a esposa do proximo. Por isso, os Sábios disseram: Todo aquele que conversa excessivamente com uma mulher prejudica a si próprio, negligencia o estudo de Torá e por fim herdará o Guehinom (Purgatório).

Dizimo, Tesedaká é dos pobres, se é para seguir a Lei, obedeça a torá.

O Dízimo tb nao tem uma quantia fixa, nao exatamente 10% como vimos no video falado do Rabino de Israel. O importante de Masser Cachê ,é sua esmola, nao importa o Valor.
Um Exemplo Classico é os Mulçumanos, que tem Lei tb comparada a Torá. Para quem conhece o Islâ, o Dizimo do Mulçumano é a Esmola, do Judeu tb.
Nós Judeus Ortodoxos Seguimos a Lei, Confirmamos!

FUNDAMENTALISMO RELIGIOSO - DIZIMO - INSTITUICAO JUDAICA EXTINTA - COBRANCA IMORAL.
Interessante, que o Judaismo Tradicional, onde as Escrituras Foram escrita para judeu e Gentio é somente um ramo fora da Boa Oliveira [Israel].
Os Dízimos Vem da Lei, o Destino é sempre este:
Veja: o Destino do Dizimo na propria Lei, Devarim [ deuteronomio 26:11-13]
Deuteronomio 24:19-22 . Ou, Seja Pobres os Necessitados.Em Todas Religioes Orientais, o Dizimo é destinado aos pobres, [ Caridade],

Gentios, nunca darão o Dízimo, A nao Ser, se Praticarem a Lei de Moises, pois vem da Lei, Mandamento da torá. Pesquisem!!!

Oferta é Voluntaria, e Dizimo somente na época do Templo, mas somente quem mexia com a terra. Estudem, mais e parem de serem enganados por pastor ladrao e seitas que nascem para estorção somente.

"Quando acabares de separar todos os dízimos da tua colheita no ano terceiro, que é o ano dos dízimos, então os darás ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, para que comam dentro das tuas portas, e se fartem; E dirás perante o SENHOR teu Deus: Tirei da minha casa as coisas consagradas e as dei também ao levita, e ao estrangeiro, e ao órfão e à viúva, conforme a todos os teus mandamentos que me tens ordenado; não transgredi os teus mandamentos, nem deles me esqueci" Dt26,12-13

Se seu pastor destina seu dizimo aos nescessitados, faz bem e ofertar. Mas se ele não destina seu dizimo a quem nessessita como manda a lei, você esta dizimando para um homem ja abastado e não para um pobre. Você esta se enganando, mas à Deus não. Pense nisso!




 video:
 Mais: Dizimo, a mentira dos sacerdotes ontem e hoje


Shalom!

13 comentários:

  1. Concordo Plenamente. mas não e o que acontece atualmente na maioria das congregaçaoes a converça e outra muito diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque os pastores,não repartem os dízimos com os familiares carentes dos próprios ofertantes ? Porque os pastores excluem o direito bíblico dos necessitados aos dízimos ? Porque alguns pastores e suas igrejas resolveram rejeitar a doação de dízimos para não ter o trabalho de beneficiar os necessitados,com estratégia para odiar o amor de Deus aos necessitados ?

      Excluir
  2. Quem dizima para estes pastores cães gulosos que são ricos, estão enganando a sí mesmos. Eles não praticam caridade e nem ajudam os pobres como manda a lei. E quem prega a verdade, como muitos que conheço, as vezes não tem nem o que comer em casa direito. é uma lastima o que virou o cristianismo hoje...

    ResponderExcluir
  3. concordo com o dizimo do islã, agora porque os palestinos sofrem tantas, agreçaoes por parte do governo Israelençe

    ResponderExcluir
  4. A questão do oriente médio é uma questão politica e prefiro não comentar, porque tenho respeito tanto pelos Israelenses quanto pelos arabes. Que o Eterno leve paz para todos os povos. Abraços!

    ResponderExcluir
  5. E Ronaldo voce esta certo, a respeito das doutrinas aqui no Brasil pregadas, e muito complicado, as pessoas me parece Hipnotizadas,se voce frequentar uma igreja e falar sobre algumas teses voce fica logo de lado ate como se fosse um impostor.. sobre sabado luas novas festa dos tabernaculos e outros itens, Paz Seja Comtigo.

    ResponderExcluir
  6. Dizimo sempre foi para atender as nescessidades dos mais carentes, desde que foi estabelecido. Pena que as pessoas preferem dizimar a pastores ricos e se esquecem dos mais nescessitados. Estão se enganando.

    ResponderExcluir
  7. Aos anonimos: Eu creio que esta havendo um despertamento das pessoas nesses ultimos dias e pouco a pouco as pessoas começam a deixar essas doutrinas enganosas e passam a ler mais a biblia mesmo e despertando para o que esta na escritura.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. concordo com voce 100% ,um bacharel na igreja que eu congregava,me disse que quem nao da o dizimo e contra a obra do Eterno ,eu perguntei qual era o contexto de malaqueias sobre o dizimo e ele nao me respondeu!
    por ai jà da para perceber ....nao tem jeito, quem esta no sistema vai defender o sistema.

    ResponderExcluir
  9. Gênesis 14:1 - 24 O Dízimo que Abrão ofereceu à Deus, era o mesmo de Moisés ?
    Vejamos as VERDADES do Dizimo!
    http://www.youtube.com/playlist?list=PL5BD95DAA3C387258

    ResponderExcluir
  10. Antes de existir,evangélicos,apóstolos,judeus,templos,igrejas,Moisés,leis de Moisés,levitas e leis dos levitas.,leis carnais,leis espirituais,leis da graça,leis da desgraça,e leis sem graça,os dízimos já existiam,eles eram repartidos e distribuídos diretamente em mãos dos necessitados caldeus,babilônicos,confederados de abraão,sodomitas,etc.Havia celeiros e câmaras de depósitos para armazenar dízimos de diversos grãos alimentícios para os necessitados se alimentarem no pátio dos templos dos primeiros fiéis dizimistas da bíblia.Melquisedeque distribuiu dízimos e recebeu dízimos de Abraã,Isso serve de exemplos para todos os pastores e evangélicos dizimistas,mas a maioria deles preferem concordar apenas com os seus pastores.
    Leia 1ªsamuel 2:13-16:“O costume daqueles sacerdotes com o povo era que,oferecendo alguém algum sacrifício,estando-se cozendo a carne,vinha o moço do sacerdote,com um garfo de três dentes em sua mão;E enfiava-o na caldeira,ou na panela,ou no caldeirão,ou na marmita;e tudo quanto o garfo tirava,O SACERDOTE TOMAVA PARA SI;assim faziam a todo o Israel que ia ali a Siló. Também o moço do sacerdote dizia ao homem que sacrificava: Dá essa carne para assar ao sacerdote;porque não receberá de ti carne cozida,mas crua.E,dizendo-lhe o homem:Queime-se primeiro a gordura de hoje,e depois toma para ti quanto desejar a tua alma,então ele lhe dizia:Não,agora a hás de dar,e,senão,por força a tomarei”.Por causa desse fato surgiram algumas religiões que exibiam símbolos e contavam histórias sobre “o tridente ou garfo do diabo”a”panela ou caldeirão do inferno”,”o espeto do diabo”,etc Essa história se referia aos sacerdotes que passaram a usar versos bíblicos para proibir que os dizimistas e ofertantes tivessem parte dos seus próprios dízimos,o que é um direito para todos os dizimistas e não dizimistas necessitados.
    O sacerdote Tobias,fez uma câmara particular para desviar dízimos para ele,então foi expulso pelo sacerdote Neemias,que mandou limpar e preparar as câmaras e celeiros de dízimos para alimentar os fiéis e necessitados,por isso então todo o Judá voltou a trazer dízimos do grão aos celeiros.Neemias 13:9,12(Mateus 21:12) Siga esse exemplo.
    Havia uma lei para obrigar os sacerdotes a tomar dízimos apenas dos israelitas filhos de Jacó ou filhos-netos de Abraão,que individualmente traziam os seus próprios cereias e animais alimentícios para dízimá-los no pátio do templo,onde confessavam e transferia diretamente sobre o animal,o seu pecado para que sobre o animal racaísse o castigo da lei do pecado e da morte,em seguida o pecador sacrificava o animal pelas sua próprias mãos,assim numa só lei DEUS espera que através da distribuição correta dos dízimos aos necessitados façamos jus ao cumprimento de suas promessas feitas a Abraão e Jacó,de alimentar e cuidar de seus herdeiros fiéis dizimistas e parentes necessitados.(Números 18:20 Hebreus 7:5)
    É necessário controlar a boca dos egoístas milionários gafanhotos devoradores de dízimo. É preciso cobrar coerência com a vontade de Deus e mais justiça social,auditoria fiscal e dar o devido direito aos fiéis e seus parentes,e familiares necessitados para que recebam as bênçãos de Deus,nos dízimos.Deus não precisa de prognósticos de pastores para fazer os seus fiéis entender e cumprir a sua vontade.Deus espera há dois mil anos que os órfãos e necessitados saibam que Ele os ama e que pensou em cada um necessitado quando criou os dízimos.
    REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: Gênesis 14 Genesis 26 números 18 Neemias 13 1ªSamuel 2 Malaquias 3 S.Lucas 18 Hebreus 7,etc

    ResponderExcluir
  11. ☆ O Agradecimento e Reconhecimento a Deus, através do Dízimo (décima parte do seu trabalho ou suor) ☆
    veja o link
    http://biblia.com.br/perguntas-biblicas/dizimos/nao-dar-o-dizimo-e-um-roubo-a-deus-cd/

    "Mas é judeu o que o é no interior, e circuncisão, a que é do coração, no espírito, não na letra, cujo louvor não provém dos homens, mas de Deus." (Romanos 2, 29)

    Jesus, ao dizer "Está consumado" Ele cumpriu a Lei. Ou seja, Ele não anulou a Lei, e sim a complementou e, mais ainda, estabeleceu Nova Aliança. Sendo assim, tudo é válida nessa nova aliança. Entenda como Nova Aliança (lei), não aquilo se fez após a sua morte, mas aquilo que Jesus pregou em vida terrena. NO ENTANTO, A NOVA ALIANÇA ESTARÁ COMPLETA QUANDO JESUS VOLTAR PARA LEVADA SEU CORPO (IGREJA = TODOS OS POVOS, JUDEUS OU NÃO). ISSO É PROFETIZADO TANTO NO ANTIGO QUANDO NO NOVO. POR ISSO NÃO HÁ ANULAÇÃO DO ANTIGO TESTAMENTO, E SIM COMPLEMENTO.

    ResponderExcluir
  12. Vejam a verdade sobre o dizimo
    Afinal devemos pagar o dízimo ou não
    Saiba tudo sobre o dízimo em
    Analisando a escritura sagrada

    http://www.analizandoaescritura.epizy.com/2016/04/04/da-dizimo-e-certo-ou-errado/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...