terça-feira, 23 de setembro de 2014

Respondendo perguntas

Respondendo perguntas

Durante todo o tempo em que tenho meu blog com meus estudos, recebo sempre inúmeras perguntas. Algumas observei que são as mesmas que outras pessoas já perguntaram. Por isso resolvi criar esta postagem com as perguntas mais comuns que recebo,tanto teológicas quanto pessoais. Até porque eu ando meio ocupado e ausente e não tenho tempo de responder todas as perguntas individualmente. Então muitos podem conferir um pouco aqui sobre perguntas que já fizeram ou farão:



1) Porque você usa mais de um perfil no facebook?

R: Desde o ano passado, minha página no facebook começou a receber curtidas de inúmeras pessoas diferentes. E infelizmente, como a página se chama “Analisando as escrituras” tem pessoas que tem a impressão de se tratar de uma página evangélica ou religiosa. E daí, quando eu posto alguma contradição bíblica ou algo que afete algum dogma, é natural que venham fanáticos religiosos atacarem a página.

No ano passado em novembro, isto atingiu o ápice, quando um grupo, vindo de uma outra página que ironicamente se intitula sem religião, não gostou de uma postagem minha sobre a lei . Um usuário que se intitula “profeta” formou um grupo de amigos e começou a trollar sem parar todas as minhas postagens, me levando inclusive a ter que desativar minha página por três dias.

Nesse período descobri mais sobre direitos e intolerância religiosa e como proceder. Uma vez que eu não vou em página alheia pregar e nem despregar nada, eu tenho o meu direito de na minha página postar meus estudos, garantido por lei. Tem páginas no face que ama Jesus, tem que odeia Jesus e assim por diante. O País é livre e ninguém é obrigado a seguir o que os outros querem. Mas infelizmente nem todos pensam assim, sobretudo os fundamentalistas cristãos.

Não bastasse a trollagem, clonaram minha página e meu perfil no facebook. Denunciei as páginas mas ainda hoje tem uma página clone da minha e de perfis meus. Algumas pessoas que eu tinha em minha rede de amigos, inclusive uma menina, eles começaram a enviar mensagens para estas pessoas como se fossem eu. Tudo isso vindo de pessoas que se dizem cristãs e que a lei de Moisés foi abolida, hoje só o que vale é o amor! Que piada!

Por isso eu resolvi criar dois perfis no facebook para utilizar anonimamente e caso eu venha precisar excluir outro perfil meu, eu pelo menos não perco minha página. Por isso que as vezes eu estou utilizando um perfil e as vezes outro. Tudo que envolve religião é isso! Não compartilho quase nunca fotos pessoais ou de familiares, a não ser que seja em um perfil que confio, porque as pessoas que fazem parte de minha rede social não tem que ser atacadas por fanáticos psicopatas virtuais.


2) Por que você analisa o novo testamento e Paulo se os critica?

R: Eu me defino há muito tempo como Agnóstico Deísta. Eu creio em Deus, mas acredito que as escrituras são um produto humano. Tem coisas divinamente inspiradas? Sim, tem muita coisa divinamente inspirada misturada com muita coisa humana, como fábulas, erros, acréscimos etc... Mas independente de crença, eu sou teólogo, e como tal eu estudo tudo relativo as escrituras. Eu não posso simplesmente descartar o que eu não creio ou ignorar, isso não existe. A função de qualquer teólogo ou exegeta é analisar tudo imparcialmente, não ser tendencioso. Por exemplo:

Eu não considero Paulo apóstolo, porque ele não foi. Mas na bíblia nós temos Paulo em mais da metade do novo testamento. O que eu vou fazer? Ignorar isso? Isso seria ser parcial e tendencioso. Imagine por exemplo um irmão ou pastor mesmo que indagando sobre o arrebatamento de Paulo. Eu posso responder assim: “O preterismo entende que o arrebatamento que Paulo se referia era da igreja de Jerusalém para Roma....” ou assim: “Paulo não foi apóstolo, foi um herege! “ Isso não seria nem imparcial e nem profissional. Infelizmente tem pessoas que agem assim. Por isso que as pessoas tem uma dificuldade enorme em entender que minha página é teológica, não religiosa. Se eu fosse falar só coisas tendenciosas seria uma igreja. O nome da página é analisando, isto é, uma nalise critica e racional. E analisando as escrituras, não igrejas ou pessoas, mas as escrituras. Mas pelo nome, muitos não entendem isso.

Meu trabalho teológico não é uma guerra aos cristãos, é um auxilio. Independente de crença ou de igreja.

3) Porque você fala que não é contra igrejas se critica seus dogmas?

R: As igrejas devem ser submissas as escrituras e não o contrário. Se existe hoje um leque de denominações cristãs é justamente por isso, porque as igrejas querem adaptar a bíblia aos seus dogmas e não o oposto.

Se a bíblia diz que Deus é um, ele é um e pronto. As igrejas podem tentar encaixar a trindade na bíblia e adapta-la a sua crença, mas na escritura não diz isso. E infelizmente elas preferem fazer isso a seguir a escritura. Respeito as igrejas que são igrejas, onde a comunidade se reúne em oração e paz e louva a Deus. Isso eu respeito! Sou critico de dogmas porque eu respeito a escritura e a mensagem que seus autores tentaram transmitir. Se as igrejas ignoram isso e fazem adaptações, é com elas. Eu prefiro seguir a escritura.

Sou um grande critico sim da teologia da prosperidade e dessas denominações neo-pentecostais. Se existe alguém que esta destruindo a fé não sou eu, são justamente essas denominações com seus escândalos sem limites. E eu não compactuaria com isso nunca! São empresas da fé onde ovelhas são despidas até o osso para o sustento de lobos vestidos de ungidos. Não tem vergonha na cara, não tem respeito algum pela escritura e a destorcem a bel prazer! Como eu sempre digo, se os cristãos não se revoltam com isso, que tem que aceitar Jesus são eles, não eu.

Toda generalização é burra. Por isso que eu digo que não sou contra as igrejas. Mas igrejas mesmo, não empresas da fé.

4) Porque você não faz hangouts ou debates?

É praticamente impossível para mim participar de um debate virtual ou hangout como o Rubens ou Sabino fazem. Eu não tenho estrutura para isso. Primeiro que minha conexão é extremamente lenta. Eu utilizo um modem da Tim com uma velocidade de até 10Mb por dia no custo de 0,60 por dia. É o tempo de eu abrir um site como meus emails e a Tim já me envia um sms dizendo que eu já atingi o pacote de dados e minha velocidade será reduzida. Mal da para usar um facebook. Quando eu estou conversando no bate papo por exemplo, se eu mudar de página o bate papo cai.

Eu já tinha encerrado meu antigo canal “Ronaldoexegeta” por falta de estrutura. Eu não tenho um estúdio e quando eu envio um vídeo eu tenho que fazer em uma lanhouse ou subdividir o vídeo em pedaços e juntar no próprio youtube.  Como eu não tive colaborações nunca consegui montar um estúdio como planejava.

Meus vídeos são bem caseiros e toscos mesmos. Só me orgulho do conteúdo deles que valem bem mais que muitos vídeos de qualidade que tem por ai no youtube. Mas não daria para eu debater na internet por isso e tem mais um problema:

Debater com religiosos nem a pau!

Uma vez fui debater no skype quando a Tim me deu mais de100Mb no inicio de um mês. Planejei tudo e comecei a debater com um evangélico. Estávamos refutando argumentos e de repente minha velocidade foi encerrada pela Tim. Não consegui mais fazer uma chamada em vídeo. Me desculpei e sai do debate. Normal. No dia seguinte quando vi o debate após minha saída o irmão dizia: “Viram, ele saiu por falta de argumentos, não agüentou a verdade!”

E isso é comum em debates com religiosos. Na minha página mesmo tem uns que postam a bíblia toda, sem contexto, não explicam nada e depois dizem: “Eu ganhei o debate” como se uma vitória virtual fosse mais importante que a verdade. Uma vez algumas páginas até compartilharam uma imagem que dizia assim: “debater com crente é que nem jogar xadrez com um pombo. Ele pisa o tabuleiro, caga tudo e sai cantando vitória”. É estressante e inútil debater com pessoas que não enxergam nem o que estão postando ou dizendo! É que nem aqueles fanáticos de praças que ficam gritando sem nem saber o que estão falando tentando ganhar pessoas no grito. E o pior é que conseguem! Eu não tenho mais paciência com isso, não vale a pena!

Poderia até ir numa lan house ou fazer uma recarga maior para debater, mas não vale a pena.

Certa vez na minha página, por mensagem, um rapaz queria um debate “amigável” comigo sobre a trindade. Tudo bem eu disse, afinal, se eu estudo a escrituras, não vou negar debater amigavelmente sobre a mesma. No segundo versículo dele que eu refutei já começou os argumentos comuns: “Você não sabe nada!” e “Você é um herege” Isso que era para ser um debate amigável. Já estou vacinado contra isso!

Recentemente no youtube, um cara postou um comentário em meu vídeo chamado “A variação textual do novo testamento” Li o comentário dele e deixei, até porque não era nada contra o vídeo, mas uma informação a mais. Beleza! Depois de dois ou três dias ele veio em outro vídeo e disse já em tom agressivo: “Eu tinha postado um comentário aqui e você obviamente apagou, porque você não tem argumentos e foge do debate” . Eu não apaguei nenhum comentário, não costumo fazer isso. Vide meu blog! Ele só errou de vídeo e já veio com sete pedras na mão e com este velho argumento evangélico: “Você não tem argumentos” Ai eu pergunto: Da para debater com uma pessoa assim? Eu nem falei nada, nem um A sequer e já fui acusado de apagar o comentário dele e de não ter argumentos! Mesmo se eu fosse debater, não importa o que eu diga ou mostre ele vai dizer isso: Você não tem argumentos! Porque fanáticos só enxergam o que querem enxergar! Um debate é desgastante e completamente inútil, uma vez que não vou mudar meu ponto de vista e ignorar meus estudos e um fanático não vai mudar de opinião nem se o próprio Jesus estivesse no debate!

Uma vez na minha página um irmão me fez perguntas tentando refutar o preterismo. Eu respondo tudo em vídeo e fiz uma lista de reprodução no youtube chamada “respostas sobre a volta de Jesus” –Ah, Jesus falou de sinais e isso nunca aconteceu kkkkk- eu mostrei os sinais que Josefo descreveu, mostrei a expressão vindo sobre as nuvens, mostrei tudo de acordo com as refutações dele. Depois de tudo isso, ele postou assim: “Você não respondeu nada”. Ai eu falei, deixa, não vou me estressar com isso! Na postagem seguinte que eu fiz ele disse: “Como você não teve argumentos as refutações que eu fiz você agora ta mudando de assunto né”

Fala sério! Como você classificaria isso? Aja paciência! Por isso que eu evito hojeaté responder comentários, não vale a pena! Eu posto meus estudos. Quem concordar ótimo. Quem criticar ótimo também. Não discuto mais. É isso que acontece!

Debater com um Sabino ou com alguém que é mais sensato, beleza! Vou na hora! Agora debater com alguém que já tem uma crença pré-estabelecida e quer te converter a esta crença não é debate! É só um prazer momentâneo que a pessoa tem de que fez um trabalho para Jesus. É uma ilusão. A pessoa mesmo não tendo refutado nada ou sequer argumentado tem aquela ilusão de que ganhou o debate. É triste a lavagem cerebral que estas pessoas sofrem! Triste mesmo!

Quer ver mais um ultimo exemplo, Fábio Sabino:


O Sabino teve alguns desentendimentos com outros usuários do youtube. O Robespierre disse em um hangout que o nome Yeshua foi transliterado como Iesua em alguns manuscritos e que o Sabino estava sendo desmascarado. Em resposta, o Sabino fez um vídeo mostrando todos os manuscritos do novo testamento, sobretudo os Unciais que o Robespierre alegava e  nenhum tinha Iesua. O Sabino pediu para ele refutar e nada. Depois disso no perfil do Robes, as pessoas diziam: “Parabéns Robes, você desmascarou o Sabino”

Como que ele desmascarou? Não respondeu, não mostrou um manuscrito sequer?kkkkk
Mas na mente dos seguidores dele, desmascarou sim! Ou seja, é só eu falar e pronto. Vou falar aqui em meu blog que eu desmascarei os dois. Não preciso provar mesmo.kkkk

Com o irmão Rubens foi a mesma coisa. O Rubens deu um piti no hangout, leu um versículo fora do contexto e saiu do debate. Depois seus seguidores fizeram vídeos dizendo assim: “Como o irmão Rubens desmascarou o Sabino” kkkk Até nos comentários do vídeo as pessoas perceberam isto, porque é ridículo. Debater com crente é isso. Eles citam um trecho qualquer da bíblia e saem cantando vitória!

“As coisas espirituais se discernem espiritualmente” – Pronto! Ganhei o debate ! kkkk


Lavagem cerebral


Fora que eu não sou um comunicador como o Rubens que era radialista por exemplo. Segundo os psicólogos isso influencia e muito. O Malafaia que é formado em psicologia sabe disso e usa muito uma tática que é a do ganhar no grito.


Tem um programa de psicologia no natgeo, que estava falando disso. Um comunicador que falar um absurdo vai convencer mais pessoas que uma pessoa comum falando uma verdade. Isso já foi comprovado quando o Orson Weells, radialista americano, disse no começo do século passado na rádio que os marcianos estavam invandindo a terra. Todo mundo acreditou e causou pânico!

Se uma pessoa comum que nem eu disser uma verdade, por mais verdade que seja, tenho menos força que uma mentira de um irmão Rubens por exemplo. Isso é psicológico. È mais fácil milhares de pessoas acreditarem que os iluminatis estão querendo acabar com elas, por mais ilógico que seja, mas vem de uma pessoa que se comunica bem, que acreditarem que isso é um mito!

Eu estava vendo o hangout do Sabino com o Robespierre na lan house, e o convidado do Robespierre falava igualzinho a ele, parecia um clone. Isso é psicológico! Qualquer pessoa que sofre uma influencia, o que nós chamamos de lavagem cerebral, tenta imitar o ídolo. Por exemplo, você já reparou que os pastores da igreja universal falam igual, se parecem e até o tom de voz deles é o mesmo? Parece aquele filme matrix cheio de smiths kkkk Isso é psicológico! Uma vez que alguém conseguiu lavar o cérebro de outros eles se tornam deuses. Basta ver o Rubens mesmo o tanto de malandragem que o cara fez. Mentiu sobre um processo, mentiu sobre a quebra de seu estúdio, sobre a telex free e quando alguém fala isso, os seguidores dele ameaçam a pessoa. Porque eles já o vêem como um ídolo.


5) Por que você as vezes fica sem postar?

Fora da internete eu tenho uma vida. Eu sempre trabalhei e não tenho tempo de ficar o dia todo na internet por exemplo. E fora que eu sou contra qualquer tipo de fanatismo. Postar estudos por hoby ou informação é uma coisa. Fazer disso sua meta de vida já é fanatismo. Tem pessoas que ficam o dia todo no face postando como se fosse uma missão divina. Eu não gosto de centralizar minha vida nisso. As vezes eu malho, as vezes eu saio, viajo, posto minhas músicas em meu outro canal (Vlogdo Ronaldo) ou humor etc....Fazer da teologia centro de tudo é fanatismo. Se eu ganhasse para isso, tudo bem, poderia encarar como um trabalho, mas não, é só um hoby mesmo ou uma forma de levar um pouco de informação. Nada mais.

Uma vez briguei com um ateu em meu face por isso.Tudo que eu postava em meu face, ele vinha falar que Deus não existe. Eu respeito os ateus. Mas fazer do ateísmo o centro de tudo é ridículo. Eu postava coisas que nem tinham a ver com religião e ele vinha dizendo: “Fora Deus, o resto eu concordo”. Ai eu falei: “Kara, você ta doente! Vai se tratar ou funda logo uma igreja as testemunhas do ateísmo e sai pregando. Pronto!” Todo fanatismo, até o ateu é uma droga! Por isso que as vezes eu me afasto até para distrair minha mente.

Os ateus recentemente contaram quantas vezes o Silas Malafaia twita Deus e gay. A cada 10 twiter 2 são sobre Deus e oito sobre gays. A pregação dele não é Cristocêntrica é gaycentrica! Gay, gay, gay, gay, deus, gay.....

Eu tenho amigos que não gostam de gays que não falam tanto de gays quanto o Malafaia. Eu tenho amigos gays que quase nunca falam de gays ou assuntos gays como o pastor Malafaia. E olha que eu conheço pessoas homofóbicas mesmo. Mas não falam sequer a palavra gay, evitam. Já o pastor não consegue falar duas coisas sem por gay no meio. Isso é um tipo de fanatismo.

O history chanel tem uma propagando com o George T dos alienígenas do passado, que brigam com isso. Quem fez as pirâmides? Alienígenas. Quem fez Cuzco? Alienígenas. Quem inventou o pastel de rua? Alienígenas kkkkk. Me lembrou o Rubens. Quem inventou os números? Iluminatis. Quem causou a inflação? Iluminatis. Quem fez aquele gol no campinho da esquina? Os iluminatis com certeza! Kkkkk

Eu prefiro uma vida mais saudável, sobretudo mentalmente. Por isso que as vezes eu faço outras coisas para distrair, senão vira um fanatismo!

6) Por que você é Agnóstico? O que é isso?

Toda religião é produto humano. Os judeus são o povo escolhido. Deus fez todos os povos mas privilegia os judeus. Hum! Onde diz isso? No livro dos judeus.

Os muçulmanos são os verdadeiros adoradores. A palavra Islã significa submisso a Alá. Onde diz isso? No livro dos muçulmanos. Os hindus são os únicos iluminados. Onde diz? No livro dos hindus. Os cristãos são os únicos que seguem o único caminho. Advinha onde diz? No livro dos cristãos! Dãã kkk

Toda religião tem um livro sagrado que diz que seus seguidores são melhores que os outros.Então acreditar na literalidade da bíblia e veracidade como os crentes fazem, é admitir que Deus só gosta dos judeus e que só os cristãos serão salvos. Pode ter milhões de budistas, hindus ou índios extremamente bons e honestos, mas só os cristãos serão salvos. Isso seria injusto e ridículo!

Por isso me defino como Agnóstico. Creio que exista um Deus. Mas que esse Deus sendo o criador de tudo é justo, e soberano. Não o deus particular de um povo ou de uma religião.

O Agnosticismo argumenta que não se pode provar e nem negar a existência de Deus. Que Deus transcede a concepção humana. É assim que eu entendo e compartilho. O deus que muitas igrejas pregam por ai é um deus particular e exclusivista, que manda um troux...ops....fiel dar um carro para a filha do pastor e não mata a fome na África. Que unge supostamente um chorão para pedir dinheiro para comprar aviões e fazendas e não unge um trabalhador que esta fazendo mágica para sustentar a esposa e filhos. Esse deus que eles pregam é pequeno, limitado demais para ser o mesmo deus que criou tudo. Por isso não da. Prefiro minha visão transcendente mesmo em um Deus maior que tudo isso.



7) Jesus foi o messias? Existiu um Jesus histórico?

Sempre me perguntam isso, sobretudo quando eu posto sobre as falsas profecias do novo testamento. Eu sempre respondo que não discuto fé. Cada um na sua. Não ganho nada atacando a fé dos cristãos. Sobretudo os mais velhos que tudo o que tem na vida é a fé. Imagine um bom velhinho que não faz mal pra ninguém. O que a pessoa ganha tirando a fé dele? Nada. Quando um velhinho me diz: “Jesus te abençoe!” Eu respondo: Amém. Que abençoe a nós todos!

E acho que a crença em Jesus como o messias prometido, cada cristão deve perguntar isso a si mesmo. Jesus foi o messias que Deus prometeu aos Israelitas? Se sim porque ele não cumpriu as profecias? Porque o novo testamento isola versículos do velho testamento e os tira do contexto para dar a entender que Jesus cumpriu as profecias? Só essas reflexões já bastam para cada um concluir por si mesmo, sem intervenção minha ou de ninguém, se Jesus foi mesmo o messias ou não. Como diz o ditado, para bom entendedor, meia palavra basta!

E sobre o Jesus histórico, eu defendo que existiu sim um Jesus, Yeshua, que foi profeta em Jerusalém e previu a queda da mesma e a disperção dos judeus. Agora, se sua história é a narrada no novo testamento, já são outros quinhentos. O novo testamento foi uma compilação posterior, do quarto século cheia de variantes, erros, acréscimos, omissões e sincretismo. Ai vai de cada cristão analisar e buscar a essência do Jesus histórico dentro disso.

Fé, eu não discuto! Crê em Jesus? Amém. Não crê? Amém também. Para mim é indiferente a fé alheia. 


Finalizando

Bom, quando possível postarei mais sobre perguntas e respostas e quem quiser perguntar nos comentários mesmo fique a vontade. Se eu demorar a responder é porque estou planejando viajar em breve e estou corrido com as coisas que tenho que fazer antes. Ok

Paz á todos e grato pela visita!

Ronaldo

9 comentários:

  1. Ronaldo, aprendi muito com seus estudos!realmente abriu minha mente!Agora, dizer que é agnóstico, e que toda religião tem um livro que se diz inspirado!e que seus seguidores é que estão corretos?Meu irmão, ppor acaso, Gandhi,Sidarta Gautama, ou Maomé já curaram um leproso?abriram os olhos dos cegos?ressucitaram mortos?ou algum deles disse:Eu sou o caminho, e a verdade e a vida?e que ninguém vem ao Pai se não for por mim?ou disse , antes que Abraão existisse, EU SOU?Jesus está acima de qualquer religião, aliás ele não fundou uma nova religião, só nos deu livre acesso ao Pai e mostrou nos o caminho da verdade!JESUS...

    Abraços
    Roberto Nogueira
    nogueirapi@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade muitos deles como Krishna disseram sim que eram o caminho e a verdade e bem antes de Jesus. E ai? Se formos seguir a lógica então deveriamos ser hindus, uma vez que ele veio antes de Cristo. Vespasiano curou um cego cuspindo em seus olhos e isto foi documentado por quatro historiadores da época, Josefo, Tácito, Plinio e Filon, É considerado o milagre mais bem documentado da história. Já os milagres de Jesus só figuram nos evangelhos. Por isso eu não acredito em religião, porque tudo que você pensa que é original na verdade é só uma nova versão.
      Abraços!

      Excluir
  2. Outra coisa Ronaldo, sendo agnóstico, não será esse o motivo por dizer que o evangelho de João não era para estar entre os outros três?e também dizer que Paulo não era apostolo?Quando compara os dizeres de Jesus com os de Paulo, voce é tendencioso.E tudo aquilo que disse sobre respeitar um crente que crê na palavra?lendo seus estudos se o cidadão não estiver bem seguro nas escrituras, com certeza ele cairá.Tudo que voce diz tem muitas suposições e posições que voce alega ser verdade, porém não passa de teoria, e não verdade absoluta!Tenha mais cautela, e continue seus estudos visando sempre a verdade, fazendo assim terá mais êxito em suas postagens!

    Abraço,

    Roberto Nogueira
    nogueirapi@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o cidadão não está seguro nas escrituras, Roberto Nogueira, é porque essas escrituras não passam credibilidade. E uma opinião que ele lê só vai fazer essa pessoa cair da fé, se essa fé não estiver fundamentada em argumentos irrefutáveis.

      Excluir
  3. Muito bem Ronaldo, leio de vez em quando seu blog e fico admirado com sua analise imparcial sobre os fatos bíblicos, apesar de você não ser cristão. Mas você poderia me responder duas perguntas caso veja este comentário por gentileza? O que você pensa a respeito da politização da "família tradicional", ou seja, utilizar o preceito bíblico do homem, mulher, e filhos para ganhar votos e se eleger no poder? Outra: muitos cristãos falam, gritam que querem ser respeitados pelo mundo, mas o próprio Jesus relatou que não pode servir a dois senhores: ou o mundo, ou a D'us. Eu queria que você me respondesse a partir de sua opinião sobre isso, por gentileza.

    Abraços,
    Pedro R.

    ResponderExcluir
  4. Olá Pedro! Para mim todo sistema deve ser laico! Se o Brasil tem civis de todas as crenças, raças e orientação sexual, e estas pessoas pagam seus impostos como civis devem ter seus direitos civis como todo mundo.Existem politicos evangélicos, como aquele candidato que já até agrediu a mulher, mas se opõe a união civil gay por ser a favor da família. Que piada! O kara bate na mulher mas é a favor da família ! Como disse o doutor Drauzio varela, se uma pessoa se preocupa com o que seu vizinho faz na intimidade, essa pessoa deveria procurar um psicólogo! E eles aproveitam esse sistema religioso mais hipócrita ainda para ganharem votos. Pedofilia, estupro e orgias tudo pode, mas casamento civil não. Só mesmo pessoas que tem a mente lavada que não percebem isto. Antes de legislarem sobre os outros, deveriam legislar sobre sí mesmos. Sobre as gritarias, é porque no Brasil a maioria é Paulina e não Cristã. Paulo disse para os cristãos gritarem nas praças e em todo lugar a fé em jesus, mas jesus mesmo não disse isso, disse o oposto. Mas a maioria segue paulo, não jesus.

    Abraços, tudo de bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por responder e concordo com você. Muitos do que se julgam defensores ferrenhos da família e bons costumes são hipócritas e mesquinhas. Têm sites que falam o que você também relata em seus escritos como o Liberta-te e o Ceticismo.net.

      Abraços
      Pedro

      Excluir
  5. Parabéns pelos seu texto Ronaldo. Acompanho seus textos no blog e no face há um tempinho e sempre o aprecio pela sua coerência nos estudos e comentários. Quanto aos fanáticos, eu entendo que fanatismo não se discute, se trata psicologicamente, mas é preciso que eles mesmos queiram se tratar ou então não adianta nada mesmo. Claro que nem sempre concordo ou concordarei com todos os seus argumentos, mas é para isso que servem os debates e estudos, não é mesmo? O importante é um confronto sadio das ideias e dos argumentos para que o conhecimento se aprofunde e gere bons frutos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O me objetivo sempre foi e é este, não que as pessoas pensem como eu, mas que pensem. Por isso respeito os que discordam de mim e analisam o que for bom, como você! Quanto aos fanáticos eu concordo, isso é uma doença mental mesmo. Uma pessoa normal não iria perder tempo fazendo falsos perfis só para trolar os outros rss. Esse é mais um dos motivos que eu fui cansando, lidar com religiosos fundamentalistas enche rs

      Abraços Generilson, tudo de bom!
      Ronaldo

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...