domingo, 9 de outubro de 2016

Espiritismo, verdade ou ficção?

Espiritismo, verdade ou ficção?

Eu particularmente não tenho nada contra os espiritas. Acho inclusive eles mais educados, coerentes e racionais que  maioria dos evangélicos. Eu inclusive, acredito em vida após a morte e na existência de espíritos, mas não na doutrina espirita. Tenho até pontos concordantes com o espiritismo assim como tenho com todas as religiões, como por exemplo a não crença no diabo, descrença também compartilhada pelo judaísmo, mas o meu respeito aos espiritas não me impedem de fazer uma análise racional acerca da doutrina em sí, afinal este blog é de teologia, e apesar de alguns pontos concordantes eu discordo enormemente da doutrina espirita em sí, codificada por Alan Kardec, por isso essa analise é extremamente racional e impessoal, como as demais analises das escrituras que faço neste blog.

O espiritismo se declara como a terceira revelação, e aí já começa a minha discordância com a doutrina, porque para ser uma terceira revelação divina, tem que ter tido uma segunda, e como eu já escrevi resumidamente neste blog e extensivamente em meu ebook, eu não vou focar neste ponto neste artigo, mas para quem quiser saber, leia neste blog o artigo chamado: "Porque os judeus não aceitam Jesus, o problema do novo testamento que entenderão". (esta dentre as postagens mais populares deste blog)

Outro ponto que discordo acerca deles se considerarem uma terceira revelação é o fato de que a crença em espíritos e reencarnação se originou no Hinduísmo há milênios atrás. Não ter como ser uma revelação divina de algo que já havia sido revelado anteriormente,ainda mais uma terceira!!

E segundo a doutrina espirita, Deus permitiu em determinada época que os espíritos nos trouxessem essa revelação divina, acerca do mundo espiritual. E segundo a mesma doutrina, os espíritos não podem simplesmente vir aqui e começar a transmitir conhecimento, tem que ser um espirito em um nível superior e geralmente com a autorização de um espirito mais superior ainda, um tipo de mentor espiritual. Para isso o espirito deve estudar e muito lá no plano espiritual para não trazer informações mentirosas ou equivocadas, senão qual seria o propósito de se permitir a trans-comunicação não é mesmo?

Então nós concluímos que os espíritos que transmitiram informações acerca do mundo espiritual para Kardec e os demais médiuns eram espíritos superiores que estudaram muito no outro plano para transmitir um pouco de conhecimento aos homens. Aí eu pergunto com todo respeito aos espiritas focado na primeira questão que eu abordei a do novo testamento: Nenhum desses espíritos superiores que estudou tanto no além percebeu nem por um instante sequer que os judeus teriam motivos lógicos para não aceitarem o messias? Sendo que o espiritismo se gaba de ser uma doutrina racional?

Pois segundo o espiritismo Jesus foi o messias de Israel concordando com todas as vertentes cristãs. Para doutrina é um mestre espiritual e governante deste mundo. Quantos judeus não morreram e foram perseguidos nos últimos dois mil anos por isso? Milhares e milhares. Ai eu pergunto, se segundo o espiritismo nada é por acaso como eles afirmam, e tudo espiritualmente só é permitido para fazer o bem, porque nenhum destes mestres espirituais revelou isso aos homens? Quantas vidas de judeus não teriam salvos, e até de cristãos que brigam entre sí? Mas quando eu pergunto isso a algum espirita as respostas deles são as mesmas dos evangélicos, vagas e espirituais. O velho argumento: "As coisas espirituais se discernem espiritualmente". Ou no caso dos espiritas: "Existem propósitos que nós não podemos conhecer ainda......" e etc.... Desculpem, mas, isto é ser racional como eles dizem que são?

Mesmo acerca das profecias não cumpridas eles alegam o mesmo que a maioria dos evangélicos, que Jesus irá cumprir quando retornar, ou seja, automaticamente admitindo que ele não cumpriu. Então só aqui já da pra deduzir que essa terceira revelação não é tão divina , mas meramente uma mistura de crenças humanas anteriores ao espiritismo com a imaginação dos seus "médiuns".

Por exemplo, o espiritismo alega que jesus foi o maior mentor espiritual da humanidade e governa o mundo. Será que se Kardec tivesse nascido em um País não-cristão ele diria isso? Porque existem mais de 53 mil religiões diferentes no planeta com milhares de deuses diferentes. Porque o maior espirito foi coincidentemente da religião judaico-cristã? Inclusive a maioria das frase ditas por Jesus já haviam sido ditas por deuses e messias de outras religiões como Buda ou Krishna por exemplo. Então porque não Buda ter sido o maior mentor já que ele surgiu milênios antes de Cristo e disse as mesmas coisas e muito mais? Será que é porque Kardec era cristão e nasceu e cresceu em um País cristão? Coincidência não!

Engraçado também é o fato deles darem apenas uma continuidade a religião cristã e utilizam-se excessivamente do novo testamento e da figura de Jesus enquanto que historiadores que poderiam ter cruzado com Jesus na rua não escreveram uma linha sequer sobre ele!! Então eu pergunto, eles estão revelando exatamente o que?!!

Outro ponto que foi o foco original dos meus estudos das escrituras se refere aos acréscimos da bíblia, variação textual e adições. Em obras espiritas assim como nos blogs e artigos evangélicos (pode ver a vontade na internet), eles utilizam estas passagens acrescidas inclusive para respaldarem sua doutrina. Ué? Não tem estudo teológico no céu? Ou será que os espíritos utilizam a ferreira de almeida também?

Um exemplo esta em Lucas 9, 51:56 quando Jesus não é recebido em uma aldeia de samaritanos e um dos seus apóstolos pergunta-lhe se devem invocar fogo do céu como fez Elias. Jesus respondendo diz-lhes:

"Não sabeis de que espécie de espírito sois, pois o filho do homem não veio para destruir vidas, mas salva-las"

O trecho em negrito sabemos comprovadamente que foi uma adição de Marcião, um pai da igreja excomungado inclusive por heresia.Qualquer bíblia de estudo comenta isso em seu rodapé e outras destacam o trecho quer em negrito ou itálico. Jesus apenas disse que não veio destruir vidas, mas salva-las, o resto foi Marcião que acrescentou na escritura como se Jesus tivesse dito. Mas o espiritas utilizam este trecho acrescido como se Jesus tivesse dito e como prova de que a doutrina deles é verdadeira, pois neste acréscimo da a entender que Jesus esta falando de reencarnação no trecho: "Não sabeis de que espécie de espíritos sois"

Repetindo a pergunta: Não tem estudo de critica textual no outro plano? Eles utilizam uma ferreira de Almeida lá? Então vamos ter que esperar eu e alguns exegetas morrerem para ensinar um pouco de critica textual aos espíritos. E o mais irônico é que existem teólogos espiritas muito inteligentes como o doutor Ceverino Selestino por exemplo, mas o que vai contra a crença eles ou ignoram ou usam o argumento espiritual, idêntico aos evangélicos. Será que quando Marcião e os outros pais da igreja desencarnaram eles não perguntaram nada aos mesmos?? Porque a enciclopédia católica mostra esses acréscimos e desde sua origem, mas ninguém que morreu desde o primeiro século até hoje não mostrou isso aos espiritos no outro plano, eles ainda se baseiam na teologia humana!!!

Outro exemplo que eu posso citar é um livro espirita acerca do apocalipse. Eu li este livro e concordei até determinada parte quando o autor, supostamente um espirito utilizando um médio identifica a figura da besta como Roma. Mas quando chega na parte da prostituta famosa eles fazem a mesma associação evangélica de que a igreja católica é a prostituta famosa, teoria criada inclusive por um adventista e que se propagou. O problema é que conforme eu já demonstrei em outros artigos  e vários vídeos a igreja católica não bate com todas as características descritas da prostituta. A igreja nunca ficou embriagada com o sangue dos profetas por exemplo, conforme diz o apocalipse, pois ela surgiu depois do período dos profetas. A igreja nunca foi e nunca será destruída pelos dez chifres (reis) da besta (ROMA) pois hoje a igreja fica dentro de Roma. E os dez chifres já morreram há milênios, e por ai vai. Mas segundo Emanuel, a prostituta é a igreja transviada de Roma!!!



Então até este ponto nós podemos observar que a doutrina espirita é bem mais humana do que eles alegam. Eles seguem basicamente os mesmo equívocos dos evangélicos. Será que este suposto espirito que psicografou este livro não conversou sequer com um espirito de um católico desencarnado, um padre ou bispo etc....? Um erro comum que eles tem com os evangélicos é acharem que os católicos não conhecem a bíblia, sendo que um padre por exemplo estuda de nove a dez anos de seminário para se ordenar padre. O padre Paulo Ricardo por exemplo, chegou a afirmar que a bíblia foi feita por católicos , que foi a igreja que criou a bíblia e não o contrário. E ele tem razão! Toda a chamada "segunda revelação" foi criada pelos católicos. E a doutrina espirita segue e utiliza inclusive as palavras que Jesus nunca sequer disse, mas que foram os católicos que criaram, e ainda chamam a igreja de prostituta! É exatamente que os evangélicos fazem. Seguem coisas criadas por uma igreja que eles definem como prostitua! Isso é a doutrina racional? Espíritos vieram la do mundo dos mortos transmitir isso?

Outro argumento que os espiritas utilizam muito e é inclusive uma regra da doutrina é andar lado a lado com a ciência. O espiritismo diz que onde a ciência avançar, eles devem se adaptar. Sério? Porque até agora eu não vi uma correção no livro dos espíritos das afirmações cientificas erradas do mesmo. Por exemplo, o livro dos espíritos diz que tem vida nos demais planetas do sistema solar, que marte não tem satélite, que saturno possui apenas um anel formado pelo mesmo material do planeta e por ai vai.... Ué, se eles tem que andar lado a lado com a ciência cade as correções destas afirmações absurdas? Ou será que as luas de marte, conhecidas antes mesmo de kardec, deimos e fhobos não existem? Cade a vida em marte que eles alegaram que existem, discordando inclusive pois Kardec disse que marte era a morada de espíritos inferiores, um lugar horrível e Chico Xavier em seu livro diário de uma morta disse marte era morada de espirito superiores, um lugar extremamente agradável. Conforme eu falo da bíblia, se dois autores inspirados transmitem informações opostas e antagônicas, é porque um deles mentiu e não foi inspirado. E nesse caso, qual dos dois mentiu? Ou terá sido ambos?

Pois a ciência já mandou inúmeras sondas para marte e não achou uma pessoa sequer. "Ah, mas são espíritos, por isso a gente não vê eles". Ok, então se o homem colonizar marte ele vai co-existir com os espíritos que lá já habitam certo? Então qual a necessidade deles morarem em marte?, Se eles podem co-existir com vivos poderiam permanecer na terra ué.

Essa afirmação de que a doutrina espirita segue a ciência é falaciosa. Por exemplo, os espiritas acreditam em reencarnação e em karmas. Eles atribuem a karmas comportamentos e aflições humanas, vejamos um exemplo: Então, uma pessoal homossexual por exemplo, eles atribuem a um karma de uma outra vida, ainda que a doutrina divirja neste ponto, mas vou utilizar como exemplo aqui que valerá para outros casos. Então um rapaz que em outra vida seu espirito animou o corpo de uma mulher, nesta vida pode sentir-se atraído por homens, seguindo essa lógica. Só que o comportamento homossexual já foi presenciado pela ciência que eles dizem seguir em várias espécies diferentes. Porque segundo a ciência isso pode ser mais biológico. Isso porque a partir do momento que outros seres vivos apresentam os mesmos fatores que os humanos, então é uma reação biológica que desencadeia o fator, não espiritual.

Um cavalo por exemplo, que desenvolva uma relação homossexual é porque em outra vida ele foi uma égua? Ou ele deve orientar seu espirito nesta encarnação? "Ah, mas os animais não tem espirito!"_ Segundo Chico Xavier tinham. E se não tem, porque um fato quando acontece com um animal é biológico e comportamental, mas quando acontece com um humano tem que ser necessariamente espiritual? Os espiritas não sabem que todos nós, independente de religião, somo seres biológicos, sujeitos as mesmas doenças e comportamentos pela própria biologia?

Porque este argumento de espiritualizar tudo que ainda não compreendemos é tão mistico quanto os evangélicos que atribuem doenças a demônios e buscam curas nas igrejas. Nós já estamos no século XX! e a ciência já comprovou que doenças são causadas por vírus, bactérias e outros fatores, não por seres espirituais ou por karma.

Se for assim então nós poderíamos dizer então que remédios são ótimos exorcistas de demônios ou de reajuste karmico porque na prática eles funcionam.

 Apesar de eu ter usado o homossexualismo como exemplo, isso vale para tudo, desde as alegações de casos nos livros espiritas de pessoas que trazem dores físicas de vidass passadas conforme a forma como morreram até as alegações comportamentais, tipo: "Ah, se você sofre nessa vida é porque foi ruim na vida anterior". Animais também sofrem, desde abandono a maus tratos até problemas emocionais inclusive, e não vejo nenhum espirita utilizar o mesmo argumento com eles. Ou seja, quando é animal é normal, biológico ou o acaso. Quando é humano é karmico, você trouxe de outra vida! Exite até gravidez psicológica em animais para vocês verem como certos fatores são biológicos e não espirituais. Quem governa o corpo é o cérebro não o espirito. É do cérebro que partem emoções, sensações, dores e comportamentos, não do espirito.

Uma dor no peito ou uma enxaqueca forte por exemplo, podem ter muitas causas físicas, e o cérebro transmite a dor para alertar o organismo que algo esta errado com o corpo, e que esta na hora de fazer algum exame para descobrir o que. Não tem nada a ver com a forma que você supostamente desencarnou em outra vida ou com demônios, procure um médico!

Mesmo essa teoria karmica, que eu acho até coerente em alguns pontos, pois devem existir espíritos com graus diferentes de evolução, nisso eu acredito, pois um Hitler não teria o mesmo grau de evolução que Madre Tereza por exemplo. Mas segundo o livro dos espíritos, os espíritos transmitiram a Kardec como conhecimento que um espirito nunca regride de seu estagio de evolução, mas só progride. Não mesmo? O próprio Hitler que exemplifiquei acima nunca pretendeu ser um ditador monstruoso, na verdade ele pretendia ser um artista. Inclusive uma das teorias para a origem do seu anti-semitismo é o fato dele ter sido rejeitado nas galerias de artes alemãs que eram de judeus. Ué, então em determinado ponto ele perdeu sua alma artística e se tornou um odiador de judeus, isso não é uma regressão?

Fora no mundo comum, quantas pessoas não vemos que perdem tudo e se entregam a bebida e outros vícios e regridem? Quantos políticos não sonham em mudar o mundo e fazer o bem para a sociedade mas depois se corrompem e se tornam corruptos, ladrões, mentirosos e até assassinos em alguns casos? Isso não é uma regressão de um espirito que tinha ideais nobres mas depois de se corrompeu? Vide o Lula por exemplo.

Na verdade na própria história da humanidade existiram N casos de pessoas que eram elevadas moral  e espiritualmente e depois de um determinado tempo se tornaram pessoas horríveis. O próprio personagem fictício, Conde Drácula, é inspirado em um personagem real assim, que existiu na Prússia, o conde Vladimir, um homem bom e generoso que abominava o mal, mas depois que partiu para uma guerra, conspiraram contra ele, dizendo para a sua amada que ele havia morrido na guera. Ela se suicidou por conta disso, e ele, quando retornou de viagem, teve tamanha revolta contra tudo que ele acreditava. Renegou a Deus e a igreja e passou a descontar sua raiva e dor fazendo maldades com todos que podia, dai surgiu o mito do conde Drácula. Ué, isso não é uma regressão? Ele não encarnou com um determinado grau de evolução e depois regrediu um dez degraus??!! Então os espíritos que transmitiram seu conhecimento a Kardec se equivocaram aí também.

O doutor Ceverino Selestino, que eu citei acima, da universidade federal da Paraíba, alega em seus vídeos do youtube que os judeus também acreditam em reencarnação. Na verdade se isso fosse verdade, já quebraria o argumento dos espiritas de que eles são a terceira revelação, pois os judeus já teriam então essa revelação há muito tempo rs O judaísmo não acredita em reencarnação como os espiritas e muito menos em karma. O judaísmo acredita em transmigração de almas, que é um conceito diferente, difícil de explicar resumidamente mas que não tem nada ver com a doutrina espirita. O Talmud por exemplo, cita um grande Rabino que seu espirito escarnou em três homens diferentes, mas tanto o rabino quanto estes homens ainda estavam vivos, só para ilustrar que não é a mesma coisa.

É irônico inclusive o quanto as vertentes cristãs se utilizam de coisas originadas no oriente e, ao mesmo tempo criticam e condenam as religiões orientais. Os evangélicos mesmo, acreditam que os hindus estão condenados ao inferno cristão por serem hindus, pagãos e não aceitarem Jesus como salvador, mas não sabem que o próprio novo testamento foi construído utilizando-se de muita base das religiões orientais que existiam em Roma, desde o nome de Jesus que a enciclopédia católica menciona ter sido um anagrama de Krishna com o deus romano Iesus, até frases e passagens do novo testamento que são praticamente plágios dos escritos hindus: "No principio era o verbo, e o verbo estava com Vishnu, e o verbo era o senhor Brahma" Lembra algo? Ou que tal Krishna lavando os pés dos Brahmares ou se encontrando com uma mulher em um poço que já teve sete maridos? Krishna inclusive disse que ele era o caminho e que sem ele não havia salvação, e isso milênios antes de Cristo.Pena eu não poder falar tudo publicamente em um blog.

Na verdade o conceito de reencarnação se originou no oriente, no hinduísmo. Só isso já faria do hinduísmo então a primeira revelação, porque os hindus já pregam o mesmo que a doutrina espirita  milênios antes, com algumas diferenças!! O hinduísmo por exemplo acredita que pessoas possam reencarnar em animais, o que o espiritismo discorda. Mas em essência são crenças comuns n que tange a reencarnação e karma. Conforme eu disse no inicio, pela lógica então Krishna ou Vishnu deveriam ser os governadores do mundo, ou algum outro Deus hindu, pois se a doutrina de reencarnação é a verdade, essa verdade foi revelada primeiro para os hindus, não para os cristãos. Mas kardec apenas misturou essa crença oriental com a filosofia judaico-cristã, e para respaldar mais ainda denominou essa revelação de paráclito predito por Jesus, mais um paráclito!!!

Segundo o evangelho de João (15:26), Jesus disse que quando ele partisse ele rogaria ao pai que enviasse outro espirito, e este enviaria o Paráclito, um espirito consolador. Se o autor do quarto evangelho soubesse a confusão que isso ia dar não teria escrito essa passagem. Eu digo isso porque historicamente sempre, sempre surgiram pessoas alegando ser o tal paráclito e isso desde o primeiro século. Alguns famosos como Mohamed, Joseph Smith, Russel, e é claro, Kardec. Todos que vieram com uma nova mensagem própria, para respaldar sua mensagem diziam: "Jesus falou que eu iria vir,eu sou o paráclito, você deve me aceitar por isso". O problema é que o paráclito prometido, o tal espirito consolador foi enviado logo após a ascenssão de Jesus no chamado pentecostes quando os apóstolos começaram a falar em linguas quando o receberam. Quando um que tenha vindo depois não pode ter sido o paráclito!

O problema de se utilizar a bíblia para se respaldar novas doutrinas e religiões é ignorar que a própria bíblia se interpreta. Vejamos outro exemplo disso com os espiritas: Os espiritas utilizam um versículo de João onde Jesus disse que na casa de Pai há muitas moradas, dizendo que essas moradas seriam os planos espirituais. O problema amigos espiritas, é que no mesmo livro e capítulo inclusive, jesus mesmo explica quais são essas moradas e elas não são espirituais, são as pessoas!!  Então assim fica difícil dar crédito a uma terceira revelação como espiritual uma vez que isolam versículos da bíblia para respaldar essa tal revelação, exatamente como os outros fazem!

Sobre as mensagens espirituais de entes queridos, eu até acredito que pessoas que desencanaram podem nos dar um sinal ou outro, e eu digo isso por experiência própria, porque eu perdi minha mãe no começo deste ano e tive um sinal, o que inclusive incomodou meu amigos espiritas, porque justo comigo, que sou naturalmente cético, é que acontecem tais coisas rs Um amigo chegou a me questionar surpreso: "Ué, então mesmo assim você não acredita no espiritismo??" Eu respondi que acreditar em espíritos não significa acreditar no espiritismo, se fosse assim os judeus seriam espiritas, o hidus seriam espiritas, os chineses seriam espiritas etc.....Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Mas uma pessoa como o Chico Xavier, considerado o maior médium do Brasil, talvez do mundo, é difícil falar dele, portanto não vou falar muito. Primeiro porque como pessoa, este homem foi incrivelmente bom! Poderia ter feito uma enorme fortuna como os Gasparrettos (atualmente não se denominam espiritas, mas espiritualistas) mas preferiu ser caridoso e não materialista, um exemplo inclusive para todos de todas religiões. Pela sua grandeza é difícil analisar até que ponto ele era realmente um médium ou apenas uma pessoa que acreditava mesmo que conversava com espíritos. Existe na parapsicologia uma técnica muito conhecida chamada de leitura fria, muito utilizada por cartomantes e charlatões inclusive. É um dom onde a pessoa consegue absorver informações da outra por intuição, é tipo um bluetoof espiritual. Mas até que ponto poderíamos sugerir que Chico Xavier utilizava esta técnica? Ou será que realmente ele era um caso a parte? Seja como for, que cada um tire suas conclusões.

Seja como for, em respeito a pessoa que ele foi, vou me abster de comentar, inclusive sobre suas polêmicas e fraudes como a irma Odila. Mas o foco deste artigo é a doutrina espirita em sí e não a pessoa do Chico Xavier em questão. E como teólogo e racional eu poderia escrever mais um dez artigos deste ou mil vezes mais sobre o que porque eu não considero o espiritismo como uma revelação espiritual. Repetindo, tenho muito respeito pelos espiritas e acho até que eles realmente se tornam sim pessoas melhores, mais evoluídas e mais coerentes, mas discordo da doutrina por estes e muitos outros motivos lógicos e racionais.

Espero que os argumentos postados aqui neste artigo sirvam de reflexão pelo menos para os espiritas que gostam de se gabar de sua racionalidade. Analisem racionalmente, vejam os outros artigos relacionados com o tema e vejam se essa revelação é tão revelação mesmo. Como diz um amigo ateu: "O espiritismo conforta, mas, é a verdade?"  Fica ai para a reflexão! Paz á todos!

Ronaldo

Um comentário:

  1. Me perdoe a intromissão, acredito que agente tenta dar palpites na parte que entendemos mais.
    Gostei muito do seu tema aqui, mas tem um detalhe que gostaria de explicar.
    Sim, judeus são reencarnacionistas.
    Sempre fez parte da tradição dos Judeus, tanto que o talmud cita os detalhes das rodas das almas no Olam Habá, (mundo das almas) em diversos livros.
    Os movimentos ultra ortodoxos como do Chabad (beit Chabad) são totalmente voltados á questão das reencarnações e nos livros mais tradicionais que fazem parte da história e cultura judaica como o Zoar e o Bahir escritos por sábios e iluminados entres os judeus, também tratam o assunto.
    A questão do Karma tb é tratado como Tikun (correção) que inclusive é analisado no aspecto pessoal como também regional, sendo assim alguns povos estão vivendo em certas regiões do planeta pois fazem parte do plano de Deus para corrigirem ou evoluírem determinadas tarefas em seus países ou continentes.

    Falo isso por sou de família e participei de movimentos ortodoxos e hoje uso apenas como cultura e informação pessoal essas informações.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...