segunda-feira, 27 de junho de 2011

Palavras de origem hebraica e os mitos inventados

A ESTELA DE DAVID
Letra hebraica Dalet
David
(tem um som de ‘D’ como em Dado)

O Rabino Baal Shem Tov, o “Besht” (sábio do seculo18), disse uma vez que “as lágrimas abrem portas, mas a alegria derruba muralhas”.

A letra hebraica Dalet tem o valor numérico 4 e é a quarta letra no alfabeto hebraico. Dalet significa porta ou portal, que vem da raiz hebraica Dalut a antiga forma pictográfica da escrita da letra Dalet era algo em forma de uma porta (como se tivesse pendurada) de uma tenda. E a antiga ktav ivrit era em forma de um Triangulo.

A letra Dalet também esta conectada com a raiz hebraica Dalah que simboliza humildade e consciência que nãos possuímos nada por nós mesmos. Aquele que fica a porta a espera. Também alude ao conceito de Bitul o conceito de reconhecimento que não possuímos nada por nós mesmos e não somos nada fora do Criador que é o caminho para entrar pela porta do palácio de D-us.
A prática de ‘Bitul’ é também conhecida como Devakut ‘colar’ - se apegar à D-us.

A estrela de David, um rei que é chamado pelas escrituras um homem segundo o coração de D-us é composta por duas letras hebraicas na sua antiga forma (dois triângulos) antes do exílio da babilônia.

O nome David era escrito com apenas três letras no alfabeto hebraico: dalet, vav e dalet. A primeira e última letra (dalet) possuía uma forma semelhante ao triângulo. Se uma delas for invertida verticalmente e sobreposta à outra, forma-se a estrela de 6 pontas.

Mais uma hipótese é de que a estrela de 6 pontas seja uma versão estilizada do lírio branco, flor de seis pétalas que é identificada como o povo de Israel no livro bíblico Cântico dos Cânticos.

O mais antigo artefato judaico contendo uma estrela de 6 pontas de que há registro, é um selo encontrado na cidade de Sidon (hoje Líbano), datado cerca de 1100 anos antes de Cristo. Também foram encontradas estrelas de 6 pontas (hexagrama) e estrela de 5 pontas (pentagrama) em trabalhos arqueológicos, como no friso da sinagoga de Cafarnaum (século II ou III d.C.) e uma lápide (ano 300 d.C.), no sul da Itália.

Usando a antiga forma pictográfica das letras da palavra Da’at (conhecimento), podemos ver a simbologia de ‘a porta no olho’ que se abre.
Usando a mesma forma das letras em forma pictográfica para a palavra hebraica Dat (‘Religião’ ou conhecer) podemos ver a simbologia da porta que leva a cruz (pois a letra Tav, a antiga forma era a forma de uma cruz como o nosso ‘T’ hoje em dia)

Interessante que Yeshua nosso Messias e Rei veio da tribo de Yehudá (Judá) que contem todas as letras do nome sagrado de D-us o tetragrama (4 letras).

Nome de D-us o tetragrama inefável: יהוה

Nome Judá (Yehudá) em hebraico: יהודה

Que vem o nome Judeu (Yehudi): יְהוּדִי

Porem com o acréscimo da letra Dalet (que tem valor 4) que significa Porta, aludindo que Yeshua é a porta que leva a Adonay יהוה nosso Deus. (João 10:09) Yehudá “significa” Louvor/gratidão à Adonay e também deste nome que vem a forma Yehudi (Judeu).
Judeu é aquele que deve engrandecer e levar louvor ao nome de D-us Adonay através dos seus feitos e vida.

Apocalipse 3:20 – Aquele que abrir a porta eu entrarei e comerei com ele.

וּפָתַח אֶת־הַדֶּלֶת אָבֹא לֶאֱכֹל עִמּוֹ וְהוּא עִמָּדִי׃

O Nome de D-us é composto de 4 letras (Yud Hei Vav Hei) assim como sabemos a importância na composição das cadeias químicas do corpo, das 4 “letras”: C.H.O.N.(Carbono, Hidrogênio,Oxigênio e Nitrogênio).

O alfabeto do D N A, composto de 4 "letras": A.G.T.C. os quatro aminoácidos que compõem o nosso ADN. O compasso tem quatro pontos, quatro direções. 4 elementos, fogo, terra, água e ar e ainda com as 4 estações, primavera, verão, outono e inverno. O alfabeto hebraico transcende religião, raça, geografia e o próprio conceito de linguagem, elas são figuras universais, do alfabeto genético de todo o universo, para todas as pessoas, o tempo todo. O alfabeto hebraico contém profundos segredos da Criação.

Da palavra Hebraica Shaday (todo poderoso) nós temos o acróstico da frase "Shomer Daltot Israel" que significa Guardião das Portas de Israel. Da junção destas duas letras hebraicas Ayin ע e Dalet ד temos a palavra Ed – testemunho.

Dai vemos símbolos de um triangulo com um olho no meio, isto é Ayin e Dalet. Testemunho - Que na antiga escrita pictográfica era a forma de um olho e um triangulo.
‘Quando eu era criança ouvi uma velha parábola judaica que não pude então compreender, ela não dizia mais do que isto: Fora dos portões de Roma está sentando um mendigo leproso esperando e Ele é o Messias.
’ Então eu me dirigi a um velho Rabino e perguntei: ‘quem é Ele, que o Messias, está esperando?’
Então o velho Rabino me deu uma resposta que só vim a compreender mais tarde. A resposta foi: ‘Ele, o Messias, está esperando você.’

(historia do mendigo leproso nos portões de Roma extraído do Talmud tratado Sanhedrin 98b)

Como é bom e leve este mundo, se não nos submetemos ao mundo. E quão tenebroso e pesado quando nós submetemos ao mundo. Rabi Baruch de Mezibosh

Rabino Shmeon Ben Yochai (2° Século), Zohar. parte II página 212a e III página 218a, Amsterdã Ed.):
Há no jardim do Éden um palácio chamado: 'O palácio dos filhos da enfermidade, este é palácio no qual o Messias entra, e chama sobre si cada doença, cada dor, e cada castigo de Israel: então todas vêm e caem sobre Ele.
E assim tirou o peso de Israel, e os levou sobre si mesmo. Não havia nenhum homem capaz de carregar a punição de Israel por causa da transgressão da lei; este é aquele do qual está escrito, Verdadeiramente ele tomou sobre si (Isa.53, 4).

- Enquanto lhe dizem (o Messias) da miséria de Israel em seu cativeiro, e daqueles infiéis entre eles que não atenderam em conhecer seu Senhor, Ele (o Senhor deles o Messias) levanta sua voz e chora para pelas iniqüidades e infidelidades deles; e assim escreve-se, "ele foi ferido por causa de nossas transgressões" (Isa.53,5). Midrash (em Ruth 2.14):
É discurso do rei Messias – ‘venha em direção’, isto é próximo ao trono; "coma do pão", isto é o pão do Reino. 'Isto alude a (pão da) aflição, enquanto é dito, "mas foi ferido por causa de nossas transgressões, afligido por causa nossas iniqüidades" (Isa.53,5).

HEBREU
vêm de IVRISH, que quer dizer "aquele cujos princípios são diferentes", ou "aquele que está do outro lado" ou simplesmente "do outro lado do rio", que foi separado por adotar uma outra visão das coisas. O Talmud explica que o termo refere-se à busca espiritual monoteísta, em oposição ao materialismo pagão/politeísta que diferenciou os judeus das demais nações.

Gólgota é a adaptação para o grego da palavra aramaica גֹלְגֹלְתָא "Golgoltá", que nada tem a ver com a palavra inglesa "God", pois é totalmente diferente, e além disso, o aramaico é uma língua semítica e o inglês é um língua indo-européia, de modo que não pode haver nenhuma relação entre palavras de uma e de outra língua.

הַשֵּׁם "Hashem" ou "Ha-Shem", em hebraico, significa "O Nome".
O prefixo הַ "ha" é artigo definido, e significa "o".
A palavra hebraica שֵׁם "Shem" significa "nome", e nada tem a ver com o nome da deusa assíria Semíramis, pois são palavras totalmente diferentes e não relacionadas
El Shaday" em hebraico significa "Deus Onipotente".
A palavra hebraica אֵל "El" significa "Deus", e nada tem a ver com o nome de nenhum ídolo.
A palavra hebraica שַׁדַּי "Shaday" significa "Onipotente" ou "Todo-Poderoso", e nada tem a ver com nomes de espíritos malignos.
Não existe hebraico arcaico. O hebraico em que está escrito o Tanakh é o mais antigo que existe. Não existe em hebraico a palavra "Ulhim". Não existe em hebraico a palavra "Molkhiul". Deus em hebraico é "El" e não "Ul". A palavra hebraica רוּחַ "ruach" (o ch na transliteração de palavras hebraicas tem o som do ch em alemão na palavra Bach) significa "espírito" ou "vento".
רוּחַ הַקֹּדֶשׁ "Ruach ha-Kódesh" significa "Espírito Santo", e nada tem a ver com a palavra אַקּוֹ "akko", que é completamente diferente e não relacionada. Não existe em hebraico a palavra "Rúkha". Não existe em hebraico a palavra "hol". Não existe em hebraico a palavra "Hodshúa
רוּחַ הַקֹּדֶשׁ
"Ruach ha-Kódesh" significa "Espírito Santo", e nada tem a ver com a palavra אַקּוֹ "akko", que é completamente diferente e não relacionada.
Não existe em hebraico a palavra "Rúkha".
Não existe em hebraico a palavra "hol".
Não existe em hebraico a palavra "Hodshúa".
Não existe em hebraico a palavra "amnao". Amém em hebraico é אָמֵן "amén".
Infelizmente, as pessoas que escreveram o que consta nos mencionados sites mentem, e muito, e fazem desinformação, ou seja, divulgam informações totalmente falsas.
A palavra hebraica אֲדֹנָי ouאֲדוֹנָי "Adonai", que significa "Senhor", nada tem a ver com o nome do deus grego Adônis, pois a língua grega pertence à família lingüística indo-européia, e o hebraico pertence à família lingüística hamito-semítica, de modo que não se pode relacionar palavras de sons semelhantes gregas e hebraicas.
O nome יֵשׁוּעַ "Yeshua" nada tem a ver com a palavra hebraica עֵז "ez", que significa "bode".
A palavra "Deus" nada tem a ver com a palavra "Zeus", são palavras totalmente diferentes e não relacionadas
Por este motivo é que a forma abreviada do nome de Deus, יָהוּ Yahu, quando é colocada como prefixo, no início da palavra, passa a ser vocalizada como יְהוֹ Yeho.
Judá em hebraico é יְהוּדָה "Yehudá", que significa "ele seja louvado".
Judeu em hebraico é יְהוּדִי "Yehudi", que significa "de Judá", ou "da Tribo de Judá", ou "natural do Reino de Judá", ou "adepto do Judaísmo".
Israel em hebraico é יִשְׂרָאֵל Yisrael, que significa "Deus luta". Esta palavra, adaptada para o português, é Israel.
Israelita em hebraico é יִשְׂרָאֵלִי Yisraeli, que significa "descendente de Israel", ou "pertencente ao povo de Israel".
malkênu", que é a mesma palavra, com o sufixo da primeira pessoa do plural, e que significa "nosso rei", e מְלָכִים "melakhim", que significa "reis".

Outro exemplo:
כָּבוֹד "kavod", que significa "glória", e כְּבוֹדוֹ "kevodô", que é a mesma palavra, com o sufixo da terceira pessoa do singular, e que significa "a sua glória" ou "a glória dele
Este nome, יְהוֹשׁוּעַ "Yehoshua", ou יֵשׁוּעַ "Yeshua", é o nome do sucessor de Moisés, geralmente conhecido como Josué, e é também o nome do sumo sacerdote mencionado em Esdras 3:2 3:8 e Ageu 1:1 e 1:12 e 1:14 e em Zacarias 3:1, e é também o nome do Messias (Mashiach) Jesus o Nazareno (Yehoshua ou Yeshua haNetsari).
A forma abreviada do nome de Deus quando está no início da palavra é diferente de quando está no final da palavra, devido às regras fonéticas da língua hebraica, que exigem a alteração das vogais, conforme estejam posicionadas no início ou no fim da palavra, ou conforme estejam mais perto ou mais longe do fim da palavra, quando há formação de palavras juntando prefixos ou sufixos.
  יוֹחָנָן "Yochanan", forma mais abreviada do nome anterior.

יְהוֹשׁוּעַ "Yehoshua", que adaptado para o português é "Jeosua", ou "Josua", ou "Josué", ou "Jesus", que significa "Javé salva".

יֵשׁוּעַ "Yeshua", forma mais abreviada do nome anterior

יִרְמְיָה "Yirmeyá", forma mais abreviada do nome anterior.

As formas abreviadas do nome de Deus que são usadas como prefixos para formar nomes próprios são יְהוֹ "Yeho", יוֹ "Yo" e יֵ "Ye".

Exemplos:

יְהוֹחָנָן "Yehochanan", que adaptado para o português é "Jeoanã", ou "Joanã", ou "João", que significa "Javé agraciou
Yirmeyáhu", que adaptado para o português é "Jeremias", que significa "Javé atira"
Existem cinco formas abreviadas do nome de Deus que são usadas para formar nomes próprios, sendo que duas são usadas como sufixo e três são usadas como prefixo:
As formas abreviadas do nome de Deus que são usadas como sufixos para formar nomes próprios são יָהוּ "Yáhu" e יָה "Yá".

Exemplos:

יְשַׁעְיָהוּ "Yeshayáhu", que adaptado para o português é "Isaías", que significa "Javé salva".

יְשַׁעְיָה "Yeshayá", forma mais abreviada do nome anterior.
Existe uma forma abreviada do nome de Deus, que é יָהּ . Pronuncia-se "Yáhe", pois neste caso o "Hê" final é pronunciado, pois está com um ponto dentro dele, chamado "Mappiq", o qual indica que o Hê deve ser pronunciado, apesar de estar no final da palavra.
Esta forma abreviada do nome de Deus, adaptada para a língua portuguesa, é "Jae".

A forma abreviada do nome de Deus é usada no Tanach geralmente em trechos poéticos, como, por exemplo, Êxodo 15:2 e Salmos 118:5, e é usada também na expressão הַלְלוּ יָהּ "halelú Yáhe", que adaptada para o português é "aleluia", a qual significa "louvai a Jae".
Em hebraico, formas abreviadas do nome de Deus são usadas para formar nomes próprios


Shalom!

15 comentários:

  1. romilsoncorredor@hotmail.com16 de agosto de 2011 19:14

    coloca o nome yavé no nome da cidade santa e veja se o nome da cidade continua o mesmo nome, se nao, então significa que o nome do eterno não é este. o nome da cidade é Yaohushualayim.

    ResponderExcluir
  2. Se não existe Ul, no hebraico, qual era o nome hebraico de Paulo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O nome de "Paulo" na verdade era Shaul. E na verdade não existe "Ulhim", mas sim Elohim! Pois senão seria "YsraUl" e não YsraEl, "daniUl" e não DanyEl...

      Excluir
  3. Existe UL no hebraico. É formado pelas letras Alef e Lamed ou Alef, Vav e lamed, dependendo da palavra. Aliás, em nenhum momento desta postagem eu digo que não existe a silaba UL no hebraico. A questão é que UL não é a palavra que designa Deus como alguns defendem, mas EL, porque EL é escrito com Alef e Lamed e não tem VAV que da som de U e nem nenhum sinal massoretico abaixo do Alef para dar o som de U, essa é a questão.

    O nome de Paulo em Hbarico é Shaul, da raiz do verbo servir.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro amigo... Se D..s e J..us são nomes substitutos para as denominações santas do hebraico, então quais sãos os nomes de blasfemia que a prostituta se assenta (com a qual se prostituiram os reis da terra)? (Ap:17:3)

      Excluir
    2. Deus não é nome, é título! E Jesus é uma transliteração de Yeshua até o português. Já mostrei como foi feita a transliteração, esta em uma postagem chamada: "A verdade em nome de Jesus"

      Abraços!

      Excluir
  4. Amigo: gostei empate da sua explicação; se a letra J ´só veio a existi depois do naçimento do Messias como você encontrou base para o nome Java Jesus?
    visto que no hebraico não existe a letra J?


    Edvaldo Moreira.

    ResponderExcluir
  5. Yahuah ,pai ,yahushua filho,yahudi,povo ,yahushalain,cidade ,yahudah,tribo do messias. AleluYAH. Louvem á YAH.

    ResponderExcluir
  6. Gostaria de saber como poderia escrever em hebraico som do coração.

    ResponderExcluir
  7. Gostaria de saber como poderia escrever em hebraico som do coração.

    ResponderExcluir
  8. Nomes próprios não devem ser traduzidos

    ResponderExcluir
  9. Nomes próprios não devem ser traduzidos

    ResponderExcluir
  10. El kkk eles se esquecem dos cananeus ne !!! Dos dois exílios babilônico e egípcio!! O hebraico como conhecemos e paganizado ! As ultimas gerações de Semitas ( pq n são os verdadeiros hebreus) não aceitam isso pq foram criados no paganismo !! Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará !!

    ResponderExcluir
  11. Gostei. Muito desta postagem preciso aprender mais sobre a etimologia das palavras hebraicas e os hebraismos muito obrigado shalom Adonay

    ResponderExcluir
  12. É verdade não existia a letra J assim como não existia a letra A,F, C. O nosso alfabeto inteiro, sua pergunta é relevante.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...